Coluna do Gerson Nogueira – 20.11.13

20 de novembro de 2013 at 9:22 am Deixe um comentário

A mãe de todas as Copas

Não sem percalços, a França garantiu ontem passaporte para a Copa do Mundo de 2014, juntando-se aos demais campeões mundiais – levando em conta que o Uruguai goleou a Jordânia por 5 a 0 na primeira partida da repescagem e praticamente liquidou a fatura. Um gol de Benzema em flagrante impedimento ajudou os franceses a superarem a Ucrânia, em Paris.

A irregularidade vem se juntar a um histórico de benefícios que a França vem colecionando em falhas de arbitragem nas eliminatórias de Copas do Mundo. O erro não diminui o tamanho da façanha, pois a Ucrânia tem uma das melhores defesas da Europa e tinha a vantagem de 2 a 0.

Outra seleção tradicional, embora não campeã, a assegurar presença no mundial brasileiro é Portugal. Sob a liderança do craque Cristiano Ronaldo, o escrete luso derrotou a Suécia de Ibrahimovic em seu próprio campo, mostrando gana e futebol superior. Fez diferença, acima de tudo, a excepcional forma de CR, que parece decidido a fazer de 2013 o ano de sua consagração.

Marcou gols fundamentais no cruzamento com os suecos e pode afirmar, batendo no peito, que é sem contestações o astro da companhia. Não fosse por ele, Portugal provavelmente teria ficado pelo caminho.

A reunião de todos os campeões mundiais, que se confirmará na próxima semana com a classificação do Uruguai, faz da Copa de 2014 ainda mais especial. Será uma oportunidade única de exposição da nata do futebol mundial, por mérito atual e por tradição histórica.

Se há algo a lamentar é a ausência forçada de craques como o sueco Ibrahimovic, um dos mais completos atacantes do futebol moderno, admirado por onde passou e atualmente pontificando no Paris St. Germain. Ibra, por questão de geografia, provavelmente encerrará a brilhante carreira sem o prazer de comemorar um gol em Copa do Mundo. Acontece.

Entrosamento e intensidade

A grande notícia do amistoso com o Chile ontem, em Toronto, é que o Brasil de Neymar continua em ritmo de competição, como se a Copa das Confederações não tivesse terminado ainda. Nem tanto por vencer, mas pela maneira como venceu. O time enfrentou um adversário tecnicamente respeitável com disposição digna de jogo decisivo. Buscou o gol de maneira feroz, sem jamais recuar ou cozinhar o galo.

Velocidade, força e movimentação intensa, marcas da equipe sob a batuta de Felipão, voltaram a aparecer em doses que permitiram ao Brasil superar a excelente troca de passes da equipe chilena. Neymar, Maicon, Paulinho e Robinho, que entrou no segundo tempo, foram destaques, mas o que brilhou de fato foi o jogo coletivo.

O escrete está adquirindo uma força de conjunto que, em determinados momentos do jogo, passa a ideia de um grupo invencível. O maior temor que havia em relação a Felipão era o conhecido pendor para a cautela – ainda mais tendo o pragmático Parreira como auxiliar. Pode-se dizer que seu time afasta por completo essas preocupações.

A opção por jogadores jovens (David Luiz, Tiago Costa, Paulinho, Luiz Gustavo, Neymar, Hulk, Oscar) garante fôlego e rapidez ao time. Com a repetição dos jogos vem o entrosamento necessário. A seis meses da Copa, os prenúncios são os melhores possíveis, embora não seja recomendável abraçar o oba-oba tão ao gosto da pachecada.

O ponto negativo é ainda o setor de criação, onde Oscar ainda e não demonstra ser o organizador que o futebol moderno exige. Deveria ser o parceiro de Neymar nas articulações, mas acaba se limitando a ser mais um jogador a correr muito na faixa intermediária. Caso o nosso Paulo Henrique Ganso estivesse a fim de jogar a sério ainda poderia se candidatar a essa vaga.

Mudança de planos

Na escalação que anunciei aqui do provável Remo de 2014 começa a se consolidar uma alteração. Na linha de ataque. Nada a ver com a camisa 33.

Direto do Twitter

“A Seleção virou seguro-desemprego do Julio Chester”

De Fernando Molica, jornalista.

Entry filed under: Uncategorized.

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 20.11.13 BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 21.11.13

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: