PAPO DO 40º – Ronaldo Porto – 13.12.10

13 de dezembro de 2010 at 12:10 pm Deixe um comentário

E VAI COMEÇAR TUDO DE NOVO

Nos últimos anos estamos nos enchendo de otimismo no final de cada temporada e depois, depois só contamos os prejuízos e os dirigentes dizem que tudo vai mudar, ano que vem será diferente, pés no chão e tudo volta como dantes no quartel de Abrantes. Do ano que está findando para o que está entrando, o Remo vai ter que ganhar um turno do Parazão para conseguir vaga na final e se garantir para 2012 na Copa do Brasil, levando também uma vaga na série D, de volta ao “inferno astral” de onde dançou este ano para o Vila Aurora-MT. O Paysandu até que tem calendário: Parazão, Copa do Brasil e Série C e  as esperanças de subir para a B, isso se não aparecer outro Icasa-CE ou Salgueiro-PE da vida. A Tuna, essa nem se fala, continua seu caminho chamado “ioiô”, aonde só vai até onde a corda estica. E o Águia e o São Raimundo, vão tentar tudo de novo. Haja esperança.

ALTA TEMPERATURA

E apenas dois clubes vão passar para a próxima fase do Parazão 2011, aquela fase que vale mesmo. O Ananindeua perdeu a primeira, e logo para a Tuna, mas continuou na liderança com nove pontos; o Parauapebas, depois da brilhante vitória contra o fraco Belém assumiu agora a segunda posição com oito, deixando a terceira colocação para o Castanhal, que tragicamente perdeu para o Santa Rosa que era lanterna. A derrota do Castanhal fez o Japiim descer uma colocação e, o pior, deixou que Tuna e Abaeté, ambos com seis pontos agora, comecem a incomodar. O Abaeté derrotou o Time Negra, empurrando a filial do Papão para a lanterna. A rodada da semana promete indicar os dois clubes que irão para o banquete final; a Tuna pega o Parauapebas em casa, o Abaeté recebe o brasinha na terra da pinga, Ananindeua e Castanhal farão o jogo da rodada e finalmente Santa Rosa e Time Negra farão o jogo dos desesperados. E esperar e ver.

BAIXA TEMPERATURA

Não fica legal ao torcedor e até mesmo parte da crônica esportiva, ficar conjecturando se Paulo Comeli e Sérgio Cosme vão dar certo em Remo e Paysandu, pois como já disse lá em cima, vai começar tudo de novo. Novos artistas e figurantes nos mesmos picadeiros e nos temos que torcer para dar certo. Comeli trouxe sua comissão técnica e já andou fazendo incursões pelo Brasil na tentativa de trazer reforços, o que está difícil; até os considerados “prata da casa” estão pedindo entre oito e doze mil reais para vestir o manto remista. No Paysandu, Sérgio Cosme, após a cerimônia do “beija mão” por ocasião de sua apresentação, veio prometendo trabalho (isso todos dizem), forçar um time vencedor e também correu atrás de reforços. Somália, se depender do ex-futuro dirigente Antônio Cláudio Louro, já está vestido no manto bicolor. É esperar p’ra ver e torcer p’ra dar certo.

NO TERMÔMETRO

Ouvi o presidente do Pinheirense declarar que o time da Vila não quer mais disputar Parazão nenhum ou coisa parecida. Queixou-se na Turma do Bate Papo de falta de apoio dos homens da Federação, que só ligam para os clubes “sem campo”. O Santa Rosa é um exemplo, pois fica vagando em várias cidades do interland e nunca joga em Icoaraci. É verdade. /// Durante a semana que passou ouvi falar de alguns jogadores, que já estão além do horizonte, querendo brecha no Baenão e Curuzú. Tomara que os novos dirigentes tenham juízo. /// Essa do Ferreirinha pegou todo mundo de surpresa, de calça curta, como se diz na gíria. Algumas pessoas de Marabá esperavam por isso, mas aqui na capital, todos ficaram perplexos, inclusive eu. /// As vitórias de Tuna e Abaeté na rodada do último final de semana, provaram que, mexendo a coisa pode melhorar. Na Tuna, trocaram o motorista pelo cobrador e o carro andou. Ney Sorvetão, que fez a melhor campanha da fase inicial, assistiu a reabilitação do Abaeté depois da sua demissão. /// Aproveito para dar os parabéns aos amigos Joércio Barbalho, Cláudio Guimarães e Miguel Sampaio, três dos muitos homenageados pela Câmara de Belém na última quinta. O “caboclinho” recebeu merecidamente o título de Cidadão de Belém, ele que nasceu em Bragança; Jojô Barbalho levou a comenda Brazão D’armas, a mesma ofertada ao Miguel, um desportista de mão cheia, pois onde ele mete a mão, vira ouro. Parabéns ao trio e a todos os homenageados. /// E os nossos estádios estão em segunda época nas vistorias. Todos, sem exceção, têm problemas para abrigar jogos. E o Parazão que vale mesmo vai começar na segunda quinzena de janeiro, logo após o Torneio das Guianas, onde Leão e Papão estarão faturando uns trocados. /// Uma boa semana a todos e viva Jesus!

E-mails: rporto@supridados.com.br

Entry filed under: Uncategorized.

A Bola no Bola – Giusepppe Tommaso – 12.12.10 BOLA PRA FRENTE – Claudio Guimarães – 14.12.10

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: