LINHA DE PASSE – Rui Guimarães – 23.02.2011

23 de fevereiro de 2011 at 5:15 am 1 comentário

Mais um ano de futebol nacional. Será mais um ano de sofrimento do torcedor? A pergunta é pertinente quando nos lembramos das últimas participações de nossas equipes em competições de âmbito nacional. Sempre vem a mente desastres, más atuações e desilusões na reta final que nem é bom lembrar. Paysandu e Águia vão representar o nosso futebol na Copa do Brasil a partir desta tarde. O Papão jogando fora de casa, mas com grandes esperanças de sucesso devido ao adversário, e o time Marabaense dentro de casa com um caroço muito duro para roer.

 

A tarefa do bicolor é menos complicada, pois seu credencial de líder do campeonato paraense acabou assustando o time Amazonense. Fala-se em Manaus em tentar evitar que o confronto não tenha uma única partida o que quer dizer que eles estão admitindo uma vitória bicolor com diferença de dois gols ou mais.

 

Em Marabá a história é diferente. Nosso representante é que vai ter de tomar muito cuidado para não ser surpreendido e até alijado no primeiro confronto. O Brasiliense é forte e, apesar de não estar com sua força máxima, tem moral para chegar e ganhar. Resta ao Águia se imbuir de valentia e tentar superar essa dificuldade muito grande.

 

O campeonato paraense poderá ter um problema a mais para resolver durante o carnaval. Se o quarto classificado para as semifinais for o Cametá e nada mudar nas demais posições da classificação, teremos os confrontos Cametá x Paysandu e Independente x Clube do Remo. Os jogos seriam nos dias 9 e 10, portanto, quarta e quinta feira após o período momesco. É viável? Haverá vagas nos hotéis para hospedar a delegação visitante? Depois, o torcedor estará com pique para os dois jogos? Vamos começar a pensar num plano B minha gente, antes de se começar a tomar a primeira.

 

Tiago Potiguar deve ou não ser negociado pelo Paysandu já? É a indagação que paira nos arraiais bicolor. Conversei com vários membros do CD alvi-azul e, quase a totalidade, responde com uma pergunta: Quanto fica para o papão?  Essa preocupação se justifica em função da informação que os direitos federativos do jogador têm dois donos. Metade seria do papão e a outra metade do Potiguar de Currais Novos. Há até quem coloque ainda uma terceira parte nessa transação e que, dizem ser o próprio Presidente LOP. A se confirmar o valor de 600 mil é muito pouco a metade pela liberação do craque. Se tudo for para o Clube de Suíço, aí acho que vale a pena. Lembro, contudo, que alguns associados questionam o fato de ser Potiguar o único jogador do elenco a desequilibrar os jogos e que sua falta vai tornar o time ainda mais comum. É, pode ser.

 

E o sinal de alerta foi ligado no Leão Azul. Há males que vêm para o bem. Poucos no Baenão tinham a preocupação de olhar com olhos críticos o seu time e o jogo com a Tuna mostrou que nem tudo que relux é ouro. Comelli não lembrou ainda do ataque e o empate pode dar agora a realidade nua e crua ao técnico azulino. Acho que nem era preciso tanto sofrimento, os números estão aí e os artilheiros também. O Remo não tem um só gol de atacante no campeonato e isso é um indicativo claro que algo está errado. Também não quer dizer que nada presta, são detalhes que podem e devem ser corrigidos.

 

Rui Guimarães

 

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 22.02.11 BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 24.03.11

1 Comentário Add your own

  • 1. Gilvan dias de Medeiros  |  23 de fevereiro de 2011 às 3:53 pm

    Olá Rui estive ontem na AABB de C. Novos e conversei com o Mérica ex presidente do Potyguar de C. Novos e perguntei sobre as novidades da possivel proposta do Sport de Recife, como também sobre um a materia veinculada no site da Clube em que um diretos se salvo não min engane o Antonio Assif declarou que o valor envolvendo a venda dos 60% proposta pelo Sport o Potiguar não teria nada a receber e isto tinha sido acordado aqui em C. Novos entre ele e o LOP, ele mim respondeu que tinha entrado em contato ontem ao meio dia com o LOP e confirmou que a transação não se confirmaria uma vez que o Atlético Paranaense tinha proposto a mesma proposta e não aceita na época, portanto ele fica e que o empresário do Tiago que mora no RJ estaria negociando o mesmo para o exterior em junho com a abertura da janela internacional e sobre a declaração do senhor Assif ele estava equivocado existia sim um acordo inclusive registrado em cartório que em caso de emprestimo o valor seria só do PSC, mas neste caso especifico de venda de 60% dos direitos federativos seriam divididos ao meio com os dois, o Tiago foi por emprestimo para o PSC até o final do ano passado, só que o LOP voltou a C. Novos e prorogou este prazo até 2015 e o PSC não retirou um centavo dos seu cofres por este prorogamento e o acordo firmado era que o PSC o projetava e com a possivel venda os dois dividiriam o dinheiro em meio a meio

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: