Archive for outubro, 2010

“A BOLA NO BOLA” – Giuseppe Tommaso – 24.10.10

JOGOS ABERTOS

A Secretaria de Estado Esporte e Lazer – Seel encerrou a 5ª Fase dos Jogos Abertos do Pará no domingo que passou na Região do Baixo Amazonas. A competição é direcionada a atletas de 142 Municípios do Interior do Estado. Próxima etapa será da Região Sudeste em Marabá entre os dias 21 e 24 de outubro, em novembro Região Nordeste com sede em Bragança e a última etapa a Metropolitana com sede em Castanhal. Uma verdadeira festa do esporte.

PÉ QUENTE…

Diretoria do Águia agiu com todo profissionalismo para o jogo da volta no domingo em Natal contra o ABC, pois só a vitória interessa. Viagem antecipada e concentração em hotel na avenida litorânea. Com a deleção o vice-presidente da Federação José Ângelo Miranda. Rádio Clube transmite com Valmir Rodrigues e Marco Antonio. Dá-lhe azulão rumo a Série “B”, é a nossa última e única esperança em 2010…

REPLAY…

 

Mais uma vez o Paysandu se atrapalhou nas próprias pernas e “dinheiro” foi o grande vilão da história e que deixa o papão mais um ano na famigerada Série “C”. O grupo de jogadores e que tinham no volante Sandro o líder foram os maiores responsáveis pela derrocada bicolor. O erro do presidente foi ter esperado passar o jogo para denunciar os “mercenários”. Agora é juntar os cacos e promover uma verdadeira limpeza na curuzú, aliás, já começou.

 

 

 

MAIS UMA VEZ…

 

Assim como na época do presidente Arthur Tourinho, o volante Sandro sempre foi o interlocutor do elenco junto a diretoria, agora não foi diferente. Salários em dia e premiação ao gosto do presidente Luiz Omar, mas mesmo assim os atletas mostraram insatisfação e só fizeram exigências financeiras, jogar futebol foi secundário, aliás, fizeram “corpo mole”. Pobre Charles Guerreiro que embora tenha cometidos seus equívocos comandou um ninho de cobras. De herói a vilão, Sandro  está de contrato “renovado” até o final de 2011 e salário garantido de 35 mil mensais e por resolver a pendência na Justiça do Trabalho e uma ação que pode chegar a 2 milhões de reais. Segura tua onda LOP…

 

NO  TATOO

Tio Chico Salomão mandando convite e anunciando muitas novidades para a Festa do Halloween. No próximo sábado, dia 30, começa o famoso “Labirinto do Terror” no Tatoo Park, amanhã tem a festa a Fantasia e na terça o agito continua. Garotada agradece…

 

 

PENEIRADA

 

A Escola de Futebol “Descobrindo Talentos” que tem o comando dos ex-atletas Eivaldo, Paulo Sérgio, Ondino e Tita, e ainda conta com apoio do craque Giovanni vai promover uma super avaliação com profissionais do Vitória da Bahia, Antônio Carlos Anunciação, coordenador das categorias de base e o ex-zagueiro Flávio Tanajura que comanda o Time B do Vit´ria deverão estar em Belém, nos dias 27 e 28 de outubro no campo do Ceju  Garotada nascida de 1993 a 1996, inscrições 20 reais na sede da Arco-Correios, na Av. Pedro Alvares Cabral. Informações – 32430927 e 83123545. Sem dúvida uma bela oportunidade para a garotada boa de bola que não tem chance nos clubes profissionais.

 

“JUNTA”

Dentre os grandes bicolores a indignação é total com mais uma chance jogada fora para o retorno a Série “B”. César neves deixou entre linhas que uma “Junta Governativa” poderia ser a solução para tirar o Paysandu do marasmo e organiza-lo administrativamente. O maior exemplo é o sucesso da Unimed Belém e que é vista como exemplo administrativo pela Unimed do Brasil.

JOELHO OPERADO

Próximo sábado a bola vai rolar para a VI Edição da Copa de Futebol do Joelho Operado e mais uma vez com seus jogos sendo realizado na Arena dos Campeões, na Oliveira Belo. O médico ortopedista Erick Nunes responsável pela competição faz a convocação aos “atletas” operados e recuperados. Estaremos lá…

BAENÃO

Imagino o desespero do presidente Amaro Klautau com a decisão da Justiça do Trabalho. Sem prazo não tem venda, não tem memorial descritivo, não tem negociação e ponto final. Se for a leilão fatalmente a Agre/Leal Moreira vai pro martelo e com os valores bem abaixo dos anunciados. Pode ser uma tremenda jogada, ou a procura pode ser bem maior pela área ofertada ao mercado. E tem mais novidades: amanhã reunião do Condel azulino, não se espantem se o presidente Felício Pontes mudar de opinião e deferir o pedido do CD em relação ao presidente do Codir…

Anúncios

24 de outubro de 2010 at 12:27 pm Deixe um comentário

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 22.10.10

POSITIVO – Pois não é que a Timemania deu certo no ABC-RN, um dos times que mais arrecadam com a loteria. Ingressos para o jogo de domingo contra o Águia acabaram ontem.

NEGATIVO – Doze ex-jogadores do Remo, entre eles Canindé, Márcio Nunes, Márcio Loiola e Samir, deixaram procuração com um conhecido advogado, pois seus acordos em duas parcelas não foram honrados na primeira. Se dia 30 do corrente nada cair, Praça do Índio no Leão. É duro!

Lá e Cá

Presidente co CD do Remo, Felício Pontes, marcou para segunda-feira reunião extraordinária que vai decidir o destino do presidente AK. Recomenda-se reforço de segurança na sede azulina!
Com indeferimento do embargo que era contra a venda do Baenão, sobrou para Amintas Melo, Vieira Neto, Josias Campos, Osvaldo Campos e Heron Pereira multa de 600 mil reais aplicada pelo TRT. Cabe recurso. Com a negociação do estádio azulino acaba uma história de 97 anos.
Rafael Moura (ex-Paysandu) e Wellington Sacy (ex-Remo) brilhando na boa campanha do Goiás na Copa Sul-Americana. No Atlético-MG, auxiliar de Dorival Júnior é Ivan Rizzo, o Ivan, ex-goleiro do Paysandu na Primeirona de 1993. Ontem, roubaram 1,5 mil reais de Zeziel na Curuzu.
Vila Rica, que faz segunda melhor campanha da Divisão de Acesso, vendeu jogo e continuará em Santarém para enfrentar o São Francisco de novo. Técnico é Ricardo Goiano e o time base: Fábio, Meiote, João Paulo, Lucas e Jair, Allysson, Negrete, Robson e Rico, Joãozinho e Diego Índio.
Técnico Zé Carlos, da Tuna, inovará com o sistema 3-4-2-1 na 1ª fase do Parazão. Time base: Cleber, Cristóvão, Bruno Oliveira e Flávio, Hugo de Leon, Euler, Japonês e Júnior, Pituta e Fininho,  Patrick.
Remo disputou última vez Série B em 1994 quando foi 23º colocado entre 24 clubes. Paysandu se despediu em 2005, ficando em 21º dentre 22. Na Série B, última participação do Leão ocorreu em 2007 (19º entre 20) e do Papão sucedeu em 2006 (17º com igual número de clubes).
Contrato de Sandro com o Paysandu foi na verdade renovado e com aumento substancial antes da partida contra o Fortaleza aqui (1×1). Audiência do jogador no TRT contra o clube foi adiada para 30 de novembro.
Temperatura domingo de manhã em Natal, por ocasião do jogo ABC x Águia (9 horas) estará oscilando entre mínima de 25 graus e máxima de 30 graus e ventos fracos a moderados. Ingressos foram esgotados ontem, restando 30 para torcedores do Azulão, conforme solicitação.
O próprio presidente bicolor LOP afirmou que o projeto Time Negra (time com jogadores não aproveitados na Curuzu para disputa da 1ª fase do Parazão) tende a naufragar.
América-AM teve mudado pela 3ª vez local do seu jogo de ida contra o Madureira-RJ, pela semifinal da Série D.  Agora será domingo, 17 HBV, no estádio Dario Rodrigues Leite (Ninho da Águia), em Guaratinguetá-SP. Tudo por contra o clube carioca.
Empresário Émerson Dias (colocou zagueiro azulino Raul no Atlético-PR) é irmão de Márcio Gleidson Corrêa Dias e esposa de Graceanne Dias, ambos árbitros assistentes da FPF.
Diretoria Salgueiro reformou contrato do técnico Cícero Monteiro e Carcará mandará seus jogos daqui pra frente no Arudão. É lá que receberá ABC ou Águia pela semifinal da Terceirona. Se o Azulão passar jogará a 1ª fora e a segunda em Belém.
Querido Luiz Alberto Pacheco, velho companheiro do Escrete do Rádio, oficializando casamento no civil com sua companheira de 26 anos, Ana Cristina, hoje, 14: 30 horas, no Cartório de Val-de-Cans. À noite recepcionará em sua casa no Promorar.
Coronel Nunes (FPF) é quem vai apoiar o Águia em Natal. Paysandu fechando com Fágner e Edu Chiquita (Salgueiro) e Raul (lateral do Vila Aurora-MT). Landu no Ananindeua.

HOMENAGEM – Manoel de Jesus Lima Lopes, o Manelão, ex-centro avante do Abaeté, Vênus, Seleção Abaetetubense, Paysandu, Tuna (campeão série C de 1992) e Rio Branco-AC nos anos 80-90. É motorista da SEEL.

22 de outubro de 2010 at 10:46 am 2 comentários

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 21.10.10

POSITIVO – Diretoria do América-AM cansada de ter prejuízo, em que pese bons resultados em campo, aceitou proposta do Madureira-RJ (Ok da CBF) e jogará na semifinal da Série D em Juiz de Fora-MG (domingo) e Rio de Janeiro (4ª. Feira). Clube carioca pagará despesas. Atitude inteligente!

NEGATIVO – Com a faca no peito por pendências trabalhistas, diretoria do Paysandu poderá ter dificuldade para dispensar alguns medalhões. Hoje, na 7ª. Vara do TRT, 10h, audiência de Sandro, desaforada de Porto Alegre-RS, cujo valor da causa já ultrapassa dois milhões de reais. É duro!

Lá e Cá

Cruzmaltinos de alto coturno, entre eles Alírio Gonçalves, Augusto Viana e Nélson Carrasco, cogitando formar chapa para concorrer às eleições da Tuna. Idéia é revitalizar e sacudir o clube luso em todos os sentidos.
Mencionei aqui que poderia estar chegando a hora de Henricão (AP), no Paysandu, e logo o remista Emanuel Pampolha sugeriu Tom Farias no Leão Azul, sob o argumento de que foi excelente presidente da AP, ex-atleta azulino de basquete e filho do saudoso João Braga de Farias Júnior, um dos melhores presidentes do Clube de Periçá.
Numerologia que acompanhava o Paysandu e fazia o clube subir de dez em dez anos à Série A falhou. Por sinal, a piada do momento é que o Papão fez igual ao Michael Jackson: ensaiou, vendeu ingresso antecipado, preparou a festa e morreu em casa.
Fast Triatlhon na AP para os associados (natação, corrida e bike), neste sábado, dia 23, a partir de 8 h na sede campestre. Informações: 31819928. No futebol pelada, América PV empatou com Só Resenha (2×2) e Corruptos bateram Inter da Cremação (2×1) e sábado enfrentarão o Boax.
Águia fará coletivo amanhã no CT do América-RN. Vice-presidente José Ângelo Miranda estará em Natal apoiando o Estrelão em nome da FPF. Dos 15 mil ingressos colados à venda pelo ABC, oito mil se esgotaram até meio da tarde de ontem, inclusive as meias.
Falta de acerto salarial impedindo empréstimo de Levy, Ramon e Jorge Santos do Remo para o Ananindeua.
Vai ficar mais difícil sair da Série C se houver patrocínio e se confirmar o projeto do Brasil de Pelotas, Caxias e Federação Gaúcha para temporada 2011, com dois grupos de dez clubes atuando entre si em turno e returno, classificando-se os quatro melhores de cada para o mata-mata final.
Grupo do NN teria Paysandu, Águia ou ABC, América-AM, Araguaína-TO, Rio Branco-AC, Campinense-PB, CRB-AL, Guarany-CE, Fortaleza-CE e América-RN.
Na chave do sudeste, sul e centro oeste entrariam Caxias-RS, Brasil-RS, Madureira-RJ, Chapecoense-SC, Marília-SP, Criciúma-SC ou Macaé-RJ, Brasiliense, Ipatinga-MG, Santo André-SP e Luverdense-MT. Pelos menos o calendário do ano todo estaria todo preenchido. Aguardemos!
Clubes já certos na Série D do ano que vem: São Raimundo-PA, Alecrim-RN, Gama-DF, Juventude-RS, Brusque (campeão da Copa Santa Catarina), Gurupi-TO e Penarol-AM.
Médico Roberto Vital encarregado de colocar meia Cascata em condições de atuar pelo ABC, mas está difícil. Por outro lado, José Abdala (comara_lic@yahoo.com.br) insiste que o Águia está com salários atrasados. É só ganhar domingo que tudo se normaliza!
Listão de dispensas do Paysandu: Daniel Moraes, Jean Sá, Fabrício, Bosco, Fernandão, Márcio Goiano, Edinaldo, Aldivan, Da Silva, Rogério Corrêa, Tácio, Sandro, Zé Augusto e Marquinhos.
Hoje, empresas adquirentes do Baenão deverão apresentar Memorial Técnico Descritivo da Arena do Leão para o TRT (13ª vara) bater o martelo da venda. Por sinal, do lado da sede do Remo pode-se ler: “Nossa Senhora de Nazaré – Abençoe o Projeto da Nova Arena do Leão”.
Dois mil torcedores compareceram ontem à reabertura do Diogão, em Bragança, no empate Bragantino 0x0 Vênus pela Segundinha. Bom sinal!

HOMENAGEM – Paulo Sérgio Rodrigues, o Pinduquinha, ex-Campeão Paraense, do Norte e Nordeste e Brasileiro de Boxe na categoria mosca ligeiro nos anos 80. É carregador na Ceasa.

21 de outubro de 2010 at 10:29 am Deixe um comentário

LINHA DE PASSE – Rui Guimarães – 20.10.2010

O assunto de hoje não poderia ser outro. Aliás, será único. Os Clubes do Pará precisam urgentemente de Gestores, e Gestores competentes. Chega de aventureiros que sequer têm a dimensão exata da responsabilidade que lhes pesa aos ombros. O ano de 2010 deve ser esquecido pelas torcidas de Remo e Paysandu, pois foi um ano inútil para o futebol. Para aqueles que lutam para ver o torcedor recompensado por sua dedicação e apoio e para os que são bem intencionados no afã de ver de volta os bons tempos, é o momento de cobrar ainda mais.

A começar pelo Remo, as brigas internas e o autoritarismo de um presidente que não tem história para contar no Clube, envergonharam a nação azulina que hoje, como diz a canção, “anda falando de lado e olhando pro chão”. A falta de conhecimento de Gestão levou ao comprometimento do mais valioso patrimônio financeiro do Leão Azul, que em breve não mais será de Antonio Baena. Tenho insistido que, uma empresa que detém um ativo de 50 milhões de reais para ser conservador na avaliação, e deve 15 milhões, jamais poderia chegar aonde chegou. É pura incompetência ou má intenção. Por questão de justiça não posso atribuir unicamente a ele, presidente e sua diretoria conivente com o caso, a culpa pelo estrago. Conselho Deliberativo e Conselho Fiscal também têm sua participação. Em alguns casos pela omissão, em outros por não terem reagido ao engodo a que foram submetidos.  Amaro Klautau não deve ser esquecido tão cedo por metade dos desportistas deste Estado, e se possível, cobrado lá na frente. Esse senhor chega a comprometer o prestígio de uma das mais tradicionais famílias da terra a qual pertence. Para completar a tragédia, não ganhou absolutamente nada em termos de títulos para o Clube, apenas blefou. Apesar de você, presidente Amaro, amanhã há de ser outro dia.

No Paysandu o vexame está ainda mais latente. O que sempre alertamos na Administração bicolor da ausência do presidente LOP às decisões do Clube, contribui decisivamente para a desclassificação do time do Campeonato Brasileiro, perdendo uma chance impar de ascensão à série B. Os bajuladores ou descomprometidos com a verdade, ainda se arvoram a dizer que a Diretoria cumpriu com o seu papel e o elenco de jogadores é que falhou. Ora, em 20 meses, considerando as declarações de Maurício Maciel, funcionário do Clube e com conhecimento de causa, foram contratados 120 jogadores e em duas tentativas de subida o papão foi humilhado. Mesmo sabendo das brigas internas o presidente foi omisso e sem pulso para comandar o barco, capitulou. A última, por exigência e quase coação, renovou o contrato de Sandro até novembro do próximo ano, antes da partida de domingo passado. Também foi “peitado” por alguns jogadores que exigiram um mínimo de 200 mil reais como prêmio pela classificação e por fim, aceitou a covardia, se é que existiu, de Lúcio que preferiu não entrar jogando a partida decisiva contra o Salgueiro. Uma pessoa que se sujeita e beijar chuteira de jogador em nome da paixão e a cada final de jogo vai aos microfones de emissoras de rádio e televisão, cantar paródias de músicas de sua autoria, não tem postura para exercer a presidência de uma agremiação da tradição do Paysandu. É por isso que existe um fantasma no sono de muito dirigente bicolor, mas a torcida não esquece Arthur Tourinho por suas conquistas.

Rui Guimarães

20 de outubro de 2010 at 12:17 pm 1 comentário

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 20.10.10

POSITIVO – Atletas paraenses Márcio Breno, 19 anos, júnior do Aseel-Tucuruí, e Rogério, 16 anos, juvenil da Esmac, na seleção Brasileira de Handebol. Pará alcançou 1º lugar no ranking de medalhas da Copa Brasil de Triatlhon 2010 (brilhou o mosqueirense Sílvio Rodrigues). Valeu!

NEGATIVO – Tiago Potiguar denunciou que o presidente se cerca no Paysandu de gente não confiável e que torce contra. Outro jogador falou sábado a LOP que o bicho estava pouco. Lúcio desmentiu Charles Guerreiro de que teria pedido para não começar jogando. Vem mais coisa!

Lá e Cá

Em Natal o técnico Leandro Campos proibiu qualquer manifestação ou faixa com o mote “Vamos Subir ABC”. Está escabreado com o “Vamos Subir Papão”.  Curiosamente, acesso do ABC à Segundona poderá ocorrer no momento em que o América-RN estará caindo.
É bom esquecer o assunto Edu Chiquita (Salgueiro). Ele não está ilegal e em caso idêntico do Leandro Chaves (Duque de Caxias – Série B) o STJD nem tomou conhecimento.
Como os ex-presidentes da Assembléia Paraense, Ricardo Rezende e Rafael Levy deram certo no Paysandu e Remo, está na hora do Henrique Silva (Henricão) dar sua parcela de colaboração ao Papão, segundo opinião do bicolor Otávio Lima.
Certo está o jornalista Elias Ribeiro Pinto, ao enfatizar que antigamente as torcidas de Remo e Paysandu comemoravam feitos próprios e de um tempo para cá têm se notabilizado por festejar a desgraça do outro.
Erí, zagueiro sergipano com passagem no Sergipe, Confiança e São Raimundo, novo reforço do São Francisco e já à disposição do técnico Tiago Amorim, hoje, contra o Vila Rica, na Segundinha Paraense.
Náutico, Santa Cruz e Sport já colocaram seus estádios à disposição do Salgueiro de olho nos jogadores pretendidos pelo Remo: Clebson, Edu Chiquita (o mais veteranos – 33 anos), Rogério Rios e Fágner. Por sinal, Dadá, o paraense que virou lateral no Sport desperta o Corinthians-SP.
Salgueiro que teve premiação de 20 mil do Governador Eduardo Campos ao recebê-lo na volta de Belém, tem promessa de mais 50 mil na semifinal e 100 mil na final, além de mesmo tratamento dos grandes da Capital em 2011. Aliás, Salgueiro é patrocinado pela banda Limão Com Mel.
Arquiteto Euler Arruda confidenciou-me ter o empresário Lopo de Castro Júnior oferecido ao Remo, através do Dr. Benedito Wilson Sá, excelente terreno logo na entrada da Alça Viária por preço bem mais em conta que o do Aurá. Não me lembro do conselheiro Sá ter repercutido o caso!
Elmo Rezende Cunha-GO, escalado para apitar ABC x Águia, domingo, 9 da manhã no Frasqueirão, em Natal, nunca dirigiu partida de clube paraense (Data Japa).
Com o sucesso do jovem (na média) e barato time do Salgueiro, internautas e imprensa de Pernambuco fazendo campanha para dirigentes dos clubes grandes da capital evitar contratação de jogadores veteranos e meia boca, que só tem empurrado Sport, Santa Cruz e Náutico na ladeira.
Artilheiro do Salgueiro, Júnior Ferrim, tem alardeado que nunca perdeu para o Paysandu. Por outro lado, o diretor Lucival Alencar está dando uma parada no Remo após 20 anos. Vai votar sem apoiar ninguém no Leão e afirma ter o presidente AK visão futurista. Completou: “quem viver, verá”.
Jogadores do Remo que estarão se reapresentando segunda-feira próxima: Diego Amaral e Lino (goleiros), Alessandro, Levy, Ramon, San, Neto, Diego Azevedo, Paulo André, Joãozinho, Alan, Jorge Santos, Vando, Betinho, Lineker, Gleisson, Jonatan, Rogerinho, Ângelo e Wellington.
Águia viajará amanhã para Natal e já escalado: Alan, Ari, Edicleber e Bernardo, Sinésio, Analdo,Dias, Diego Biro e Vânder, Felipe e Torrô. Detalhes: Azulão é o time paraense que mais ganha jogos fora de casa e João Galvão completará a incrível marca de 100 jogos à frente do time.
General médico paraense Grimário Nobre de Oliveira (trabalhou no Paysandu) e antigo colega do Colégio do Carmo, lançará dia 5 de novembro, na 56ª Feira do Livro de Porto Alegre, sua obra “Gestão Gerencial de Saúde da Família”.

HOMENAGEM – Antonio Rodrigues Garrido, o Toléu, ex-piloto de kart, tendo sido bi-campeão paraense nos anos 90. É tradicional peladeiro, incentivador do boxe e empresário do ramo de transporte coletivo.

20 de outubro de 2010 at 12:14 pm Deixe um comentário

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 19.10.10

POSITIVO – Esporte amador salvou final de semana paraense: trouxemos seis medalhas de ouro do Torneio de Natação Mirim-Petiz, em Aracaju, e recuperamos a hegemonia nacional do boxe olímpico no campeonato disputado em São José do Rio Preto-SP. Ainda bem!
NEGATIVO – Charles Guerreiro, ex-técnico do Paysandu, instado na Rádio Clube disse que está na hora de se acabar no clube com ciúme de homem. Égua, siri!

Lá e Cá

Sobre a natação as medalhas de ouro no Mirim-Petiz, em Aracaju, foram de Jéssica Pantoja, Luiza Malheiro, Marcela Salgado e Vicente Reis, do Remo, além de Klaus Araújo e Vitor Moraes, da Tuna. Por equipe, paraense melhor colocado foi o Remo.
No boxe olímpico, em São José do Rio Preto-SP, ganharam o ouro Rodrigo Neves (mosca ligeiro), Jéferson Silva (pena) e Davi Souza (leve), na categoria adulta. Entre os cadetes o ouro foi de Renan Costa. Trabalho dos técnicos Ulysses Pereira, Rômulo Pinheiro, Juraci Oliveira e Carlos Trindade.
Quedas de Águia e Paysandu (derrocada histórica) serviram para acabar de uma vez por todas com a mística de que treino secreto e jogo em caldeirão favorecem o time da casa. Erros foram de todos: diretoria (contratações erradas), técnico (falta de comando) e jogadores (frouxura).
Gratificação do Salgueiro (300 mil) corresponde a quatro vezes a folha de pagamento. Na chegada a Pernambucano descobriram que a premiação se referia a 60 motos (doação). Terão que vender ou usá-las. Governo do Estado vai ajudar clube daqui pra frente e ampliar estádio municipal.
Dirigentes do Águia ainda acreditam no milagre em Natal (tudo é possível em se tratando do Azulão), aumentaram a premiação para 180 mil e técnico João Galvão deverá contar com a volta de Sinésio e Daniel.
América-AM que fez futebol baré festejar acesso depois de 11 anos, teve muitos problemas para viajar a Joinville, a ponto de passar a sacolinha e levar a delegação reduzida. Contudo, sobrou raça, mesmo depois de ter perdido o artilheiro Charles para o Avaí. Vai enfrentar o Madureira-RJ em Santarém.
Papão perdeu vaga na Série B seguidamente para times do interior do nordeste: Icasa-CE e Salgueiro-PE. Vexame bicolor favoreceu presidente Amaro Klautau (Remo) que deixará de ser vidraça sozinho e ex-Artur Tourinho, pois sua volta começa a ser pedida na torcida bicolor.
Torcida do Paysandu merece todo elogio pelo apoio ao time e comportamento. Gesto de aplaudir o Salgueiro ganhou repercussão nacional. Nota 10. Alias, bicolores e azulinos estão começando a aceitar tudo passivamente e sem fazer o chamado protesto pacífico.
Quem brilha ao lado de Hernanes, na líder Lázio de Roma, é o ex-zagueiro bicolor André Dias. Enquanto isso, aqui, domingo, Sandro, Tácio e Fabrício assistiram o jogo de dentro do campo sem pagar ingresso. Outro que está mandando ver é o veterano conterrâneo Luiz Mário, no ASA-AL.
Rogério Rios, Clebson (maior salário – 5 mil), Edu Chiquita e Fágner, do Salgueiro, comprovaram na Curuzu tudo o que se fala deles. Houve carreata na chegada do Carcará no interior pernambucano e cabeça raspada. Remistas querem os destacados atletas salgueirenses.
Águia perdeu invencibilidade de 12 jogos no Zinho Oliveira e o Paysandu de 38 partidas na Curuzu. E o técnico salgueirense Cícero Monteiro ainda ironizou: “vim para empatar de 2×2 e deixar a invencibilidade com eles, mas já que deu para ganhar, paciência”.
ABC, a um passo da Série B, também lidera a Copa do Nordeste com 27 pontos. Ingressos para domingo contra o Águia deverão se esgotar hoje. No Paysandu, nas duas vezes que Paulão e Da Silva jogaram juntos tomaram seis gols (Rio Branco lá e Salgueiro aqui).
Grupo do Paysandu na Série C de 2011 deverá ter Rio Branco-AC (sempre ele), América-AM (folha de 60 mil), Araguaína-TO (42 mil) e Águia, se não subir este ano. Isso se não pintar o Luverdense!
Reapresentação do Remo será na segunda-feira ao treinador Luis Paulo Carioca (base). Resta saber quem vai aparecer! Por outro lado, futebol paraense perdeu ex-técnico Arlindo Louchards, falecido no DF.

HOMENAGEM – Odvaldo Falaz dos Santos, o Dudu, ex-ala do futsal da Tuna, Cedro, Imperial, Paysandu e meia atacante do futebol do Liberato de Castro nos anos 70. É aposentado do Estado.

19 de outubro de 2010 at 12:10 pm Deixe um comentário

PAPO DO 40º – Ronaldo Porto – 18.10.10

A CATÁSTROFE (ANUNCIADA) DA CURUZÚ

 

Mais de 90% da torcida bicolor já contava com o time na série B em 2011, mas vai ter que se contentar novamente com a série C, esse inferno esportivo que alguns grandes clubes do Brasil têm que estagiar. E o Paysandu não consegue sair dessa situação, mesmo tendo tido excelentes oportunidades como no ano passado, quando dançou para o Icasa-CE e este ano, quando perdeu a maior oportunidade contra outro desconhecido, o Salgueiro-PE, que tem uma folha de pagamento de 80 mil reais, contra uns 300 mil, ou mais, do Paysandu, porém tem atletas que sabem honrar a camisa que vestem. Imagino a dor que o presidente Luis Omar está sentindo, porém a dor da torcida é bem maior. Bastava ao Paysandu a vitória dentro do Caldeirão, mas o que se viu foi a supremacia do time pernambucano. E agora, vai começar tudo de novo, inclusive a esperança da torcida.

 

ALTA TEMPERATURA

 

Muitas perguntas poderiam ser feitas à diretoria bicolor, mas entendo que não ser mais a hora. Esse negócio de grupo fechado, por exemplo, é negócio do passado; as contratações milionárias que nossos clubes fazem, não produzem mais nenhum efeito e têm que ser extintas definitivamente. P’ra perder com esses medalhões que vem p’ra cá fazer turismo, ganhar dinheiro e farrear na noite paraense, é bem mais interessante investir na base e formar atletas que ofereçam retorno. Existem atletas na Curuzú que nem entraram em campo, mas seus salários foram todos pagos, num erro infantil de quem os contratou. Não deram um chute sequer. Enfim, são erros cometidos todos os anos e que não conseguem tirar nossos times do buraco negro em que se meteram. E temos também que diminuir urgentemente a média de idade de nossas equipes. Chega de jogadores velhos e acabados. Chega!

 

BAIXA TEMPERATURA

 

Esses últimos meses, depois de muitas esperanças da torcida, só serviram para expor mais ainda os erros de quem dirige nossos clubes. No São Raimundo, ficou o exemplo de quem conquistou um título e não se preparou para, pelo menos, se manter na mesma divisão. Foi ascensão e queda em menos de um ano; no Clube do Remo, Giba vivia dizendo que seu time estava disputando o Campeonato do Leão Azul e não da 3ª divisão e o que se viu foi a tristeza estampada no rosto de cada torcedor depois da eliminação pelo Vila Aurora-MT, mais um time desconhecido, com todo respeito. E a torcida ainda viveu momentos de angústia com essa “tara” do presidente Amaro Klautau em vender o Baenão. O Remo não ascendeu e ainda perdeu seu estádio; o Águia ainda tem uma chance para se consagrar, depois de perder a primeira dentro de casa, mas quem acredita que o time marabaense ainda vire essa história? Vamos sonhar agora com 2011.

 

NO TERMÔMETRO

 

Diante de tantas catástrofes, louve-se aqui a atitude da torcida bicolor em aplaudir o time do Salgueiro em plena Curuzú; a fiel reconheceu a supremacia do time adversário, até porque já sabia que não tinha time à altura. /// Nada como um dia atrás do outro e um Salgueiro no meio para atrapalhar. Como já escrevi, a torcida bicolor já se considerava na segundona, mas a decisão dentro de campo mostrou ao contrário e os fogos azulinos estouraram na cidade depois do apito final. Se o Remo estava no buraco, o Paysandu resolveu ser solidário e não quis subir. /// Uma hora depois da catástrofe bicolor, dirigentes do Remo, à frente o diretor social Henrique Custódio, já estavam no Gold Mar Hotel, esperando Rogério Rios, Kleberson, Edu Chiquita e Fagner, jogadores do Salgueiro, que teriam inclusive assinado um pré-contrato com o Leão Azul. De novo a gente começa de modo errado, bastando lembrar-se do Paysandu que foi buscar Tiago Potiguar, Álvaro e Vaninho do Icasa. /// A entrevista do Amaro Klautau ontem no Gastando a Bola, dada ao repórter Paulo Caxiado, parece que só sensibilizou mesmo o próprio repórter. O presidente remista está tão repetitivo que até enjoa. Ele e sua diretoria não ganharam absolutamente nada, nem “cuspo à distância”. Mas em matéria de venda de imóveis, convenhamos, o Amaro foi melhor – ele e seus corretores de plantão – que o “Dentinho”, da Azevedo Barbosa. /// Antônio Claudio, o “Louro”, desabafou no microfone do Dinho Menezes, declarando que sempre foi voto vencido nas contratações de alguns bondes que vieram p’ra cá. Disse também que quer continuar ajudando o Luis Omar e quem vier por aí, mas anda desmotivado. /// No Remo, os preparativos para as próximas eleições estão acirrados, mas até agora só o Minowa é pré-candidato. Tonhão e mais dois beneméritos estão formando uma chapa forte para o Conselho e os 100 integrantes vão apontar o presidente, que pode ser o próprio Antônio Carlos Teixeira. Existe ainda outra chapa em formação, à frente o diretor Henrique Custódio. /// Uma boa semana a todos e viva Jesus!

 

E-mails: rporto@supridados.com.br

18 de outubro de 2010 at 12:06 pm Deixe um comentário

Posts antigos Posts mais recentes


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.