Archive for julho, 2010

BOLA PRA FRENTE

POSITIVO – Equipe da Rede Atletismo-Celpa venceu 1º Campeonato Brasileiro Caixa de Menores, organizado pela CBAt. Adriely Rodrigues e Emylyr da Conceição ganharam ouro nos 1.500m e lançamento de dardo, enquanto Ana Carolina Pacheco foi prata nos 2.000 e bronze no revezamento. Valeu!

NEGATIVO – Atacante Moisés precisa de um orientador, pois tem chegado atrasado até no tratamento a que se submete para recuperação mais rápida na Curuzu. Nada de empolgação, garoto!

Lá e Cá

Próximo jogo treino do Remo, terça-feira, já será à noite e com ingressos pagos diante do Kyikatejê. Time indígena ano passado empatou com o Leão Azul, no Baenão, de 1×1, quando Aru Sompré deu show e causou grande bafafá nos arraiais azulinos. Era o tempo do Sinomar Naves.

Dirigentes do Remo já confirmaram e solicitaram oficialmente realização dos jogos dos dias 8 e 15 de agosto, contra América-AM e Cristal-AP, no Mangueirão. Esperam repetição do fenômeno de público de 2005, pois serão dois domingos.

Lateral Levy festejou seu aniversário (22 anos) contabilizando 77 jogos no time principal do Remo, ele que é de Igarapé Açu e começou nas divisões de base.

Técnico João Carlos, do Cristal-AP, esteve em surdina no Mangueirão e assistiu Remo 2×1 Cametá. Para domingo vai barrar goleiro Filipi e colocar Rafael, bem como estrear o lateral Chiquinho contra os azulinos.

É tanto empolgação para jogo de domingo do Cametá contra o América-AM que já está programado o Carnametá para depois da partida. Calma, gente!

Técnico Walter Lima anunciando o São Raimundo no 3-5-2 diante do Águia, sistema que os marabaenses jogam há três anos. América-AM também vem com três zagueiros, na Série D, para encarar o Cametá.

São Raimundo poderá ter sábado, em Marabá, a seguinte equipe: Labilá, Erí, Filho e Preto Marabá, Paulo de Tárcio, Marcelo Pitbul, Beto, Flamel e Souza, Déo Curuçá e Marinélson.

Dirigentes do Paysandu vão solicitar carga máxima (16.500 lugares) no jogo do dia 1º contra o Águia. Caldeirão vai ferver! Já os marabaenses pediram à FPF apenas 2.600 ingressos para sábado contra o São Raimundo (capacidade é de 5.100). Se todos vendidos renda de R$ 61.000,00.

América-AM sairá uma hora da madrugada deste sábado de Manaus e vai passando para enfadonha e cansativa viagem até Cametá, aonde técnico Sérgio Duarte quer fazer reconhecimento do Parque do Bacurau. Presidenta Bruna Parente à frente da delegação.

Técnico Tarcisio Pugliesi, por problemas técnicos e físicos sacando quatro jogadores do time do Rio Branco para pegar o Fortaleza:  Ananias, João Vitor, Macaé e Ismael. Ley é retorno certo à lateral direita.

Fortaleza deixará capital cearense, amanhã, 6 horas, com destino a Rio Branco-AC e Santarém. Para jogo no Acre o zagueiro Gaúcho substituirá Cesar Gaucho (expulso contra o Águia), que só voltará ao lado de André Turato frente ao São Raimundo.

Domingo próximo acontecerá a final dos Jogos Estudantis do SESI com a partida entre Albrás e Alunorte, em Barcarena, 9 h, no campo da subprefeitura.

Com todo tudo respeito à Funtelpa, mas acho um desserviço transmitir ao vivo jogos de Remo e Paysandu em Belém. É dar com a mão direita e tirar com a esquerda. Por sinal, como estão fazendo falta os prometidos 400 mil para despesas de transporte dos clubes.

Bom empresário é tudo: volante Sandro Silva, ex-Mirassol, Remo, Palmeiras, Ceará e Botafogo, vendido ao Málaga da Espanha pelo equivalente a cinco milhões de reais. Aqui não deu um chute!

HOMENAGEM – Adilson Tomaz Brasil da Cunha, o Adilson, ex-corneteiro da charanga da Torcida Sangue Azul, comandada pelo saudoso José Miranda nos anos 70-80. É pai do plantonista esportivo Adilson Brasil e contador aposentado.    

 CLAUDIO GUIMARÃES

Anúncios

23 de julho de 2010 at 1:03 pm Deixe um comentário

BOLA PRA FRENTE

POSITIVO – Gêmeos paraenses Lucas e Gabriel Maués (15 anos) ganharam títulos de campeão e vice do Campeonato Brasileiro da Karatê Tradicional da sua categoria, em Goiânia. Habilitaram-se ao Sul-Americano, em setembro, aqui em Belém e mundial, em outubro, em Curitiba. Valeu!

NEGATIVO – Não dá para atender a acomodação do zagueiro Rogério Corrêa, do Paysandu, aceitando passivamente a reserva, pois se sabe da boa condição técnica que possui, além do seu passado no futebol brasileiro. Hora de reagir!

Lá e Cá

Linda e emocionante a festa dos 60 anos do amigo Rui Salles, sobretudo nas manifestações da sua mãe Dona Guilhermina, irmão Carlinhos, esposa Kay Delsen e filho Wagner Bisneto, que tem desejo de um dia ser presidente do Paysandu como foi o pai.

Fiquei na mesa dos “solteiros de julho” com Isan Guimarães, Djalma Chaves, Dorivaldo Belém, Ivo Amaral, Paulo Currupio Moraes, Emir Chaar, Sérgio Dias, João Salame e Ronaldo Porto, que inventou um tal de “uísque coado”.

Defesa do Remo que começou Brasileiro tomando gol do Cametá preocupa Giba. É bom lembrar que em todo o Parazão 2010, Leão azul só não foi vazado contra Ananindeua (6×0) e Santa Rosa (2×0), no primeiro turno.

Público em Rio Preto da Eva-AM para America-AM 3×1 Cristal-AP foi de 172 pessoas, renda de R$ 1.765,00 e prejuízo de R$ 5.908,01. Time base americano para enfrentar o Cametá: Nailson, Catatau, Fofão, Guará e Fiti (dois conhecidos), Cleiton, Clailson, Batista e Rondinelli, Charles e Felipe.

Formação do Cristal-AP para pegar o Remo: Fillipi, Felipe Mineiro, Tornado, Cristiano e Hélton, Pretão, Maurício, Márcio Serrão e Djalma, Vinícius e Têmisson.

Jogadores com passagem no futebol paraense e que estão no Mixto-MT (Grupo A-2 da Série D), possível adversário de Remo e Cametá se classificarem para 2ª fase: lateral Fabinho, atacante Patrick (titulares), lateral Parral, zagueiro Diego Barros e volante Bruno Lança (reservas).

Dimensões do campo de jogo de nossos estádios: Mangueirão e Curuzu (105mx66m), Baenão (105×72), Barbalhão (100×66), Zinho Oliveira (100×65) e Parque do Bacurau (100×70). Diferente do que muitos jogadores pensam o maior não é o Mangueirão e sim o Baenão.

Paysandu conta agora com quatro laterais: Aldivan, Edinaldo, Márcio Goiano e o atual titular Zeziel. No retorno de Moisés o técnico Charles Guerreiro pensa lançar o time com três atacantes, juntando Tiago Potiguar, Bruno Rangel e o “serelepe” artilheiro bicolor.

Mudança diretiva no Remo: Carlos Rebelo Jr assume o futsal e Max Fernandes Jr vai para o futebol, juntar-se a Lucival Alencar e Abelardo Sampaio. Papais por trás dando topo apoio.

Rairo e Marçal deverão entrar no time do Cametá na partida contra o líder América-AM. Por sinal, domingo é dia histórico no Parque do Bacurau, pois pela 1ª vez teremos ali um jogo interestadual e oficial de competição da CBF.

Faleceu o ex-tenista paraense Antonio Carlos Chalu Pacheco, o Kimura. Tiradentes perdeu também seu jogador Rafael. Fernando Carioca está renovando o “Tigre” para segundinha paraense e de conhecidos apenas Amaralzinho, Carlinhos Marahu, Arinélson e o veterano goleiro Malhado.

Nasareno Silva, ex-técnico do Paysandu, reassumiu o Bahia de Feira de Santana-BA para disputa da Taça Governador Jacques Wagner, que dá uma vaga à Série D de 2011.

Reinauguração do Ginásio Moura Carvalho, do Paysandu, só em agosto. Está um brinco, numa prova da boa aplicação do dinheiro público.

Zagueiro Ênio estreou no Remo fazendo gol de cabeça no jogo treino contra o Tiradentes (2×0). Bom começo!

HOMENAGEM – Alonso Pena Aymoré, o Alonso, ex-ala do basquetebol do Clube Julio Cezar e Remo nos anos 60. É renomado médico cirurgião plástico e músico nas horas vagas.

Cláudio Guimarães

22 de julho de 2010 at 5:22 pm Deixe um comentário

LINHA DE PASSE

Dias atrás, ouvi de um companheiro de imprensa a afirmação de que éramos muito exigentes para
com Paysandu e Remo no que concerne a suas equipes de futebol. Com todo o respeito, permita-
me discordar da opinião e explicar que: A análise feita, cobrando melhores atuações dos dois
grandes, é em função do potencial que avaliamos ter os elencos. Ninguém jamais iria exigir que
fosse tirado “leite de pedra” e quando cobramos é porque achamos ser possível. Essa postura, aliás,
não é privilégio nosso. Qualquer cronista responsável não pode e não deve se calar diante de uma
situação desse tipo. A crônica cearense chegou a considerar o resultado do jogo do Fortaleza diante
do Águia um vexame. Na avaliação deles, o time alencarino foi formado para ser campeão da série
C e um empate dentro de casa não pode ser aceito pacificamente. Paysandu e Remo iniciaram bem,
ninguém pode negar, suas participações no certame brasileiro. Contudo, podem melhorar. Essa
melhora vai levar o torcedor ao estádio, os adversários a mais cautelas e os próprios jogadores a
maior confiança no próprio taco. Para ficar claro: torcemos pelo bem do nosso futebol, nada mais.
Está causando buchicho o fato do jogo do Paysandu não ter passado pela televisão para Belém e o
do Remo sim. A explicação da Funtelpa é que o papão procurou entendimentos e pediu para que a
transmissão não fosse realizada e o Remo não. Vírgula. Se a Funtelpa estava certa de passar o jogo,
porque não anunciou a seus telespectadores com antecedência? De todo modo é um alerta para o
Remo não dormir de touca.
Não entendi as proporções dos dois jogos do final de semana em relação a renda e público pagante.
No jogo de sábado, a renda foi de R$ -101.194 e o público pagantes de 5.633 (média de 17,96).
No jogo do Remo, renda de R$ -69.028 para 4.443 pagantes (15,54). Por que diferença tão grande?
Com a palavra a Federação. Aliás, os clubes agora são os grandes responsáveis pela parte financeira
dos eventos nacionais. No jogo de sábado na curuzu, tinha muito mais gente do que a quantidade
anunciada.
Águia e Cametá, nossos representantes do interior que já estrearam no brasileiro, deixaram ótima
impressão. O Águia foi prá lá da conta. O empate em Fortaleza apenas ratificou a fama de jogar
bem fora de casa e credencia o time de Galvão a uma campanha de alto nível. O Cametá perdeu,
mas teve momentos de domínio do jogo. As chances agora no próximo final de semana são maiores
ainda. O Águia joga dentro de casa contra o São Raimundo e o Cametá, também em casa, diante do
América de Manaus. É a hora de todos se ajudarem.
Todos sabemos da competência que os médicos que compõem os departamentos de Remo e
Paysandu possuem. Há, contudo, dois casos recentes que não foram muito bem esclarecidos e que
deixam dúvidas no torcedor. A situação de Raul do Clube do Remo, é ou não hérnia? Precisa ou
não de cirurgia? Moisés no Paysandu, poderá jogar na próxima partida ou a fissura que sofreu v ai
lhe tomar mais tempo. São dois valores importantes de nossos grandes e estão fazendo falta.
Rui Guimarães

21 de julho de 2010 at 2:40 pm Deixe um comentário

Posts mais recentes


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.