SERÁ…? (João Cunha)

2 de junho de 2010 at 5:10 pm 2 comentários

Que, após 101 anos de campeonatos paraenses, finalmente chegou a hora de um Clube do Interior ser Campeão? Castanhal em 2000, Ananindeua em 2006, Marabá em 2008 e Santarém ano passado, chegaram perto, se sagrando vice-campeões. Bateram na trave. Agora em 2010, o Águia de Marabá tem a oportunidade de, mais uma vez, decidir o Parazão. Com a vantagem de ter vencido o jogo de ida,  atuará  por dois resultados, domingo, no Mangueirão, diante do Paysandu. Para o Papão,  este poderá ser apenar mais um título em sua história vitoriosa. Já para os comandados de João Galvão, o título, se vier, será inédito: o primeiro para o Interior do Estado. Embora o Tribunal continue fazendo das suas, o melhor momento e conseqüentemente a motivação maior, continuam a ser do Águia. Noventa minutos nos separam da resposta e o Paysandu terá que suar um bocado para reverter esse quadro.

Que a volta dos “três mosqueteiros”, Sandro, Thiago Potiguar e Fabrício, será suficiente ao Paysandu para chegar ao título de 2010? Isso só o tempo dirá. Muita coisa estará em jogo. O Paysandu teve 21 dias de preparativos para a decisão. Tudo o que foi dito ou feito, de lá pra cá, pesará, favorável ou não, aos propósitos do Paysandu: dispensas realizadas;  contratações feitas sem a anuência do treinador; declarações pouco motivadoras da Diretoria às vésperas dos  jogos decisivos.  Até o pagamento da premiação do turno, pelo visto, não teve o efeito desejado. Tudo isso, porém, pode ser resolvido até a decisão. É preciso inteligência, cautela, muito trabalho e dedicação de todos. O torcedor acredita! Se cada um fizer a sua parte, dentro e fora do campo, tudo se resolve. Ai, só faltará, como diria Garrincha, combinar com o adversário. Resposta domingo no Mangueirão.

Que os nossos clubes ficam velhos e não aprendem a formar um bom grupo de jogadores, dentro da nossa realidade, para serem campeões? Remo e Paysandu  há muito tempo vem apanhando nesse importante quesito. Por isso, nosso prejuízo é tamanho. Continuamos trazendo “gato por lebre”, geralmente pagando muito por mercadoria duvidosa. Gerando  jogos chinfrins; derrotas vergonhosas; últimas divisões em campeonatos brasileiros; dívidas monumentais; leilões e, claro, o descaso com a prata de casa. Bastou o São Raimundo de Santarém anunciar as contratações de Souza, Tetê e Jailson, para surgir torcedor protestando,  mal acostumado com a farra da capital. É cultural. O costume do cachimbo põe a boca torta. Passa da hora da reação. A escolha da Comissão Técnica e formação de plantel precisam ser mais bem direcionadas. Chega de prejuízos antecipados! Precisamos de mais coragem, inteligência e poder de decisão para fazer diferente. Nossa torcida é de primeira, mas não conseguimos sair das últimas divisões. Chega de amadorismo! O Ceará é o maior exemplo do uso da razão em vez do coração no futebol profissional. Por que não seguir os bons exemplos?

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

E AGORA… JOSÉ? É TEMPO DE SELEÇÃO! (João Cunha)

2 Comentários Add your own

  • 1. cabral  |  6 de junho de 2010 às 10:23 pm

    PAPÃO- O 2º maior detentor de estaduais do Brasil
    OS MAIORES CAMPEÕES ESTADUAIS DO BRASIL:

    1º- ABC De Natal …………………………51 estaduais

    2º- Paysandu ………………………………..44 estaduais

    3°- Bahia ………………………………………..43 estaduais

    Responder
  • 2. Marcel Costa  |  15 de julho de 2010 às 5:04 pm

    Caríssimo Guerreiro.
    Sou paraense, médico, resido em São Paulo atualmente por motivos profissionais.

    Vai começar mais uma vez o Brasileirão para o Paysandu, e mais uma vez (pelo quarto ano consecutivo) na série C. Mais uma vez, nós torcedores, nos enchemos de esperanças para que o nosso time alcance conquistas dignas de nossos merecimento como torcedores, mas como clube as coisas não são bem assim… Primeiro ano na C, só não caimos para D porque esta não existia. No ano seguinte, sem vitórias fora de casa, fizemos papel de bobo num jogo decisivo contra o Rio Branco… Ano passado, um mata-mata decisivo nos separava da jamias imaginada demora ao retorno a série B… Contra um time fraquíssimo tecnicamente, Icasa… Humilhados com sonora goleada que só demonstrava o nosso nível técnico real, não o que queremos acreditar por nosso amor as cores alvi-azuis… A minha pergunta agora é só uma… O que foi feito de diferente esse ano para que possamos de fato acreditar que tudo será diferente?????? O que mudou????? A propósito, o nosso atacante ainda é o Zé Augusto????

    Boa Sorte PAPÃO!!!!!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: