Archive for fevereiro, 2011

PAPO DO 40º – Ronaldo Porto – 28.02.2011

PAPÃO VACILOU E O LEÃO COMEMOROU

 

Iniciei a semana achando que o Paysandu terminaria em primeiro, o Remo em segundo, o Independente em terceiro e o Cametá em quarto. No meio da semana, com a bela vitória fora pela Copa do Brasil, o Paysandu aumentava a minha certeza, mas como futebol é uma caixinha de surpresas, o papão me decepcionou, a mim e toda a torcida bicolor. A derrota para o São Raimundo em Santarém acendeu a luz amarela para os jogos decisivos, já que a zaga bicolor continua tomando dois ou três gols por jogo; legal, quando faz mais e toma menos, mas ontem a paciência da torcida se esgotou, já que dois gols do Mundicão foram marcados pelo baixinho Sató. No final da partida, a mesma choradeira de sempre contra a arbitragem, os apelos de alguns jogadores para a diretoria abrir o olho e coisas assim. Sérgio Cosme começou a entender como as coisas funcionam por aqui.

 

ALTA TEMPERATURA

 

O maior rival do Paysandu, que iniciou a rodada em segundo, com possibilidades de chegar em primeiro, fez o dever de casa, mas sofreu um pouco para chegar lá. A vitória do Remo sobre o Independente, somada a derrota bicolor para o Mundicão, deixaram o Leão Azul na boa, em primeirão para as decisões. Marçal, do Galo, poderia ter mudado a história da partida, mas faltou categoria para finalizar a bola mais fácil do jogo, categoria que sobrou para Fininho, no corte e no belo chute, indefensável para Evandro. Alegria nos vestiários azulinos, reclamações do Sinomar Naves quanto à arbitragem no Baenão e muitas explicações em Santarém por parte do Paysandu sobre um gol legítimo de Mendes. Foi a “vingança” de Charles Guerreiro, que conseguiu levantar o moral dos torcedores e jogadores do São Raimundo. Ao Mundicão só resta agora o 2º turno.

 

BAIXA TEMPERATURA

 

Enquanto isso a Tuna Luso estava focada na sua classificação em Cametá, mas o técnico Flávio Goiano sabia que a parada era indigesta. Fui claro na Turma do Bate Papo de segunda passada, acreditando na classificação do Mapará, até porque todos os detalhes do jogo se encaminhavam para isso. A Tuna precisava somente da vitória e olha que chegou perto, mas o time do Cametá soube se impor dentro de seus domínios, mesmo cedendo o empate por duas vezes durante a partida. O próprio treinador tunante no final da partida lamentava as chances perdidas e o Cametá ganhou a vaga com o empate nos noventa. Agora a parada do Mapará será mais complicada, já que pegará o líder Remo nas semifinais, que tem a vantagem dos dois resultados iguais. Mais uma vez a luta será da capital contra o interior.

 

NO TERMÔMETRO

 

Alex Oliveira foi uma das figuras da rodada, prejudicando o Paysandu com sua expulsão lá em Santarém, diga-se de passagem, uma justa expulsão; o meia bicolor afirmou que ouviu falar antes dos jogos decisivos que estava tudo preparado para o Remo ser o primeiro. Perdeu uma grande oportunidade de ficar calado. E porque não disse antes? /// Max Jarí foi outra figura negativa e parece que já vai até embora. Ganhou a chance de Comeli, entrou em campo e “ela” não parou de reclamar; “ela”, a bola. Errou todas as jogadas que participou e ainda impediu um gol do Adriano Pardal. /// Hoje à noite na sede da Federação de Futebol, a posse do companheiro e amigo Georgenor Araújo como novo presidente da Aclep, ao lado do seu vice Nildo Matos. Estarei lá prestigiando e desejo sucesso ao pequenininho e toda sua diretoria. /// Nesta quarta o Paysandu poderá fazer a galera esquecer a derrota de ontem para o São Raimundo; vai receber o Penarol do Amazonas pela Copa do Brasil e pode até perder por 1 x 0 ou 2 x 1, já que venceu lá dentro de Itacoatiara por 3 x 2. Fazia tempos que o bicola não ganhava fora. Cuidado com a zaga, Sérgio Cosme. /// Se o papão passar na quarta, pegará o Fortaleza, que eliminou o Fast-AM. /// Jogar na quinta, dia 11, em Cametá, está deixando os dirigentes remistas preocupados. É que o carnaval na terra do mapará só termina dia 13; segurança e vaga em hotéis de Cametá está preocupando os líderes do 1º turno. /// Lá vai o Remo novamente atrás de centro avante. Depois de sete rodadas no 1º turno, os atacantes do Leão Azul passaram em branco; Max Jarí ontem foi dose p’ra cavalo. /// No lado bicolor não precisa escrever mais aqui que o problema está na cozinha. Ou o presidente LOP faz uma lanternagem lá atrás, ou adeus tri campeonato. /// Uma boa semana a todos e viva Jesus!

 

E-mails: rporto@supridados.com.br

28 de fevereiro de 2011 at 3:24 am Deixe um comentário

A Bola no Bola – Giuseppe Tommaso – 27.02.2011

TÁ  FORA…

Desgostoso e decepcionado com o desmando e a péssima administração do basquetebol do Pará, o empresário Guy Peixoto e seu executivo Marcelo Souza no Grupo Horizonte, decidiram parar com os investimentos na modalidade, mas por enquanto. Quando retornar a intenção e formar parceria com Remo e Paysandu. A aposta está no nome de Antônio Pedro Caetano, ex- atleta como futuro presidente da Federação Paraense de Basquete. A base está sendo preparada e a FPB será colocada a limpo. Do jeito que está não dá pra continuar…

COMANDO ?

Com a saída do patrocínio do Grupo Horizonte neste final de fevereiro, é colocado um ponto de interrogação no comando do basquetebol adulto do Paysandu. Até aqui o técnico Adriano Geraldes tinha todo o respaldo do patrocinador, a partir de agora quem comanda é o próprio Paysandu. Saiu Antônio Pedro Caetano e assumiu a direção do departamento Fábio Leite. Sem patrocínio o projeto do basquete bicolor pode ficar pelo meio do caminho. Lamentável…

“POSSE”

 

Será nesta segunda, dia 28, no Auditório da Federação Paraense de Futebol a solenidade de posse da nova diretoria da  Associação dos Cronistas e Locutores Esportivos do Pará. Companheiros Geo Araújo e Nildo Matos vão comandar a ACLEP nos próximos três anos substituindo ao jornalista Ferreira da Costa que não estará presente lamentavelmente, o seu vice Valmir Rodrigues é quem vai passar o comando para a nova administração. Solenidade e coquetel começa às 19 horas. Estaremos lá…

CARNAVAL DO “TATOO”

Garotada já está preparando a fantasia, pois a programação de  Carnaval do Tatoo Park já está pronta e o Tio Chico Salomão manda o convite. De sábado a terça gorda vai ter festa todo dia de 14 às 21 horas, no Umarizal e na Cidade Nova com direito a Futebol de Sabão. Alegria total e de Fantasia…

QUEM É ELE?

O então diretor de futebol do Paysandu Fred Carvalho foi obrigado a deixar a função nesta nova gestão bicolor por exigência de alguns dirigentes que não concordavam com a postura usada pelo ex-diretor. Não mais que de repente Fred Carvalho aparece intermediando negociação de jogadores com outros clubes. O garoto Elielson emprestado ao Atlético Paranaense e a até anunciada venda do Tiago Potyguar ao Sport Recife. O cara tá com moral, com a palavra o presidente LOP. Tem gente no papão fula da vida…

COBERTURA TOTAL…

Um domingão especial de futebol com cobertura total da Rádio Clube. Estaremos em Santarém com São Raimundo e Paysandu, Cláudio Guimarães e Dinho Menezes, Em Cametá, Cametá e Tuna Luso, Carlos Gaia e Francisco Urbano, em Marabá, Águia e Castanhal com Rosivaldo Souza e no Baenão Remo e Independente, Ronaldo Porto e Rui Guimarães. De quebra tudo sobre a final da Taça Guanabara entre Flamengo e Boavista. Vai esquentar com o quê?

CAMISA 13 EM SANTARÉM

As ações da mais popular premiação do esporte paraense cada vez mais interiorizadas e onde tiver bola rolando pelo Parazão 2011. Neste domingo,as urnas itinerantes estarão no Baenão, em Belém e no Barbalhão, em Santarém, Incentivando o torcedor ao voto na escolha da Seleção dos melhores do campeonato. Como aquecimento para a jornada de hoje, a equipe do TC-13 bateu bola ontem a tarde lá em Santarém, na loja Yamada da avenida Lameira Bittencourt onde foi instalada a urna fixa de votação para o torcedor santareno. O encontro bastante concorrido contou com a presença de dirigentes do São Raimundo, autoridades, atletas, imprensa e clientes Yamada na chamada “Pérola do Tapajós”. Na foto, Belterra, entrevistado pelo companheiro Zaire Filho, ganhador de 7 troféus surgiu no futebol santareno e na capital vestiu as camisas de Tuna, Remo e Paysandú.

27 de fevereiro de 2011 at 1:19 pm Deixe um comentário

LINHA DE PASSE – Rui Guimarães – 26.02.2011

Não acredito em zebra na definição do último classificado para as semifinais do Parazão 2011. Aposto no Cametá, apesar de reconhecer que a Tuna está mais viva do que nunca pela vontade de seus jogadores. No entanto, por uma questão de merecimento, vejo o time cametaense mais próximo da vaga. Também faço o registro, mais apenas isso, sobre o jogo de Águia e Castanhal que teoricamente têm possibilidades de chegar. O Águia não merece porque foi muito mal e bem longe do que se esperava do time comandado por João Galvão. O Castanhal custou a tomar uma atitude como clube, permanecendo com Apeú no comando de um time que jamais se portou como competitivo sendo um time sempre instável no campeonato. Talvez a presença de Valtinho no comando possa dar a alavancagem que a diretoria do Japiim deseja, mas para o segundo turno.
 
A se confirmar a presença do Cametá entre os classificados e nada mais mudar, teríamos os confrontos Independente e Remo no dia 9 e Cametá e Paysandu no dia 10 de março próximo. Nos dias 12 sábado e 13 domingo, serão realizados os jogos de volta. Isso implica em dizer que vislumbramos um novo Re x PA para a decisão do turno se considerarmos que os jogos de volta das semifinais serão em Belém. Para as finais, é bom que se esclareça, haverá dois jogos entre os litigantes nas datas de 20 e 27 de março. Para Águia e Paysandu ainda haverá jogos de volta pela Copa do Brasil, para os demais o mês de março acaba aí mesmo.
 
Qual o motivo de um clube contratar oito jogadores para uma só posição e nenhum vingar? E mais: porque se insiste em trazer mais, sem nenhuma dispensa dos que não deram certo? É justamente o que está acontecendo com Remo e Paysandu. Até parece que combinaram. O papão está tentando zagueiros para compor sua parte mais deficiente do time. Atingiu oito contratações e chegaram ontem mais duas, e não conseguiu resolver a situação da zaga. Menos mal porque essas contratações estão sendo realizadas pelos dirigentes, que não são as pessoas mais indicadas para tal. E o que dizer do Remo que já está em sua oitava contratação de atacante e nenhuma vingou? Diga-se: todas realizadas por indicação do técnico Paulo Comelli. Se for um alento o Remo já mandou dois embora (?), mas “o cara” ainda não apareceu.
 
Sobre esse assunto, ouço a informação que Elielson, jovem atacante de 18 anos, descoberto nas divisões de base do Paysandu, foi cedido por empréstimo ao Atlético Paranaense e que Jorge Santos, zagueiro formado nas divisões de base do Remo foi emprestado ao Comercial do Mato Grosso juntamente com mais dois remistas. É curioso e por isso o amigo Claudio Guimarães diz sempre que são essas coisas que ele não entende. Nem eu. 
 
O presidente do CD do Paysandu, Ricardo Resende, cobrou dias atrás que Fred Carvalho, membro da diretoria de futebol do Paysandu se decidisse se ele é diretor ou empresário de jogador de futebol; Não houve resposta por parte do diretor, mas a atitude dele de ir a Recife tentar negociar Tiago Potiguar com o Sport é no mínimo suspeita. A negociação não deu certo e deixou o jogador pra lá de aborrecido. Ah, bons tempos da transparência real…
 
Rui Guimarães

26 de fevereiro de 2011 at 2:25 pm Deixe um comentário

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 25.02.11

POSITIVO – Troféu Camisa 13 (Zaire Filho) fará festa amanhã aqui em Santarém com instalação de urna fixa nas Lojas Yamada (orla). Veteranos Filiba, Lúcio Santarém, Pedrinho, Belterra e Darinta entre os convidados, além de Sérgio Cosme, Sandro e Lecheva, pelo Paysandu. Ótimo!

NEGATIVO – Justiça Trabalho sempre no calcanhar dos nossos clubes: sentença do treinador de basquetebol Carlos Montoril sairá dia 13 próximo e Paysandu poderá ser condenado a pagar 100 mil. Nova audiência de Sandro na quarta-feira, dia do jogo de volta contra o Penarol.

Lá e Cá

Paysandu em 2011 tem média de 3,3 gols no ataque e sua defesa deixa passar 2,1 tentos por jogo. Herbert não deu ainda a tranquilidade esperada lá atrás, mas é bom aguardar um pouco mais. Volante Alexandre Carioca precisa ter vaga definitiva no time.

Em Itacoatiara, entrada de Alex Oliveira melhorou produção de Sandro e artilheiro bicolor Mendes teve mais chance de cumprir sua função. Por sinal, média de Mendes no Papão é de 1 gol por jogo. Entendo que Alex deveria sempre começar jogando.

Paraense Bebeto, sobrinho do Edil, brilhou na Copa do Brasil contra o Botafogo-RJ pelo modesto River Plate-SE, onde atua também o zagueiro Valdson  Rupinol (ex-Papão).

Charles Guerreiro, Nicolau Barros e Nildo Pereira, da CT do São Raimundo, moram no mesmo hotel onde está hospedado o Paysandu. Na Pantera, atacante Cesar Augusto foi casar no RJ e meia Da Silva pediu para sair. Ney Carioca e Aldivan estrearão contra o Paysandu, domingo.

Programa Natação Cidadã, da Tuna, inscrevendo até dia 4 de março crianças e adolescentes de 8 a 15 anos. Basta procurar a secretaria do clube.

Rallye Iles Du Soleil (aqui vira Transmazone) tem apoio da SEEL mais uma vez e os barcos chegarão a Belém dia 1º de março.

Cobertura dos túneis, recuperação do placar eletrônico e novas catracas vão demorar um pouco no Mangueirão, pois demandam orçamentos elevados. Outras obras mais urgentes seguindo a todo vapor.

Para Remo e Independente domingo, no Baenão, 11.215 ingressos e se todos vendidos renda para R$ 143.855,00. Gratuidades serão 785. Arquibancada custando 15 reais. Ró e Pardal formarão mesmo a dupla de ataque e poderá sair o 1º gol de um avançado azulino no Parazão.

Adinamar Adib, técnico do Penarol-AM, se o time for eliminado da Copa do Brasil pelo Paysandu será substituído por Aderbal Lana, o “Rei das Selvas”.

Em resposta ao truculento prefeito de Manaus, paraenses lá residentes estão utilizando uma antiga peça publicitária papa-açai: “faça como o Rio Amazonas. Corra para o Pará”.

Escritor Hamilton Rodrigues colhendo dados para lançar livro sobre a história de Quarentena, o atleta do século do futebol paraense.

Atacante paraense Marcelo Brás, vítima de acidente de carro próximo de Terra Alta, dentro de dois meses voltará a treinar com bola no América-RN. Recuperação fantástica!

Depois de vitória sobre o AD Genus por 2×1, os Corruptos receberão no sábado o Ciclone. Comercial Clube, de Ananindeua, vai domingo a Americano levando equipes Sub-13, Sub-15 e másteres.

TV A Crítica só cobre os jogos do Campeonato Amazonense realizados na Capital e imagem apenas para o interior.

Só depende da dupla Remo e Paysandu para termos dois super-clássicos decidido o 1º turno, o que poderá significar 400 mil limpos no cofre de cada um. E a sede dos bicolores pela forra é latente.

HOMENAGEM – Sebastião Mendes Neto, o Mendes, ex-zagueiro do Corinthians, Portuguesa e Remo nos anos 60-70. Marcou época aqui no timaço de 1972 no primeiro Brasileiro do Leão. É sócio do irmão Izidoro em padarias em São Paulo e tem distribuidora de sal em Mossoró-RN.

25 de fevereiro de 2011 at 12:59 pm Deixe um comentário

Copa do Brasil 2011 – Baianos e Cearenses no caminho de clubes paraenses?

O Futebol paraense ainda esta disputando a primeira fase da Copa do Brasil de 2011.Mas apesar de  Paysandu e Águia de Marabá ainda estarem aguardando por seus jogos de volta, os seus futuros  adversários (em caso de classificação) da segunda fase já estão definidos.

Do lado do Paysandu, se a equipe bicolor eliminar o Penarol-AM na próxima quarta-feira (02) às 21h na Curuzu, o seu adversário será o Bahia, que ontem eliminou o São Domingos-SE (0x0 e 5 x1).

O time baiano não vai bem das pernas no campeonato estadual, ocupando no momento a quinta e penúltima colocação do grupo 1,com apenas 10 pontos. Pelo grupo 2, seu maior rival, o Vitória-BA, é líder com 14 pontos.O principal artilheiro do Bahia, no campeonato regional é Camacho com apenas 3 gols (3 gols atrás do artilheiro Marcos Neves do Atlético de Alagoinhas que tem 6 marcados).

O Bahia que trocou de técnico recentemente, saindo Rogério Lourenço e entrando Vagner Benazzi, vem de uma boa recuperação ao comando do seu novo treinador. No domingo passado, já ao comando de Benazzi, venceu o Vitória no clássico BA-VI pelo placar de 2  a 0. Já no seu segundo jogo, derrotou o São Domingos pela Copa do Brasil por 5 a 1. O time base do tricolor baiano é: Omar; Marcos, Thiego, Titi e Dodô; Rafael Jataí, Marcone, Boquita e Camacho; Jones e Rafael.

No próximo domingo, o Bahia terá pela frente o Fluminense de Feira de Santana às 16h, no Estádio Jóia da Princesa em Feira de Santana, pela 9ª rodada.

A última vez que Paysandu e Bahia se enfrentaram, foi no dia 24 de Setembro de 2003, pela 32ª rodada da Série A, no Mangueirão, com o placar apontando a vitória do Papão pelo placar de 4 a 0 (gols de Sandro, Velber, Lecheva e Souza).

Em números de confrontos, foram realizado até agora 13 jogos, com 6 vitórias do Bahia, 4 vitórias do Paysandu e 3 empates. Sendo 26 gols marcados pelo Bahia e 18 marcados pelos bicolores.

– Vozão no caminho do Azulão

Já pelo lado do Águia, em caso de classificação em cima do Brasiliense, na próxima quarta (02) às 21h em Taguatinga-DF,terá pela frente o Ceará , que eliminou na última quarta em apenas um jogo o Cuiabá-MT pelo placar de 2 a 0, em jogo realizado no Estádio Dutrinha no Mato-Grosso.

A equipe cearense na fase classificatória do primeiro turno do campeonato estadual foi a melhor, somando 29 pontos, com 5 pontos a mais que o seu maior rival, o Fortaleza, que conquistou 24.

O Ceará irá disputar no próximo domingo contra o Horizonte,uma semifinal deste primeiro turno em jogo único. O time tem como artilheiro o atacante Junior Pipoca com 4 gols marcados (3 gols atrás do artilheiro Niel do Guarani de Juazeiro, que possui 7 marcados).

O time do Vovô Alencarino  é comandado pelo técnico Dimas Filgueiras e o time base é: Fernando Henrique; Boiadeiro, Fabrício, Erivelton e Kleber; Michel, Euzébio, Geraldo e Vicente; Iarley  e Júnior Pipoca.

Águia e Ceará nunca se enfrentaram na história do futebol. Se for confirmado este duelo na próxima fase da Copa do Brasil, será mais um confronto inédito para a história do Azulão Marabaense.

  (Adilson Brasil – Rádio Clube do Pará)

25 de fevereiro de 2011 at 12:47 pm Deixe um comentário

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 24.03.11

POSITIVO – Cametá não teve jogador expulso no Parazão e sequer alguém pendurado até agora. Prova da disciplina implantada pelo técnico Fran Costa, que para ser coroada precisará da classificação no domingo.

NEGATIVA – Essa idéia do Remo de denunciar o cabo Hamilton Bombinha, massagista da Tuna e seu ex-funcionário ao Ministério da Aeronáutica não vai prosperar e a retaliação só se faz pelo clube ter sido revel na Justiça do Trabalho. É duro!

Lá e Cá

Presidente LOP descarta negociação de Tiago Potiguar enquanto não for tri-campeão paraense e subir para Série B. Mandatário do Paysandu confirma que notícia sobre saída de Rafael Oliveira é só especulação.

LOP também não aceita insinuação de que não pode sentar na mesma mesa com Ricardo Rezende ou que Izomar Souza não está se entendendo com Ruy Sales e Antonio Louro. Completa que agora é o só paz e amor, como tudo no Papão, aberto a quem quer ajudar.

Ano passado no Parazão, Remo contra o Independente foi 4×3 para os azulinos, em Tucuruí, e 3×3 no Baenão. Resta saber como se comportará o Leão de novo diante do Galo Elétrico, sem Tiaguinho, domingo próximo.

Paysandu no certame de 2010 perdeu do São Raimundo de 3×2, em Santarém, ganhando em nossa Capital de 3×0. Na domingueira contas a ajustar no Barbalhão. Aliás, Pantera pensa empinar no segundo turno com Vélber, Ney Carioca e Aldivan.

Curiosidades: aqui em Itacoatiara-AM, o Penarol é azul, o Botafogo (outro time local) é verde e Secretário da Juventude, Desporto e Lazer do município se chama Francisco Grana. Hoje à tarde, eu e Dinho Menezes alcançaremos Santarém para cobrir o Paysandu também no domingo para PRC 5 – Rádio Clube do Pará.

 Ex-técnico do Remo, Giba, tem no Joinville-SC o volante Júlio Bastos e o zagueiro paraense Pedro Paulo, que trabalharam com ele no Baenão.

Marquinhos (Sub-20), Luan, Renan e Dedel (sub-15 e 17), este último filho do desportista Zeca Madeireiro, estão tentando a sorte no Jabaquara de Santos, mandados pelo radialista Hailton Silva. “Jabuca” agora também é de Pelé, a exemplo do Litoral Clube.

Final do futsal intermunicipal tem tudo para juntar duas cidades vizinhas: Bragança e Augusto Corrêa. Sorte será lançada nos jogos de volta de amanhã contra Limoeiro do Ajuru e Melgaço.

Goleiro Paulo Wanzeller cansou de ser reserva no Paysandu e vai buscar melhores ares no América-RJ, com empurrãozinho do sogro Charles Guerreiro. Futebol ele tem! Há gente também reclamando de mais oportunidade para o lateral Hadson, na Curuzu.

Elsinho e Marlon, excelentes laterais do Remo, pelo menos estarão inteiros nas semifinais do turno. Max Jarí e Adriano Pardal pilotarão o ataque contra o Independente, com Wellington Silva podendo estrear durante a partida.

Vânderson tem sonhos maiores com o Paysandu nesta Copa do Brasil. Ano passado foi vice-campeão com o Vitória da Bahia.

Futebol pelada: Urucubarca reabiltou-se e bateu Castanheira por 3×2 em dia que o jogador Inácio matou a pau.

Arena do Palmeiras, empreendimento particular tocado em parceria do clube com Banco do Brasil e empresa W.Torre, ficará pronta em janeiro de 2013 e quer abrigar jogos da Copa das Confederações.

No Amazonas cada clube, indistintamente, recebeu 120 mil do Governo do Estado. Quem transmite jogos é a TV particular, A Crítica, que dá seis mil por jogo a cada contendor.

Por descaso do patrocinador e más administrações a CAPAF (Caixa de Previdência do Banco da Amazônia) quebrou mesmo ontem só pagou 30% dos aposentados. O resto (como eu) ficou a ver navios. E não há recursos para cobrir outras folhas daqui pra frente. Sonho de uma vida estável jogado no lixo!

HOMENAGEM – Ricardo Longhi, o Ricardo, ex-lateral esquerdo do Palmeiras, Paysandu, Bahia, Leônico-BA, Juventude e Pinheiros-PR nos anos 70-80. Joga no máster do Palmeiras e comanda o Sub-20 do Sanjoseense de São José dos Campos-SP.

24 de fevereiro de 2011 at 2:04 pm Deixe um comentário

LINHA DE PASSE – Rui Guimarães – 23.02.2011

Mais um ano de futebol nacional. Será mais um ano de sofrimento do torcedor? A pergunta é pertinente quando nos lembramos das últimas participações de nossas equipes em competições de âmbito nacional. Sempre vem a mente desastres, más atuações e desilusões na reta final que nem é bom lembrar. Paysandu e Águia vão representar o nosso futebol na Copa do Brasil a partir desta tarde. O Papão jogando fora de casa, mas com grandes esperanças de sucesso devido ao adversário, e o time Marabaense dentro de casa com um caroço muito duro para roer.

 

A tarefa do bicolor é menos complicada, pois seu credencial de líder do campeonato paraense acabou assustando o time Amazonense. Fala-se em Manaus em tentar evitar que o confronto não tenha uma única partida o que quer dizer que eles estão admitindo uma vitória bicolor com diferença de dois gols ou mais.

 

Em Marabá a história é diferente. Nosso representante é que vai ter de tomar muito cuidado para não ser surpreendido e até alijado no primeiro confronto. O Brasiliense é forte e, apesar de não estar com sua força máxima, tem moral para chegar e ganhar. Resta ao Águia se imbuir de valentia e tentar superar essa dificuldade muito grande.

 

O campeonato paraense poderá ter um problema a mais para resolver durante o carnaval. Se o quarto classificado para as semifinais for o Cametá e nada mudar nas demais posições da classificação, teremos os confrontos Cametá x Paysandu e Independente x Clube do Remo. Os jogos seriam nos dias 9 e 10, portanto, quarta e quinta feira após o período momesco. É viável? Haverá vagas nos hotéis para hospedar a delegação visitante? Depois, o torcedor estará com pique para os dois jogos? Vamos começar a pensar num plano B minha gente, antes de se começar a tomar a primeira.

 

Tiago Potiguar deve ou não ser negociado pelo Paysandu já? É a indagação que paira nos arraiais bicolor. Conversei com vários membros do CD alvi-azul e, quase a totalidade, responde com uma pergunta: Quanto fica para o papão?  Essa preocupação se justifica em função da informação que os direitos federativos do jogador têm dois donos. Metade seria do papão e a outra metade do Potiguar de Currais Novos. Há até quem coloque ainda uma terceira parte nessa transação e que, dizem ser o próprio Presidente LOP. A se confirmar o valor de 600 mil é muito pouco a metade pela liberação do craque. Se tudo for para o Clube de Suíço, aí acho que vale a pena. Lembro, contudo, que alguns associados questionam o fato de ser Potiguar o único jogador do elenco a desequilibrar os jogos e que sua falta vai tornar o time ainda mais comum. É, pode ser.

 

E o sinal de alerta foi ligado no Leão Azul. Há males que vêm para o bem. Poucos no Baenão tinham a preocupação de olhar com olhos críticos o seu time e o jogo com a Tuna mostrou que nem tudo que relux é ouro. Comelli não lembrou ainda do ataque e o empate pode dar agora a realidade nua e crua ao técnico azulino. Acho que nem era preciso tanto sofrimento, os números estão aí e os artilheiros também. O Remo não tem um só gol de atacante no campeonato e isso é um indicativo claro que algo está errado. Também não quer dizer que nada presta, são detalhes que podem e devem ser corrigidos.

 

Rui Guimarães

 

23 de fevereiro de 2011 at 5:15 am 1 comentário

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 22.02.11

POSITIVO – A melhor notícia vem sobre o novo Estádio Olímpico de Marabá, cuja 1ª fase deverá ser inaugurada em janeiro de 2012. E, no embalo, Águia querendo o veterano Fábio Oliveira para fazer bonito ainda neste Parazão. É artilheiro do Goianão (6) pelo modesto Morrinhos.

NEGATIVO – A Tuna tanto fez que perdeu dinheiro. Poderia ter ficado com 36 mil e levou apenas 18 mil. Vai torcer pelo sucesso financeiro do clássico com o Remo no returno, que Leão quer no Baenão. Taxa federacionista deveriam ser do líquido do borderô!

Lá e Cá

É bom o pessoal do Paysandu não se espelhar nessa história de folha de 50 mil do Penarol-AM e que jogadores vão para treino de bicicleta e moto. Os exemplos foram deixados pelo Salgueiro-PE. No time amazonense atuam Marinho (ex-Papão) e Adriano (ex-Águia).

Paraense Adinamar Adib escalará amanhã o Leão da Velha Serpa para estréia na Copa do Brasil com Rascifran, Flávio, Júnior e Adriano, Siboy, Élton, Rondinelle e Tiago Verçosa, Kitó e Marinho.

Brasiliense, invicto no Certame Candango (21 pontos e 7 acima do Botafogo de Túlio Maravilha) seguirá hoje, 10h, para Marabá. Paraense Cicinho é dúvida. Time contra o Águia: Gilson, Patrick, Rafael, Moacri e Willian, Coquinho, Deda, Adrianinho e Iranildo, Djavan e Rômulo.

Revista Aquática, do jornalista Afonso Arakém, à venda na Tuna, Remo, Escola de Educação Física, Editora Paka-Tatu, Banca do Alvino e Shopping Castanheira. Por outro lado, Ferreira da Costa lançará em janeiro de 2012 o livro “Tuna, Sua Histrória, Suas Glórias”.

Azulino Paulo Costa (pwleao@hotmail.com) fulo com pessoal do site do Remo, pois lá ainda fala da queda para Vila Aurora-MT e que o presidente é AK. Resposta do goleiro tunante Adriano após jogo de domingo teve endereço: um ex-presidente remista.

Mesatenista paraense Daniel Carvalho, 15 anos, agora é atleta da Associação Videirense (Videira-SC) de Tênis de Mesa. Ficará entre Belém e aquele cidade do Sul, sem com assistência do técnico Rodrigo Antunes.

Dadá, ex-Ananindeua e Paysandu, se destacando no Guarani de Campinas-SP. Ânderson, lateral revelado no Remo e que correu o Brasil está no São Luiz de Ijuí-RS. Márcio Parintins e Michel, de passagem pelo nosso futebol brilham no Fast Club-AM, na Copa do Brasil.

Copa do Brasil na 1ª fase dá 23 passagens 5 mil para traslado, hospedagem, alimentação e 100 mil de premiação. O mesmo se repete na segunda etapa, aumentando para 200 mil a cota dos clubes da nossa região a partir da 3ª fase.

Técnico Paulo Comelli indicou seis atacantes ao Remo (dois se mandaram) e a artilharia ainda não funcionou. Falta estrear apenas Wellington Silva. Domingo vai atacar o Independente com dois avançados de ofício (Ró e Pardal). Espião do Galo Elétrico saiu sorridente do Mangueirão.

 Alexandre Chaves, da Tuna, deixou boa impressão domingo último. Tunantes anunciando parceria com três empresas de peso e oferecendo vagas para crianças e adolescentes (8 a 15 anos) no Projeto Cidadã de Natação. Contatos 88715055, 88838892 e 81808198. Aline Saavedra também na assessoria de imprensa cruzmaltina.

Paysandu sem Tiago Potiguar (em negociação com o Sport-PE), mas com Alex Oliveira na delegação para jogo de em Itacoatiara. Herbert e Ari na zaga, Alexandre Carioca, Billy, Allyson e Sandro no meio campo. Viagem hoje à tarde. Rafael Oliveira não acabará Parazão na Curuzu. Eu e Dinho Menezes vamos a Itacoatiara e Santarém pela Rádio Clube – PRC 5.

Nova diretoria do Bragantino Clube do Pará: presidente – Rodrigo Diogo, vice – Rodolfo Cirino, presidente da AG – Émerson Dias, presidente do CF – David Merabet, diretor de Marketing – Diogo Ferrador. Émerson Dias é sinal de bons negócios para o Tubarão do Caeté.

 HOMENAGEM – João Batista Filho, o Fio Maravilha (ganhou música de Jorge Benjor). Ex-atacante do Flamengo, Paysandu, CEUB-DF, São Cristóvão-RJ, Desportiva-ES, New York Eagles, Panthas e Mercury dos Estados Unidos. Tem empresa de entregar pizza na terra do Tio Sam.

22 de fevereiro de 2011 at 3:20 pm Deixe um comentário

PAPO DO 40º – RONALDO PORTO – 21.02.2011

UM CLÁSSICO SEM SAL, DE UM TIME SÓ.

 

Diferentes dos clássicos anteriores deste 1º turno, na vitória bicolor sobre a Tuna e na bela vitória do Remo no clássico maior sobre o Paysandu, o Remo e Tuna de ontem foi insosso, sem aquele gosto que faz bem ao paladar das torcidas. Ontem no Mangueirão, o clássico foi de um time só, mas a inoperância do ataque azulino foi a tônica maior do jogo. A Tuna pouco se arriscou no ataque, se tornando uma equipe altamente defensiva. Mas porque os gols remistas não saíram? O Leão Azul tem uma zaga forte, um meio campo marcador e pouco armador e um ataque inexistente, tanto que Paulo Comeli optou no 2º tempo em colocar Adriano Pardal no time, o que pouco ou nada adiantou. Talvez o Remo tenha se ressentido da ausência de Tiaguinho, que se machucou logo do início do 1º tempo. A criatividade ficou quase zero.

 

ALTA TEMPERATURA

 

Se Paulo Comeli não tem um homem de ataque definidor, Flávio Goiano, treinador tunante, optou por tentar jogar nos contra ataques, mas isso acontecia de dez em dez minutos, já que o domínio azulino era latente, sem, entretanto levar perigo à meta de Adriano, que pela primeira vez jogava contra seu ex-time. Só aos 25 minutos do 2º tempo é que Paulo Comeli resolveu ganhar o jogo, chamando Fininho para o lugar de Léo Franco, que abusou de cobrar faltas de maneira errada. O Remo fez até um gol, numa cabeçada de Paulo Sérgio, que o bandeirinha enxergou impedimento. Quem estava gostando do resultado era o Paysandu que mantinha a liderança do turno. Enquanto isso o Cametá goleava o Castanhal lá no Parque do Bacurau e tirava a 4ª colocação da Tuna. A última rodada promete.

 

BAIXA TEMPERATURA

 

P’ra não dizer que nada prestou no clássico, Fabinho e Fininho, o primeiro da Tuna e o segundo do Remo, foram os dois atletas que conseguiram levantar as torcidas no final do espetáculo (?), perdendo chances reais de gol. E só. Agora a Tuna terá que se virar para derrotar o Cametá dentro do alçapão do Mapará, já que até o empate favorece o time cametaense. Por enquanto, as semifinais do 1º turno estão assim: Paysandu x Cametá e Remo x Independente; de novo a capital contra o interior. A última rodada definirá tudo e ela será toda jogada no próximo domingo, mas Paysandu, Remo e Independente já estão garantidos. Se o Galo Elétrico vacilar contra o Remo e tivermos um vencedor entre Cametá e Tuna, no máximo o Independente é quarto e apenas trocará de adversário.

 

NO TERMÔMETRO

 

Duas coisas estão bem visíveis ao olho do torcedor de Remo e Paysandu. A galera do Remo sabe que não tem um goleador e tem esperanças que ele chegue antes do 2º turno; a galera do Paysandu já entendeu que com esses zagueiros a coisa pode complicar, pois a cada jogo são dois ou três gols sendo tomados. Ainda bem que o ataque funciona. /// Se Remo e Paysandu voltaram as boas com suas torcidas, o São Raimundo vai ter que dar a volta por cima no 2º turno, depois do fiasco na primeira parte da competição. Charles Guerreiro vai ter muito trabalho. /// Fernando Dourado, enquanto isso é o nome mais cotado para assumir o Castanhal no lugar de Luis Carlos Apeú que não agüentou o tranco no 1º turno. Fernando tem um longo trabalho na Arábia Saudita e poderá vir para o Castanhal, assumindo os trabalhos do Japiim já nesta terça. ///Depois que Ronaldo Fenômeno disse adeus à bola, o mundo todo se curvou, mui especialmente alguns jornalistas do sul do país, que adoravam se meter na vida particular do craque. Agora essa turma está engolindo em seco e tendo que se curvar a um dos maiores craques do mundo, como fizeram ontem Rafael Nadal, Lionel Messi, Figo e Pelé. As críticas dessa “gentinha”, pouco interessa, não é mesmo, Ronaldo? /// O Flamengo provou que é time de chegada e mandou o Botafogo p’ra casa nos pênaltis, e nem precisou cobrar tudo, já que os jogadores botafoguenses fizeram a alegria do goleiro Felipe. O time do Boa Vista será o adversário do Mengão, já que o Fluminense dançou também nos penais. /// Depois dizem que a televisão não tira o torcedor dos estádios; ontem, menos de oito mil torcedores pagaram ingresso no clássico Remo e Tuna; ainda deu para cada um ganhar 18 mil reais e olhe lá. /// Paysandu pode mandar um time misto para Santarém, de olho nas semifinais do turno. /// Uma boa semana a todos e viva Jesus!

 

E-mails: rporto@supridados.com.br

21 de fevereiro de 2011 at 12:47 pm 1 comentário

“A Bola no Bola” – Giuseppe Tommaso – 20.02.2011

RECUPERAÇÃO…

Em apenas um mês e meio a nova administração azulina conseguiu encontrar o caminho para o sucesso só no no futebol e também no clube. Sérgio Cabeça e Paulo Mota acertaram na montagem da equipe de trabalho. O carro chefe que é o futebol ganhou de volta o “iluminado” Rafael Levy que mais experiente conseguiu com apoio de uma grande equipe ( Tonhão, Marcelo Carneiro, César Castilho, Francisco Rosas, Guto Nobre entre outros ) formar um elenco competitivo e o time com a cara que o torcedor gosta. Leão tá no rumo certo…

NADO SINCRONIZADO

Embalado pela passagens das seleções do Brasil e da Rússia em Belém, o Diretor de Natação do Clube do Remo José Reis está preparando um grande projeto para a modalidade no clube azulino, tanto que vai contar com a atleta Natasha Pereira que estará a frente do mesmo. Tem todo nosso apoio…

FESTA “TRICOLOR”

Cerca de duzentos e cinquenta torcedores tricolores prestigiaram o jantar do Fluminense, alusivo ao título brasileiro de 2010, na AP-Presidente Vargas na última terça-feira. Foram homenageados o ex-jogador Assis (zagueiro) e o jornalista Joaquim Antunes. Ponto alto foi a presença do jovem presidente do clube carioca, Peter Siemsen, que se emocionou com as homenagens e o carinho do torcedor paraense.

INGRESSOS!!!

A Rádio Clube mais uma vez denunciou com o companheiro Carlos Estácio que por ocasião do RexPa no Mangueirão, o festival de “ingressos falsos” com várias pessoas presas pela polícia, bem, mas quem imprimiu? Quem foram os fornecedores? Qual a Gráfica? Qual o resultado das investigações? Nem Federação, nem clubes se interessam em saber, afinal tem peixe grande na parada. Hoje no Remo e Tuna fatalmente as equipes ou “Máfia” dos ingressos estará em ação. Você duvida?

“BOLA NA TORRE”

Acabou o horário de verão com isso a grade de programação da Rede bandeirantes sofre alterações. A partir deste domingo o Bola na Torre na TV RBA Canal 13, vai ao ar às 21 horas. Todo mundo ligado!

CELULAR…

Mais uma fonte de arrecadação está pintando para a dupla Remo e Paysandu, usando o Marketing com as duas grandes forças do nosso futebol o empresário Raulzinho Aguillera está alinhavando parceira entre Big Bem e LG e os clubes, para o lançamento de telefones celulares com as marcas de Remo e Paysandu. As cores do seu time de coração, rádio Am / Fm e o toque com o hino do clube. É sucesso garantido…

PALESTRA

Por iniciativa dos médicos José Silvério e Flávio Freire, na próxima quinta-feira, dia 24, acontece o “I Encontro Multidisciplinar em Ciências do Esporte”. Os temas que serão abordados: “Lesões Musculares no Futebol” e “Uso do Plasma Rico em Plaquetas (PRP) nas Lesões Esportivas”. O público alvo são profissionais e alunos com afinidade pelo esporte. Local será o Auditório da Unama B-100 com entrada franca e início às 19 horas.

REVISTA…

O lançamento oficial da Revista “Aquática”, marcou a abertura da temporada da Natação paraense no domingo que passou no Parque Aquático da Tuna Luso, enfocando e resgatando um pouco da vitoriosa e consagrada história da natação do Pará. O projeto gráfico é do jornalista Afonso Arakem, resultado de pesquisa junto a fontes variadas, como atletas, treinadores, dirigentes de entidades esportivas e clubes. A “Aquática” reúne, de forma inédita, momentos expressivos de conquistas do desporto aquático do Pará e de atletas em conquistas nacionais e internacionais.

20 de fevereiro de 2011 at 12:49 pm Deixe um comentário

Posts antigos


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.