Archive for fevereiro, 2010

Hoje tem jogo dos desesperados em Santarém! (Adilson Brasil)

Em um verdadeiro jogo dos desesperados,com o objetivo de fugir das últimas colocações no campeonato paraense de 2010, São Raimundo e Ananindeua se enfrentarão hoje a noite em Santarém.

O São Raimundo está pronto para mostrar que está em franca ascensão. Depois de ter estreado na Copa do Brasil com uma bela vitória em cima do Botafogo (RJ) por 1 a 0 no estádio Barbalhão, o time do técnico Flávio Barros buscará hoje, diante do Ananindeua, melhorar a posição na tabela de classificação. A Pantera ocupa atualmente a lanterna da competição com apenas 2 pontos, e quer passar para o seu adversário, que é o penúltimo colocado com 3 pontos.

A equipe mocoronga folgou apenas no domingo, em virtude das fortes chuvas que caíram em Santarém, tendo trabalhado intensamente nos dois últimos dias para o confronto desta quarta-feira pela quinta rodada do primeiro turno. Para esta partida, o técnico Flávio Barros ainda não poderá contar com seus mais novos reforços: Flamel (meia), Ítalo (atacante) e Alex Carioca (zagueiro). Eles ainda não estão regularizados.
ADVERSÁRIO

A maior novidade pelo Ananindeua é a estreia do presidente do clube, Afonso Almeida, também como treinador da equipe da Tartaruga. Afonso Almeida resolveu assumir a equipe após demitir o técnico português Luis Oliveira – a gota d’água foi a derrota para o Independente (3 a 1) pela quarta rodada. Nildo Pereira foi contratado a princípio para ser o auxiliar-técnico da equipe.

Para a partida de hoje, Afonso Almeida decidiu mudar o esquema tático, passando do 3-5-2 para o 4-4-2.

Façam as suas apostas, quem ficará hoje com a lanterna do Parazão?

Anúncios

17 de fevereiro de 2010 at 2:00 pm Deixe um comentário

CUIDADO, LEÃO! (CARLOS CASTILHO)

O Remo deve colocar as barbas de molho. A partida deste sábado em Tucurui não vai ser mole não! Pelo retrospecto o Leão pode ser considerado o favorito. Afinal é melhor em tudo. Ataque, defesa, pontuação e liderança do Parazão. Só que a partida será em Tucurui, onde o Galo pretende cantar mais alto. Vi o Independente jogar duas vezes neste campeonato, contra o Paysandu na estréia e diante do São Raimundo, este um jogo atípico, pois foi disputado debaixo de um verdadeiro dilúvio. As qualidades do Galo são: um miolo de zaga muito seguro, onde o colored Roierto é o grande destaque. O meio campo tem o seu ponto alto no criticado Adelson, que apesar do comportamento indisciplinado dentro e fora de campo, joga muita bola. Aliás se este jogador tivesse cabeça estaria jogando em qualquer grande equipe do Pará e até mesmo do Brasil. O ataque é regular, mas bastante fuçador. Deve dar um trabalhão ao Leão Azul. Só que Sinomar sabe da pedreira que vai ter pela frente, principalmente porque a torcida de Tucurui quer fazer a diferença. O grande problema a ser resolvido é a contusão de Welber, que ao lado do Gian, dá o ponto de equilibrio ao lider do Parazão. Este ano os dois se encontraram apenas uma vez, durante um amistoso que acusou um empate e isso pode ser um bom sinal para o Galo. Quem pode fazer a diferença é o paredão Adriano e o perigosissimo Helinton, que já desperta interesse de grandes clubes do Brasil. Por tudo isso é bom exclamar: Cuidado, Leão!

11 de fevereiro de 2010 at 9:49 pm Deixe um comentário

A VOLTA DO FILHO PRÓDIGO. (CARLOS cASTILHO)

O filho pródigo voltou a Curuzu. Fabrício que fez de tudo para deixar o Paysandu e tentar a aventura de jogar no exterior já se apresentou a comissão técnica no Estádio vovô da cidade. Depois de muita especulação com nomes badalados como Danilo, Alex Oliveira e até Ricardinho (sic), os dirigentes bicolores agiram rápido e trouxeram o Bad Boy para resolver o problema da falta de criatividade do meio campo bicolor. O que a galera ´pergunta é se ele vai solucionar a falta de um bom distribuidor de bola e até mesmo de marcação de gols do time. Pelo que fez há dois anos a esperança é grande, mas é bom lembrar que Fabrício, foi, viu e não venceu nem na Turquia, nem no Rio, onde defendeu o Boa Vista e estava relegado a uma reserva inesperada. O certo é que a fiel está fazendo figa pro Fabrício acertar.

11 de fevereiro de 2010 at 3:11 pm 2 comentários

AINDA NÃO DEU

Ainda não foi ontem que o Papão quebrou o tabu de não ganhar jogos fora de casa. A partida contra o Potiguar esteve longe de ser aquela esperada pela galera. O adversário, bem limitado tecnicamente, poderia ter sido batido pelo clube bicolor, porem, mais uma vez, o ataque deixou a desejar. Novamente foi constatada a carência de um homem de criação no quadro alvi celeste. Sem ele a bola não chega em boas condições de finalização. Novamente Moisés foi o mais produtivo no jogo. Faltou acertar a pontaria. Mas se os “craques” rodados dentro e fora do Brasil não acertam o caminho do gol, porque exigir do nativo que resolva todos os problemas. De qualquer maneira o empate foi o resultado “meno male”, já que no jogo de volta terá tudo para garantir a vaga e bamburrar contra o próximo adversário, que deverá mesmo ser o Palmeiras. Mas isso fica pra depois.

11 de fevereiro de 2010 at 2:52 pm Deixe um comentário

VALEU, SÃO RAIMUNDO! (CARLOS CASTILHO)

Quem pensava que o Pantera mocorongo fosse ser eliminado logo na sua estréia na copa do Brasil caiu do cavalo. O time mocorongo mostrou porque foi campeão da série D e jogou água no fogão carioca. Além da bela vitória sobre uma das principais equipes nacionais, integrante da elite brasileira, a torcida santarena mostrou que é também uma das melhores do Brasil. Mais de 15 mil pagantes compareceram e vibraram intensamente no Colosso do Tapajós, o Barbalhão, mostrando que aqui no norte também se joga um grande futebol. O Mundicão fez uma bela exibição e justificoi inteiramente a conquista da série D no ano passado. O importante para o São Raimundo foi se impor e não mostrar em momento nenhum temor ao adversário. Sabendo contê-lo na hora certa. E olhem que o ataque do Botafogo tinha nada mais, nada menos, que dois estrangeiros que vinham estraçalhando no campeonato carioca: Herrera e El Loco.
Agora é pensar no Parazão e na recuperação ainda neste primeira turno e isso já começa na próxima quarta feira contra o Ananindeua. Já o jogo da volta no Engenhão contra o Bota fica pra mais tarde.
É por isso que todo o Pará está gritando: Valeu, São Raimundo!

11 de fevereiro de 2010 at 2:05 am Deixe um comentário

CERTO OU ERRADO? (CARLOS CASTILHO)

Achei mito boa a atuaçã do árbitro Paulo César de Oliveira no clássico. A expulsão de Ramon foi correta, pois o jogador já tinha pegado cartão amarelo em lance anterior e voltou a cometer uma falta merecedora do amarelinho. Lógico que teria de ser expulso. Um lance polêmico e que merecea minha contestação foi a aplicação do cartão amarelo quase no final da partida ao goleiro alvi azul Alexandre Fávaro. Na interpretação do árbitro e de alguns integrantes da imprensa o lance foi meesmo para o amarelinho, mas eu discordo. Quando o goleiro bicolor perdeu a bola e foi driblado pelo atante remista, Helinton, o goleiro o segurou e teria de ser excluido do jogo. A regra fala que sendo o goleiro o último homem e indo o jogador que recebeu a falta em direção do gol, deverá ser aplicado o cartão vermelho. O próprio Fávaro declarou ao microfone da Rádio Clube, para o repórter Dinho Menezes que cometeu a falta pois não tinha outra alternativa, já que Welinton iria ficar livre para marcar pois estava progerdindo em direção ao seu arco. Em todo caso relevo a falta cometida pelo Paulo César, já que na sua intepretação o jovem avaçado do Remo nãi ia em direçã ao gol bicolor.
Mas como bem dizia o saudoso Edyr Proença: Opinião não se discute. Certo errado vai depender da visão de cada um. Eu já expressei a minha

8 de fevereiro de 2010 at 1:35 am Deixe um comentário

VALEU, GOVERNADORA! (Carlos Castilho)

Tanta gente remou contra o RePa de domingo, que o público de quase 29 mil torecedores no Mangueirão, só pode ser creditado aos fanáticos torcedores de Remo e Paysandu e da determinação da Governadra Ana Júlia, que recorreu a última instância para ver o mais badalado clássico do norte do Brasil ser realizado. Engraçado como tem gente que não conhece nada de futebol e mete o seu bedelho só para atrapalhar. Os parabens vão para os torcedores azulinos e bicolores que deram uma demonstração extraodinária de força e fidelidade aos seus times, pois com tudo o que aconteceu até quase meio dia de sábado e ainda proporcionar um dos maiores públicos de toda a rodada nacional deste final de semana é de se tirar o chapéu. Agora que acabou o jogo e que nada, mas nada mesmo aconteceu, ainda vai ter gente dizendo que o Mangueirão não é seguro. Meus aplausos a Governadora, que mostrou toda sua autoridade e competência garantindo a festa e mostrando uma habilidade sensacional.
Quanto ao jogo teve mais momentos fracos que fortes. O escore foi justo e mesmo tendo o Papão jogado mais de 50 minutos com um jogador a mais, faltou competência para deecidir o jogo. Pior que quase sai derrotado.
Agora é concluir o que falta no Mangueirão e continuar dando oportunidade pra galera mostrar que é quente mesmo.

8 de fevereiro de 2010 at 1:19 am 1 comentário

Posts antigos Posts mais recentes


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.