Archive for março, 2011

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 24.03.11

POSITIVO – Pela 4ª vez de 2009 para cá turno do Parazão está sendo decidido entre uma equipe da capital e outra do interior, como o Paysandu x Cametá de hoje. Emergentes desbancando a tradição!

NEGATIVO – Tuna além de não se reforçar, cede uma promessa como Wélton para o Atlético-GO. Pelo jeito deu às costas ao Parazão!

Lá e Cá

CT do Paysandu na dúvida se poupa hoje Rafael Oliveira e Sidny para jogo da Copa do Brasil. Problema é lembrança do “Salgueiraço”, cujo único remanescente titular é Fávaro e ninguém quer “Maparaço”. Jogam!

Médicos Flávio Freire, José Silvério e fisioterapeuta bicolor Júnior Furtado estarão em Campinas-SP, dias 1 e 2 de abril, no Curso de Cirurgia do Joelho de Atleta. Entre os conferencistas gente de renome internacional.

Novos placares eletrônicos mais funcionais para o Mangueirão. Os atuais consomem muita energia e têm cada um 4 mil lâmpadas. Aliás, anunciado secretário da SEEL, advogado Marcos Eiró, tem pouca tradição no esporte.

Na administração de AK, ano passado, no Remo, salários foram pagos em dia até outubro. Agora, ao comando de Sérgio Cabeça já faltou dinheiro para pagar fevereiro. Prejuízo oriundo da eliminação das finais do turno.

Jogadores azulinos ameaçaram não treinar, apertaram o presidente, foram também cobrados e promessa de dinheiro logo, logo. Saiu 1ª parcela da ajuda do Governo. Comelli atrasou preparação do returno.

Empresário de farmácias Edécio Cardoso é quem pensa lançar candidato de oposição no Cametá. Situação vai Orlando Peixoto, dado como favorito.  

De novo a Caixa de Previdência do Banco da Amazônia não pagou ontem seus aposentados e insiste em empurrar novo plano goleada abaixo. Cheira retaliação. Patrocinador comanda tudo, mas se faz de alheio!

América PV receberá no sábado o Las Vegas de Canudos, no Curuçambá (Edim). Corruptos enfrentarão Canarinho de Canudos, no Arapucão.

André Barata, meia da Tuna, acometido de meningite teve atendimento no PSM da 14 de Março e com interferência de Vandik Lima foi transferido para o Barros Barreto. Caso requer cuidado! 

Sem TV ao vivo, ingressos para PSC x Bahia mudaram valor: arquibancada 20, Super Papão e meia a 10, cadeira central 70, cadeiras laterais 50 e camarote 100. Confusão na distribuição das gratuidades para hoje.    

HOMENAGEM – Rodrigo José Queiroz das Chagas, o Rodrigo, ex-lateral do Vitória, Bayer Leverkusen, Corinthians, Cruzeiro, Seleção Brasileira e Paysandu (2003-Série A e Libertadores). É treinador do Sub-17 do Bahia.

Anúncios

24 de março de 2011 at 3:23 am Deixe um comentário

LINHA DE PASSE – Rui Guimarães – 23.03.2011

Não está perfeitamente compreensível a posição do Departamento de Futebol do Clube do Remo no que concerne à preparação para o segundo turno do campeonato. A equipe precisa vencer o segundo turno e, portanto, se preparar melhor do que no primeiro. Ocorre que o reforço desejado até o momento não surgiu, apesar de treinador e supervisor estarem há cinco dias procurando um fora do estado. Enquanto isso em Belém quem está preparando a equipe para o segundo turno é o auxiliar técnico. Das duas uma: ou o time está agradando aos dirigentes azuis ou Comelli está desmotivado para continuar. E o Centro Avante ainda não foi encontrado.
 
Aliás, sobre esse assunto, a Diretoria do Remo parece querer reinventar a roda. Há centroavantes conhecidos e que podem ser contratados, dependendo da habilidade do negociador e Comelli e Bracalli estão procurando descobrir talentos. Não é hora para isso, me parece. 
 
A polêmica criada pelas declarações do Presidente Camarinha do Cametá poderia ser evitada. Até é aceito o argumento de que, no calor do final do jogo onde as coisas não foram como o Mapará esperava, uma declaração mais açodada é compreensível.  Contudo, após as coisas esfriarem, dos “replays” e da cabeça mais fria, não se pode admitir um destempero como o que ocorreu. Essa história de telefonema oferecendo facilidades em nome do árbitro é esdrúxula para dirigentes mais tarimbados. Talvez seja isso que esteja atrapalhando o Presidente Camarinha e sua equipe.     
 
Para encerrar a discussão: o que o Bahia e a CBF fizeram com o Paysandu, transferindo o jogo da Curuzu para o Mangueirão deixa tanta diferença para o que Paysandu e FPF fizeram como Cametá na antecipação do jogo para quinta feira? Então…
 
O que o papão precisa providenciar é uma segurança maior para o seu torcedor no retorno do jogo que terá início às 21h45min horas e se preparar bem para enfrentar uma equipe forte e sedenta de um resultado que lhe classifique em um único jogo.
 
Se houvesse transparência total nos clubes grandes do Pará – falo de Remo e Paysandu, poderíamos ter a ideia exata sobre o arrecadado em dois meses de atividades no futebol. Não se sabe o certo de quanto rendem os patrocinadores dos dois clubes, mas faz-se uma especulação de algo em torno de 350 mil reais já que são 4 patrocinadores. Ressalte-se que o Governo do Estado participa com dois patrocínios que são Banpará e Funtelpa algo em torno de 120 mil/mês.
 
Nas bilheterias, o Remo arrecadou em cinco jogos nos dois meses, 635 mil 874 reais. O Paysandu em seis jogos no mesmo espaço de tempo amealhou 547 mil e 607 reais. Se somados aos 350 mil mensais, o Remo tem para gastar com o futebol aproximadamente 700 mil reais/mês e o Papão 620 mil. Esses cálculos são por baixo e se houver alteração é para mais.
 
Não gosto de trazer para este espaço discussões de assuntos de fora do estado, mas o Milton Neves pisou na bola no caso Ganso. Ninguém discute a competência e a audiência que tem o apresentador, mas bem que poderia separa as coisas, não?
 
Rui Guimarães

23 de março de 2011 at 3:14 pm Deixe um comentário

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 23.03.11

POSITIVO – Goleiro Lopes estará de volta no returno após bom estaleiro. Maior salário do Remo poderá ser o comandante da grande e necessária arrancada do Leão. Para quinta na Curuzu deu Dewson Freitas no apito.

NEGATIVO – Viagens para Cametá têm durado em média sete horas e o que irrita são aquelas balsinhas de Igarapé Miri e Rio Meruú. Diferentemente de Tuna e Remo, o Paysandu ainda voltará lá dia 24.4.

Lá e Cá

 Não sei porque o Remo não pensou em Moisés. Pouco relacionado no Santos e de ponta com LOP, com quem saiu brigado do Paysandu, viria com todo gás disputar o Parazão e salário dividido.

Função do Lecheva totalmente definida no Paysandu. A de Bracalli, no Remo, eu ainda não consegui entender. Acho que ele e Comelli fizeram viagem furada. Lateral Elsinho fora da estréia azulina no returno.

 Minha Ana integrando hoje mais uma Caravana da Cura Espiritual, com destino a Buritis-MG. Escritora Ducarmo Souza relançando amanhã “As Janelas da Alma”, no CENTUR (hall Ismael Nery), de 18 a 20 h.

No turno do Parazão de 2010 o Remo com Sinomar Naves alcançou 19 pontos e decidiu competição perdendo para o Paysandu. Este ano com o Comelli fez 18 pontos e caiu para Cametá na semifinal.

Abertas inscrições para escolinha do Comercial de Ananindeua pelos fones 32550678, 88912046 ou comercialesporteclube@bo.com.br. Cinco jogadores da base comercialina foram para o Paysandu.

Livro “História do Campeonato Paraense”, de Ferreira da Costa, contará que dia 9.9.89 o Santa Rosa bateu o Independente por 1×0, no Mangueirão (gol de Vitor), com público de 1 pagante e renda de dois reais.

Eleição no Cametá dia 22.7 e vai ter oposição. Futebol pelada: Urucubarca empatou com Recall Madruga por 2×2.

 Para Rogério Ceni meia Ganso é o melhor jogador do Brasil e vai ser a sensação da Copa de 2014. Paraense Tiago Alves (Santos), convocado para Seleção Sub-18 é de São João do Araguaia e no Sub-13 do Remo chegou a marcar 33 gols em 12 jogos do Campeonato Paraense.

Sérgio Cabeça (CR) estava num programa de TV e LOP (PSC) com virose não compareceram ao lançamento do “É Gol Capitalização da Caixa”. Foram representados por Hamilton Gualberto, Fred Carvalho e Carlos Pupo.

HOMENAGEM – Armando Bracalli, o Bracalli, ex-goleiro do Atlético-PR, Colorado-PR, Portuguesa Santista, Juventus (6 anos), Náutico, Uberlândia e Remo, onde foi também preparador de goleiros. Hoje é superintendente azulino. Formou-se em Educação Física aqui.

23 de março de 2011 at 3:13 pm Deixe um comentário

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 22.03.11

POSITIVO – Paysandu jogou como time pequeno, venceu como grande e teve dedo do técnico Sérgio Cosme. Foi dia do Mendes. Agora, Mapará e o Açaí estão à mesa bicolor. Mas, todo cuidado é pouco!

NEGATIVO – Clauber Miranda foi bem e anulou acertadamente gol do Cametá. Problema é repetição dos mesmos no sorteio (só dá os sortudos Joelson e Clauber) e CA da FPF ainda aceita vetos dos clubes. Aí é duro!

Lá e Cá

Bem pensado preço de ingressos para quinta (20 arquibancada) e dia 30.3, na Copa do Brasil, no Mangueirão (15). Na decisão do turno paraense cartão tirará Marquinhos do Papão e Cametá trocará Tonhão por Gil.

Michel e Fabrício vão dar o que falar no meio campo do Águia. Gil Bala, André Mensalão e Tetê já no Castanhal, que buscou ainda o goleiro Darlan no futebol amapaense, face cirurgia do suplente Miro.

Dirigentes castanhalenses assaltados em 30 mil à saída de uma agência bancária recuperaram dinheiro num bingo para poucos, onde a cartela custou mil reais.

Marasmo impera no Remo. Rafael Granja agora é lateral direito, enquanto Lucas, ex-lateral azulino, atropela contratações em São Paulo falando mal do clube. Tem pendência ainda na justiça.

Cametá vem hoje para Belém e não se dá por vencido. No Paysandu, preocupando a sucessão de contusões de Sidny.

Rafael Oliveira passou a ter no Paysandu o maior salário do futebol paraense e a mais valorizada multa contratual. Poucos sabem, mas Leandro Cearense (Cametá) e Rafael Oliveira (PSC) estão concorrendo ao Troféu Friedereich, atribuído ao maior goleador brasileiro da temporada.

Presidente Henrique Ribeiro e diretor Armando Tupiassu, da AP, descobriram a pólvora e viabilizaram usina de força para o clube em parceria com a Petrobrás e empresa Stemac.

Empreendimento de dois milhões de reais a custa zero, energia permanente com redução de 30% de custo, capacidade de 2.100 kVA (iluminaria cidade de 60 mil habitantes). Remo e Paysandu bem que deveriam fazer o mesmo para seus estádios

Faleceu a assistente de arbitragem do quadro nacional Syria Flores-AM. Trabalhou em vários jogos em Belém nos últimos cinco anos. Futebol pelada: Padre Eutíquio ganhou de Mengove de 2×1 e agora pega o Santos.

Público total de 8.100 pessoas comprovou segurança do Parque do Bacurau, em Cametá. No Festival Aquático do Mirim ao Sênior a natação do Remo ficou em 1º lugar com 3.073 pontos, seguida da Adesef.

HOMENAGEM – Marcos Roberto Cardoso, o Marcos Garça, ex-goleiro do Guarani-SP, Mogi Mirim-SP, Águia de Marabá e Tuna. Tentou ser técnico, mas se deu bem foi como incorporador imobiliário em Indaiatuba-SP.

22 de março de 2011 at 3:45 am Deixe um comentário

PAPO DO 40º – Ronaldo Porto – 21.03.2011

PAPÃO COM FACA E QUEIJO NA MÃO

Um primeiro tempo e dois gols, mesmo tomando um nos acréscimos, deixou o Paysandu com a faca e o queijo na mão para conquistar a primeira parte do Parazão na quinta à noite. Se a vantagem já era interessante, ficou melhor ainda, pois agora o papão joga com mais tranquilidade no jogo de volta, já que até derrota por diferença de um gol favorece o quadro bicolor. Quem pensava que o Cametá fosse engrossar o caldo do Mapará, saiu decepcionado do Parque do Bacurau e agora a parada ficou mais difícil. O torcedor remista não deve ter reclamado do resultado da partida, que afastou ainda mais o Mapará do título do 1º turno. É sempre bom lembrar que o Cametá é concorrente direto do Remo à vaga da 4ª divisão e a torcida azulina pode até querer vitória do Cametá na quinta, mas, no máximo por um gol de diferença.

ALTA TEMPERATURA

Mesmo tomando um gol numa desatenção da zaga, o Paysandu foi bastante elogiado ontem pelo técnico Sérgio Cosme, principalmente a zaga, que na opinião do treinador, foi o melhor compartimento da equipe. Na verdade, mesmo tomando gols e mais gols a cada jogo, o que não aconteceu nas duas últimas partidas quando só tomou um, o quadro bicolor tem a melhor performance do Parazão, perdendo uma partida fora para o São Raimundo e outra para o Remo no clássico, o que tirou o sono dos bicolores. Depois veio a classificação para a 2ª fase da Copa do Brasil contra o Bahia e a torcida deu uma acalmada. Sérgio Cosme não tem problemas para a decisão da Taça Cidade de Belém, a não ser na lateral direita, mas terá tempo suficiente para decidir quem jogará por lá. No dia 30, talvez já com título do 1º turno, Sérgio Cosme vai encarar o time baiano no Mangueirão no dia 30, e quer uma boa vitória.

BAIXA TEMPERATURA

A nova diretoria do Remo quando assumiu o time, sabia que tinha muitos problemas pela frente, deixados pela diretoria passada, principalmente no que se refere ao time de futebol. Foram apenas quatro jogadores que sobraram das lambanças da era Klautau. Sérgio Cabeça e sua equipe chamaram Paulo Comeli, montaram uma equipe para as disputas do Parazão e até começaram bem, ganhando do São Raimundo. Até o clássico foi vencido com sobras, mas quando o time chegou às semifinais a coisa degringolou. Uma derrota acachapante dentro de Cametá e um empate dentro do Baenão foi o que sobrou de tudo isso. E olha que o 1º tempo da segunda partida terminou 2 x 0 para o Leão, dando a falsa impressão que o resultado de três gols de diferença poderia acontecer na 2ª etapa. A torcida chiou e Paulo Comeli foi buscar reforços. E atacante que faça gols, quando virá?

NO TERMÔMETRO

Se Rafael Oliveira passou em branco ontem em Cametá, Mendes deu conta do recado e ainda fez um golaço; por outro lado, Leandro Cearense, bem marcado, passou também em branco, mas continua na ponta dos artilheiros. /// Fran Costa declarou ontem que vai partir p’ra cima do Paysandu na quinta, pois só a vitória interessa e por diferença de dois gols. Uma coisa é o Remo em desvantagem; outra coisa é o Paysandu na vantagem. Todo cuidado é pouco. /// Por volta das dez da noite de ontem, Rafael Levi conversou com Paulo Comeli por telefone, quando ficou sabendo que somente esta manhã as novidades a cerca de centro avante serão conhecidas. Mas que está difícil está. /// Por falar em Levi, suas críticas contra a Federação de Futebol repercutiram bastante nos meios esportivos. A FPF tenta tirar o seu da seringa e conta com o apoio do presidente Luis Omar, do Paysandu, que declarou que isso seria choro de perdedor. Não custa nada averiguar. /// E as demissões no Remo, quando acontecerão? Pelo menos uns seis atletas não fariam nenhuma falta ao atual elenco. Um torcedor daqueles fanáticos, dizia p’ra mim que seria bem melhor pagar 50 mil para ter Dodô fazendo gols, do que quatro ou cinco “artilheiros” de 15 mil cada um p’ra ficar no come e dorme. Eu concordei, claro. /// E o Vasco desbancou mais uma vez o Botafogo, p’ra tristeza do Edgar Augusto e outros grandes botafoguenses. /// Uma boa semana a todos e viva Jesus!

E-mails:- rporto@supridados.com.br

21 de março de 2011 at 3:31 am 1 comentário

A Bola no Bola – Giuseppe Tommaso – 20.03.2011

PARCERIA 1

Na semana que passou foi assinado o contrato de patrocínio da Big Bem e Claro com a dupla Remo e Paysandu. Iniciativa do empresário Raul Aguillera Filho em parceria com a empresa de telefonia Claro na pessoa de seu diretor regional Marco Aurélio Alves. No coquetel oferecido a imprensa contou com as presenças dos presidentes Sérgio Cabeça (Remo) e Luiz Omar Pinheiro (PSC). O papão já estréia a nova camisa e suas novas marcas no jogo de hoje em Cametá no primeiro jogo da decisão da Taça Cidade de Belém.

CELULAR…

Raul Aguillera Filho aproveitou e anunciou o lançamento dos Aparelhos Celulares da Claro e personalizados de Remo e Paysandu e que estarão disponíveis a partir de abril em todas as lojas Big Bem. Os clubes também serão beneficiados com royalties nos aparelhos vendidos. Bela iniciativa…

VEM AÍ…

Na chamada reta final para o encerramento do primeiro turno, aumenta a motivação do torcedor para eleger os melhores do Parazão. E o Troféu Camisa 13, como incentivador da democracia no esporte paraense intensifica esse incentivo facilitando a vontade popular. Nas semanas que antecedem a decisão da Taça Cidade de Belém as urnas de votação chegaram aos shoppings Pátio Belém e Castanheira. Na foto, momento da instalação da urna na loja Yamada do Pátio que contou com a presença de personalidades do esporte como Elsinho e Tiaguinho do futebol do Remo, Tamires Nascimento da natação da Adesef, Flávio Goiano, técnico da Tuna, o árbitro Andrey Silva e o prof. Raimundo Squires, diretor da Federação de Atletismo. Na próxima sexta feira, 25, vamos conhecer os mais votados com a divulgação da primeira parcial. Além dos pontos fixos de votação na capital e no interior o torcedor também pode votar pela internet acessando o www.trofeucamisa13.com.br

PROJETO “É GOL”

Da Caixa Econômica Federal será lançado oficialmente amanhã dia 21, no Espaço das Caldeiras em São Paulo. O “É Gol” é um título de Capitalização que custará R$ 6,00 e dará direito a participação em sorteios de 97 prêmios de até R$ 500 mil. Bom para Remo e Paysandu que estão inseridos no projeto. A arrecadação referente aos clubes poderá ser utilizada livremente por cada agremiação. Diretor de Capitalização da CEF em Belém, Bira Lima empolgado aposta no sucesso de vendas da dupla RexPa.

“LANÇAMENTO”

Companheiro Paulo Sérgio Pinto rindo à toa com a filha Paula Marrocos, que lança na próxima terça, dia 22, na Boite da Tuna luso-brasileira seu 1º CD Gospel “Pedestal de Glória”. Coquetel começa às 20 horas. Parabéns!

DECISÃO…

Mais que correta do vice-presidente de futebol azulino Raphael Levy em relação ao atacante Ró, de todos ainda acho que é o único que irá vingar com a camisa do leão. Paulo Comeli e Armando Bracali em São Paulo na busca por reforços. Para o ataque Nunes ex-Santo André e Vasco que está no Red Bull é o preferido, mas o salário é muito alto cerca de 65 mil mensais. Ótima pedida, porém salgadíssima…

NA AP…

Presidente Henrique Ribeiro da Assembléia Paraense recebeu na última quinta, associados e imprensa para a inauguração do espaço Boulevard da AP e a Usina Geradora de Energia do clube que ganhou total apoio da Petrobras. A obra considerada uma das mais importantes na história do clube, além do conforto e segurança quando da falta de energia elétrica, vai proporcionar cerca de 30% de economia na conta de luz da AP. Bela iniciativa…

20 de março de 2011 at 12:59 pm Deixe um comentário

LINHA DE PASSE – Rui Guimarães -19.03.2011

Pegou muito mal as acusações do Diretor Rafael Levy a Federação de Futebol na última quinta feira. Para o azulino a entidade Gestora do futebol protege o Paysandu em detrimento do Clube do Remo, citando exemplos, inclusive. Não concordo totalmente com Levy. Aliás, tenho estranhado a postura do Diretor de Futebol do Clube de Periçá, que quando Presidente do Clube sempre manteve uma postura absolutamente equilibrada.
O que ocorre no fundo é que a Federação ficou ofendida pela atitude do Remo em desalojá-la das cabines do estádio Evandro Almeida. Por coincidência, o empréstimo que o Remo obteve na CBF não foi liberado em sua totalidade por falta de lastro e o repasse do Governo do Estado atrasou forçando o papão a recorrer a um empréstimo junto a uma Factoring com aval da FPF. O Remo poderia ter feito a mesma coisa, mas não o fez porque não quis, por isso o choro não procede. Mas o Presidente Nunes se negou a comentar o assunto se escondendo de um problema que é seu e só seu, alegando que o Remo quer transferir responsabilidades. É por isso que eu entendo que o atual presidente da FPF já cumpriu o seu papel. É hora de passar o bastão. Querer apenas o bônus do cargo não me parece o melhor caminho.
LOP aprendeu a lição e não deixou Rafael Oliveira sair do Paysandu. Por que não fez a mesma coisa com Tiago Potiguar? É a mesma situação, não adianta querer dissimular. Tiago foi porque o salário do Clube Coreano era melhor. Rafael Oliveira teve o seu salário ajustado e ficou. Como o discurso bicolor é de que a meta do ano é a subida a segunda divisão Tiago vai fazer falta no Brasileiro.
Ró é hoje o jogador mais a vontade do elenco azulino. Está blindado, como diz o Caxiado, e se for dispensado pode chamar o fato de molecagem. Foi o próprio dirigente do Clube que disse não dispensar o jogador porque o Remo foi buscá-lo no Independente e não poderia largá-lo desempregado agora. Tá, mas o Wellington Silva e o Adriano Pardal também estavam empregados, e eles podem ficar desempregados? Acho que o assunto é mais extenso. Comelli já não é a unanimidade de antes na Toca Azul.
Águia contratou seis para o segundo turno. Tuna não quer reforços a princípio. São Raimundo vai ficar com o elenco que tem para tentar apagar a má impressão. Castanhal está a cata de jogadores apontados por Valtinho. O Independente dispensou cinco e está de olho em reforços. Esse é o balanço dos Clubes em tempo de inatividade. O Remo, que também está parado, busca um Centro Avante a qualquer preço. Por preço limitado.
Falar nisso, Remo e Paysandu ganharam novo patrocinador esta semana. São 45 mil reais a mais nos cofres a partir deste mês. Não dá para contratar um Centro Avante ou um Zagueirão para arrumar as casas? Essa transparência a torcida cobra. O que é feito com o dinheiro ganho mensalmente pelos Clubes? Se somadas as receitas, são mais de 500 mil mensais para administrar cada um deles. É verba suficiente para, com bom senso e conhecimento do metiê, tocar o barco tranqüilo.
Há esportes amadores em nosso Estado que precisam do apoio incondicional do Governo e dos grandes empresários. É só ter sensibilidade e utilizar os benefícios das Leis que aí estão. O Baskete para olímpico viajou com duas delegações – masculina e feminina – para uma seletiva brasileira. O Box classificou dois jovens para o pan americano. Um garoto de qualidade diferenciada em ginástica olímpica pede ajuda para desenvolver mais seu potencial. O Futsal tem decisões do interior e da capital e ainda uma delegação fazendo bonito na categoria sub 15 fora do estado. Ufa! Somos todos míopes ou falta boa vontade para ajudar investindo, não gastando?
Rui Guimarães

19 de março de 2011 at 1:18 pm 1 comentário

Posts antigos Posts mais recentes


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.