BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 04.03.15

POSITIVO – Técnico bicolor Dado Cavalcanti com sua “Periodização Tática” não apenas se mostra um técnico moderno, como admirador de Tite, que usa a novidade européia no Corinthians e os resultados estão aí.

NEGATIVO – Val Barreto, melhor centro avante do Remo, sempre é discriminado pelos treinadores que chegam ao Baenão. E quantidade de gols marcados no pouco que joga impressiona. É duro!

Lá e Cá

Atacante Souza, 32 anos, chegando com atraso de 1 mês ao Paysandu e mais caro. Foi oferecido no início de fevereiro. Melhores fases no Vasco (24 gols), Fla (24) e Bahia (46). Passou em Seleções de base do Brasil.

Águia Negra de Rio Brilhante-MS (42 anos) receberá o Paysandu dia 18.3 (Copa BR) no Estádio Ninho da Águia, agora para 8 mil pessoas. Rio Brilhante fica a 154 Km de Campo Grande e 64 Km de Dourados.

Árbitros Marco Antonio Mendonça, Edval Augusto Figueiredo, Joelson Cardoso e auxiliar Márcio Gleidson Dias estão devendo melhores atuações no Parazão; hoje sorteio de arbitragem para decisão do 1º turno.

23 atletas começaram a temporada de boliche e após 1ª rodada da Taça Cidade de Belém atleta Dayse Silva, agora no Paysandu, lidera com 191 pontos. Novo presidente da Federação é Ivan Leão, de apenas 30 anos.

Remo vai ganhar patrocínio local de laboratório e empresa do ramo de construção, além de uma telefônica (aqui Papão também); Paysandu já tem 11.112 sócios torcedores. Falta melhorar adimplência.

Sustado leilão da Arena Baenão (pro lado da Feira da 25); paz selada no Leão entre presidente e vice; azulinos receberão duas contratações e bicolores só trarão mais gente se for de bom nível, disse Roger Aguilera.

Susto de Dão no treino do Paysandu e ele está sendo tratado para jogar sábado contra o Nacional-AM; ex-treinador bicolor Mazolla Jr no Botafogo de Ribeirão Preto-SP; Roberto Fernandes cotado para voltar ao Náutico.

Rivais ensaiam 4-3-3 com o Remo utilizando no meio campo Alberto, Dadá e E. Ramos, no ataque Rony, Bismarck, Caça-Rato e, o Paysandu, Recife, Jonathan e Rogerinho, Bruno Veiga, Ércio Jr e Aylon. Aguardemos!

Estádio Ismael Benigno, a Colina, em Manaus-AM, de 54 anos, 10 mil lugares, aonde o Remo jogará na segunda é legado da Copa e reforma custou 24 milhões (ótimas instalações, iluminação e gramado).

Amanhã sairá tabela da Série B e, sexta, da C; no Conselho Técnico da Série B também será informado que se atrasar salário perde 3 pontos; ponderações da FPF aceitas e Independente x Parauapebas em Tucurui.

HOMENAGEM – Edson Paixão de Farias, o Edson, ex- meia esquerda do Paysandu da base ao profissonal (1988-99), Tuna (2000-01) e Independente da Marambaia (2002). É taxista em nossa Capital.

4 de março de 2015 at 1:16 pm Deixe um comentário

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 03.03.15

POSITIVO – Enquanto Paysandu cobrará 100 e 50 reais no sábado, Remo anuncia promoção para 4 jogos como mandante, na compra antecipada (Tapajós, Princesa, Gavião e Atlético-PR), a 100 reais. Boa sacada!

NEGATIVO – Se os medianos brilham dentro de campo, no aspecto financeiro o Parazão é um fracasso. Públicos de jogos importantes no interior um fiasco.

Lá e Cá

Novo secretário da SEJEL é Deivison Alves; João Souza de Oliveira Jr eleito presidente da Federação de Tênis de Mesa; Clube de Mesatenistas de Barcarena se preparando para Campeonato Paraense, em abril (1ª vez).

Time base do Águia Negra-MS, adversário do Paysandu na Copa BR: Renan Moura, Josimar, Tiago, Renan Carioca e Jardel, Gilson Tucci, Alex, Jr Borracha e Abimael, Preto e Valdinei. Técnico Chquinho Lima.

IACSA-CE, que amanhã visitará o Independente-Tucuruí (também Copa BR): Tiago Rocha, Alan, Charles, Ciro e Dieyson, Lima, Diego Paulista, Rodrigo Vitor e Robert, Núbio e Diogo Ceará. Técnico Vlademir de Jesus.

Técnico Dado Cavalcanti é intenso e treina o Paysandu em dois períodos (Marlon de novo efetivado); no Remo só hoje Zé Teodoro de volta; bicolores e azulinos podem se despedir do Parazão dia 12.4. Olho vivo!

Decidindo o 1º turno do Parazão, Independente e Parauapebas, casualmente os dois que venceram o Remo; futebol do azulino dá urticária: foi embora diretor Albany Montes e agora Antonio Miléo.

Ex- presidente Raimundo Ribeiro dizia que os adversários do Remo estão dentro do próprio clube. Pedro Minowa está sentindo isso; tabela da Série B do Brasileiro sairá até dia 9.3 e bicolores atentos.

Um mediano (Independente ou Parauapebas) já assegurará vaga na Copa do Brasil e Copa Verde de 2016, além de se candidatar à unica vaga da Série D deste ano.

Bismarck se encaixou bem no Remo e deu liberdade para Eduardo Ramos evoluir; Whelton, artilheiro do Tapajós (teve gol mal anulado domingo) é cria da Escolinha da Tuna; mulher vai pagar só 20 reais na Curuzu, sábado.

Regulamentação específica baixada pela FPF ao Parazão, sem Remo e Pyandu nesta fase, mantém decisão de domingo em Tucuruí; sobre renda do RE x PA posição dos azulinos é administrativa e não de CD. Mas…

Cabana Clube de Barcarena inaugurou domingo último seu ginásio esportivo num torneio de futsal de equipes do polo industrial, ganhando a Imerys.

HOMENAGEM – José Carlos de Oliveira Souza, o Cacá, ex-meia do Sport Belém e Vila Rica dos anos 90 a 2001. É motorista particular.

3 de março de 2015 at 3:42 pm Deixe um comentário

PAPO DO 40º – Ronaldo Porto – 02.03.15

QUEM MANDA É O INTERIOR
Nunca, que eu me lembre, uma decisão de turno do Campeonato Paraense foi disputada sem a presença de Remo e Paysandu, os dois maiores clubes do norte, pelo menos em termos de torcida. No sábado, abrindo a fase semifinal, o Parauapebas mostrou sua força e despachou o Cametá, placar de 1×0, gol de Juninho de pênalti, se classificando para a grande final e ficando na espera do seu adversário. Ontem Tapajós e Independente fizeram a outra semifinal num jogo de gente grande, com o boto saindo na frente e tomando o empate antes do final do 1º tempo. Quase no final da partida o Galo Elétrico passou a frente e levou a decisão para Tucuruí. O grande detalhe é que o Boto morreu na beira, pois saiu na frente e mesmo tomando empate ainda dominava o jogo. Num dos poucos ataques do 2º tempo, Jaquinha recebeu livre e mandou um balaço para o gol de Jader, fazendo o gol da classificação e levando a decisão para Tucuruí. E viva o Parauapebas e viva o Independente.
ALTA TEMPERATURA
Fora da decisão do 1º turno do Parazão, Remo e Paysandu estão muito bem obrigados na Copa Verde e vão agora para a segunda fase da competição. O Remo passou pelo Rio Branco-AC com duas vitórias e agora pegará o Princesa do Solimões-AM; já o Paysandu despachou o Santos-AP e vai encarar o Nacional-AM. Fazia tempos que paraenses e amazonenses não se digladiavam em dose dupla. E além da Copa Verde, ambos farão suas estreias em mais uma Copa do Brasil.
BAIXA TEMPERATURA
Se Remo e Paysandu decidissem o primeiro turno do Parazão, a história financeira seria de um tipo, ganhando todo mundo, inclusive a FPF que tem seu percentual garantido. Na primeira semifinal de sábado no Rosenão, a renda somou apenas 10 mil 750 reais, para 579 pagantes. O público melhorou um pouco em Santarém, mas longe daquilo que se esperava. Agora vamos ver como será em Tucuruí.
NO TERMÔMETRO
Muitos torcedores remistas reclamando das folgas de Zé Teodoro e Eduardo Ramos após os jogos do Parazão e Copa Verde. A diretoria remista fez questão de esclarecer que o treinador foi atrás de reforços e que o meia atacante precisou ir pra uma audiência trabalhista. /// Aliás, as coisas não estão mais afinadas entre alguns diretores remistas. Fala-se que Antônio Miléo estará deixando a cúpula para ficar apenas como colaborador. Muita pressão pra cima do presidente azulino que está vendo agora como as coisas são difíceis. /// Tomás Bastos mandou um tubo de fora da área, a bola encontrou a trave e ricocheteou no corpo do goleiro Paulo Vitor morrendo nas redes rubro negras. Com esse gol, o Botafogo derrotou o Flamengo no clássico carioca. Quase 50 mil no Maracanã. /// Dado Cavalcante ganhou a preferência da diretoria bicolor e já começou a implantar sua filosofia de trabalho. Fazia tempos que um treinador não caia numa vitória. /// Lastimável o não uso do Mangueirão na grande final do 1º turno do Parazão, mas os clubes emergentes do interior não tem nada com isso. A incompetência foi exclusivamente de Remo e Paysandu. /// Independente x Parauapebas será a grande final do 1º turno, decidindo a Taça Cidade de Belém e não há vantagem de ninguém, apenas no local do jogo. Em caso de empate no tempo normal, decisão nos tiros livres das marca do pênalti. Antes de pegar o Pebas, o Galo jogará na quarta diante do Icasa pela Copa do Brasil. /// Depois da partida de ontem, Vitor Hugo lamentava a derrota em casa e Lecheva estava eufórico pela classificação fora de casa, depois de perder feio pela Copa Verde, segundo ele, um acidente de percurso. Também muita gente reclamando de um possível impedimento do Jaquinha no gol da vitória. Gol totalmente lícito, quem cochilou foi a zaga do Tapajós. /// Uma boa semana a todos e viva Jesus!
E-mails: rporto@supridados.com.br

2 de março de 2015 at 3:52 pm Deixe um comentário

A Bola no Bola – Giuseppe Tommaso – 01.03.15

BOLA NA TORRE

Deste Domingão logo após o “Pânico na Band”, na RBATV –
Canal 13. Vamos falar dos Jogos da Copa Verde e a rodada
de fogo do Parazão no meio de semana. Guerreirão no
comando estarei com Gerson Nogueira e nosso convidado
será o meia Eduardo Ramos do Clube do Remo. Mande sua
participação pelo @bolanatorre

BATE BOLA…

Nesta 23ª Edição do Troféu Camisa 13 promovido pela RBA o “1º Bate Bola” vai acontecer no próximo dia 5 de março, no Auditório do Laboratório Amaral Costa, na Antonio Barreto. Neste primeiro encontro o Tema: Medicina e Futebol: Evolução Permanente. Como palestrantes o médico Flávio Freire, Fisioterapeuta Junior Furtado e o Fisiologista Erik Cavalcante. Começa às 18 horas.

BOXE…

Projeto Social “Nocaute na Violência” comandando pelo professor e técnico Zezé do Boxe, atende a menores carentes de bairros periféricos de Belém, volta este ano renovado. Este ano receberá crianças a partir de 8 anos de idade e todas com comprovação de matricula escolar para poderem participar do projeto. Parabéns pela iniciativa ao grande Zezé!!!
FUTSAL AZULINO…

A Diretoria de Futsal do Clube do Remo fez a apresentação na quinta que passou, no Serra Freire, da categoria ADULTO que disputará a Temporada 2015. Comissão Técnica ficará assim: Arruda (treinador), Diego Carvalho (preparador físico),
Paulinho (preparador de goleiros), Paulo Roberto (roupeiro)
Frederico Rocha (médico), João Nasser Neto (Coordenador Técnico) e Heron Feio (Coordenador de Categoria). O elenco com os jogadores já contratados: Biolay, Ratinho, Wallace, Alê, Heitor, Oscar, Kledson, Humberto, Gerson e Gigante. Humberto e Kledson retornam ao Clube do Remo após terem iniciados a carreira ainda na época de Infantil sob o comando do Sérgio Ricardo. Gerson e Gigante são as aquisições de peso pela experiência fora do Estado do Pará. Gigante é ex-Corinthians. Estava jogando lá e vem para o Remo. Gerson tem vasto currículo: “Jogou no atlântico/RS em 2004, sendo campeão da copa Sul e em 2005 vice campeão da liga nacional pelo mesmo Atlântico e sendo pré convocado pra seleção brasileira com 21 anos. Leão vem forte…

1 de março de 2015 at 7:52 pm Deixe um comentário

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 27.02.15

POSITIVO – Os dois caçulas do Parazão 2015 (Parauapebas e Tapajós) desafiarão como mandantes nas semifinais deste 1º turno, exatamente os interioranos campeões paraenses (Cametá e Independente). Briga boa!

NEGATIVO – Como a ordem na última eleição era todo mundo trabalhar pela reeleição do coronel Nunes, inclusive os árbitros, e Joelson Silva dos Santos não provou a lealdade foi defenestrado do quadro da CA. É duro!

Lá e Cá

Meia santareno Bosco, de estilo clássico, ex- defensor de Tuna e Paysandu, meu entrevistado Bola Pra Frente de domingo. No Bola na Torre convidado é Eduardo Ramos (Remo), voltando de Goiânia domingo.

Por falta de dinheiro para indenizar não haverá dispensa no Remo e Zé Teodoro viajou para trazer pelo menos atacante e meia. Vai ao São Paulo e Corinthians.

Até agora Parazão teve 48 gols em 20 jogos e média de 2,4; 1º turno registrou média de renda de R$ 55.390,90 e 3.038 de público. Rodada completa de menor número de pagantes foi a 4ª (5.136). Prejuízo!

Invictos em casa: Independente e S. Francisco; invictos fora: Tapajós, Parauapebas e Cametá; não venceram em casa: Gavião, S. Francisco e Paragominas; não venceram fora: Remo e Castanhal (Romeu Dantas).

Parauapebas x Cametá, sábado, arbitragem de Edval Augusto Figueiredo e, domingo, Tapajós x Cametá, Joelson Cardoso; Copa Verde: Paysandu x Nacional, Valdicleuson Costa-AP, Princesa x Remo, Alysson Furtado-TO.

Águia Negra, de Rio Brilhante-MS, adversário do Paysandu na Copa BR é 2º colocado no estadual no grupo B e, na última partida, ganhou de 3×2 do Ubiratan, 3 gols do artilheiro Preto. Cuidado com ele!

Auxiliar técnico Rogerinho Gameleira, do Paysandu, que sempre se dá bem na interinidade, já pensa em voo solo. Está se preparando cada vez mais e cursa 3º semestre de Educação Física.

No começo de sua 4ª temporada, Pikachu alcançou 46 gols no Paysandu; meia Eduardo Ramos marcou 5º gol pelo Remo iniciando segunda passagem.

Recife (Paysandu) e Dadá (Remo) fora contra Castanhal (14.3) e Tapajós (15.3) na abertura do 2º turno, Taça Estado do Pará.

Técnico Léo Goiano faz do Parauapebas um time diferente dos outros: houve treinamento para todos ontem, dia seguinte à vitória sobre o Independente.

HOMENAGEM – Júnior Chaar Melo, o Buffon, ex-goleiro do Paysandu, da base ao profissional, de 1989 a 2001. É engenheiro civil.

27 de fevereiro de 2015 at 11:40 am Deixe um comentário

Coluna do Gerson Nogueira – 27.02.15

O segredo da motivação

O jogo de anteontem em Paragominas apresentou ao torcedor um novo time do Papão, muito diferente daquele que jogou as três primeiras rodadas do Parazão. Todos os que estavam em campo já vinham jogando, mas o comportamento foi inteiramente diverso do que mostravam antes. O fato é que, sob o olhar do novo técnico, Dado Cavalcanti, algumas peças renderam bem acima do que apresentavam quando treinadas por Sidney Moraes.
O fenômeno não é incomum no futebol. Jogadores – às vezes até elencos inteiros – alteram sua postura e maneira de atuar quando ocorre uma troca de comando. E não se trata de má vontade ou corpo mole. Na maioria das vezes, a transfiguração tem a ver com mudança de ânimo.
A situação fica ainda mais clara em elencos numerosos e heterogêneos, exatamente como o Papão atual, que contratou 19 atletas desde o final de dezembro. É preciso observar a complexidade da coisa. São pessoas diferentes, que não se conhecem e que são obrigadas a conviver e a competir.
Pouquíssimos técnicos conseguem de uma hora para outra domar os egos e acalmar as tensões. O processo de conhecer e explorar potencialidades no grupo requer um trabalho quase sempre longo e meticuloso. E aí entra em cena a urgência por resultados, fator que quase sempre conspira contra planejamentos mais sérios.
Sidney Moraes não teve tempo de pôr em prática tudo o que havia se comprometido a fazer quando chegou ao clube. Não teve sequer o prazer de testemunhar uma virada categórica, como a que se viu na Arena da Floresta. Depois de sofrer um gol logo aos 14 minutos, o Papão encheu-se de brios e conseguiu reverter o placar entre os 24 e os 29 minutos.
Pikachu manteve a boa pontaria e o desassombro para desafiar defesas inimigas, com a colaboração de Carlinhos Madureira, Jonathan, Aylon e Bruno Veiga, que eram os mais avançados jogadores do time.
Rogerinho, o interino, não mudou muita coisa em relação à equipe de Sidney Moraes, mas quem viu o jogo certamente percebeu uma volúpia maior na hora de buscar o resultado. E, como se sabe, essa vontade quase sempre faz a diferença.
Dado deve ter extraído boas observações sobre o time, incluindo os jogadores que só entraram no segundo tempo. De qualquer maneira, depois da gana pela vitória demonstrada em Paragominas, fica claro que muito do que faltava ao Papão tinha a ver com motivação.

Remo evita leilão, mas riscos permanecem

O departamento jurídico do Remo fechou acordo, pagando a primeira parcela e conseguiu sustar o leilão da área do Carrossel que estava marcado para hoje por decisão do juiz da 13ª Vara da Justiça do Trabalho, Jorge Vieira. Apesar de acordo firmado com representantes dos maiores credores do clube, o juiz havia confirmado o leilão levando em conta que existem “outros credores que não podem ser prejudicados”.
Um conhecido leiloeiro iria apresentar proposta de R$ 4,5 milhões, parcelados, a exemplo do que foi feito com a sede campestre do Remo, arrematada por R$ 3 milhões, com o comprador pagando à vista R$ 600.000,00 e o restante em parcelas mensais de R$ 200.000,00. A avaliação do Carrossel na JT é de R$ 7.100.000,00.
Com a suspensão do leilão do Carrossel, resta a preocupação com a outra área anexa ao estádio Evandro Almeida, cujo leilão foi marcado para o dia 27 de março. A diretoria já se mobiliza para firmar novo acordo.
Em carta endereçada ao Condel e aos dirigentes do clube na última segunda-feira, 23, o conselheiro Ronaldo Passarinho manifestou sua preocupação com o atual quadro. “Bradei no deserto e agora – realizado o leilão – teremos a preocupação imensa com o Baenão (semidestruído) já que só a dívida trabalhista passa dos R$ 10 milhões. Durante quatro anos (2011 a 2014) mandei e-mails, reclamei pessoalmente a quem de direito e denunciei no Condel o que estava acontecendo, sem que tivesse sido ouvido”, protesta Ronaldo.
Acrescenta: “Os criminosos contratos fantasiosos, muito acima da realidade financeira do clube, jamais passaram pelo Jurídico. O ápice foi em 2014, com a imoral folha salarial de R$ 550 mil, isto sem contar ‘luvas ou aquisição de direitos econômicos’, como foi o caso do jogador Eduardo Ramos, que recebeu a este título R$ 450 mil”. Encerra a mensagem, desculpando-se pela “intromissão de quem não aceita calado ver tantos desmandos”.
Em tempo: Ronaldo é sócio proprietário do Remo desde 3 de novembro de 1954. Trabalhou como diretor de Futebol e até 2013 foi atuante diretor jurídico do clube. Graças aos seus esforços, o estádio Baenão escapou de ser transacionado pelo então presidente Amaro Klautau por R$ 32 milhões – quando seu valor de mercado é de, pelo menos, R$ 60 milhões.

Um ex-bicolor comenta a Libertadores

O ex-jogador Iarley, que brilhou com a camisa do Papão, estreia na ESPN como comentarista na cobertura da Libertadores. Apesar do desembaraço, por enquanto vem funcionando mais como o veterano que é amigão dos ex-parceiros.
No esforço para ser simpático com a rapaziada, segue à risca a cartilha do sorridente Caio Ribeiro. Ontem, durante entrevista, pediu (ao vivo) que a diretoria do Internacional renove o contrato do meia Alex por mais três temporadas. “Pelo amor de Deus, não podemos perder este jogador”, soltou lá pelas tantas.
Pelo tom firme nas opiniões, Iarley leva jeito pra coisa e certamente vai evoluir, desde que reduza a babação de ovo. Por ora, deve estar agradando aos boleiros, mas há dúvida se sua participação acrescenta conteúdo informativo aos telespectadores.

27 de fevereiro de 2015 at 11:33 am Deixe um comentário

CHUMBO GROSSO – Paulo Fernando – 26. 02. 15

- ATAQUE QUE É BOM NADA – Todo ano a dupla RE X PA contrata um monte de BONDE com a desculpa de que é para reforçar o ataque, e este ano o que estamos assistindo é que de novo outra vez quem vem salvando a lavoura são os jogadores que nada tem haver com a posição de matador, no papão Yago Pikachu vem salvando a lavoura, no leão ontem a vez de Eduardo Ramos bancar o salvador da pátria, ONDE ESTÃO OS ATACANTES.

– PRIMEIRO QUER VER PARA CRER – O treinador Dado Cavalcante que ontem esteve em Paragominas assistindo a vitória bicolor de virada sobre o Paragominas, já deixou claro que primeiro vai assistir e avaliar o elenco que vem treinando na curuzu para só assim falar de reforços no vovô da cidade, é ora de arrumar a casa, MÃOS A OBRA.

– A FALTA QUE A BASE FAZ – Quem vem acompanhando a quantidade de gols que atacante Roni do Clube do Remo vem desperdiçando não imagina o que este atleta sofreu para chegar até o profissional do leão azul, só para se ter uma ideia esta jovem revelação azulina quase para de jogar por falta de apoio, Roni pensou em largar a carreira e voltar para oficina mecânica onde trabalhava antes do futebol, É A FALTA QUE OS FUNDAMENTOS DA BASE FAZ, POR ISSO, A ORDEM É TREINAR, TREINAR E TREINAR.

– NADA DE ILUSÃO, O MOMENTO É DE AÇÃO – O Remo esta a quatro jogos sem perder juntando parazão e copa verde, só que o torcedor consciente do leão azul esta com a pulga atrás da orelha, pois a equipe vem ganhando porém continua mostrando as mesmas fragilidades que tanto incomodam a grande nação azul, por tanto, é hora de reunir e agir pois o Remo tem que conquistar o segundo turno de qualquer maneira se quiser continuar sonhando com a vaga da série D, QUEM AVISA AMIGO É.

– E TOME PREJUÍZO – Uma vergonha o que estamos acompanhando neste campeonato paraense, como já falei aqui pouco me interessa de quem foi a brilhante ideia desta formula de disputa do campeonato, o certo que o IDIOTA que teve esta brilhante ideia de disputa do parazão vem causando aos clubes um prejuízo sem precedentes na história desta competição, ISSO QUE DA LISO E BURRO METIDO NO FUTEBOL.

26 de fevereiro de 2015 at 5:50 pm Deixe um comentário

Posts antigos


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.