28 de novembro de 2013 at 7:15 pm Deixe um comentário

O impacto da camisa 33

Júlio Batista, Nilmar, Leandrão, Herrera ou Eduardo Ramos. Um deles poderá ser o esperado dono da camisa 33 do Remo, com direito a ser apresentado à torcida azulina no dia 15 de dezembro, em programação festiva no Mangueirão. Por ora, conforme informações de fontes ligadas à diretoria, dificuldades de negociação com os jogadores que estão no exterior podem acabar encaminhando a escolha para Ramos.

O ex-bicolor não é o preferido da cúpula para vestir a 33. Preocupa o fato de Ramos já ser um “nome manjado”, na expressão de um diretor. E, ao mesmo tempo, a diretoria teme que um nome importado não preencha inteiramente as expectativas, que cresceram muito depois de alavancadas pelas especulações. Todo mundo sabe que a frustração do torcedor não respeita limites quanto à reação, o que poderia ser fatal para o até agora bem recebido projeto executado pelo Zeca Pirão.

Para que o nome possa ser testado junto à torcida, conselheiros e dirigentes sugerem ao presidente não retardar mais a divulgação. A ideia é fazer com que o anúncio imediato contribua aqueça as vendas das camisas promocionais. O acordo com a Umbro prevê a cessão de 11 mil camisas (a R$ 150,00) para que o clube possa investir pelo menos R$ 1,5 milhão no futebol profissional.

Como é próprio de clubes de massa, onde a política interna é sempre efervescente e a vaidade floresce em proporções tsunâmicos, a boataria campeia nos ambientes remistas, envolvendo conselheiros, beneméritos, ex-presidentes e atuais diretores. Todos querem palpitar e influir, para depois sair apregoando a paternidade das escolhas.

Pirão, ao contrário de outros gestores, delega tarefas e mostra agilidade nas decisões, mas tem mostrado um talento especial para guardar segredo. Até figuras bem próximas a ele não sabem afirmar, com certeza, qual o nome já definido (se é que já foi fechado contrato) para estrelar a camisa especial.

Nas últimas horas, além de contratações dadas como certas (Rodrigo Fernandes, Max, Rafael Andrade, Mael, Tiago Potiguar e Romão), surgiram com muita insistência comentários sobre Nilmar e Júlio Batista, que defendeu o Cruzeiro no Brasileiro da Série A. Pirão não confirma, nem desmente, mas continua prevalecendo a tese de que será um jogador com passagem pela Seleção. Verdade ou não, o certo é que o marketing da camisa 33 vem se mostrando extremamente certeiro e eficiente.

Adeus a um de meus heróis

Para Nelson Rodrigues, toda unanimidade era burra, mas quando se trata de Nilton Santos é forçoso abrir uma exceção. Botafoguenses empedernidos ou não, todo e qualquer torcedor bem informado respeita e cultua a história de uma das maiores legendas do futebol mundial.

A morte do velho ídolo, ontem, aos 88 anos, ao cabo de longa enfermidade, fez com que por alguns minutos brasileiros de todas as torcidas se unissem na reverência a um nome acima das picuinhas e desencontros.

Além da elegância boleira que encantou o mundo em duas Copas (58 e 62) e das jornadas gloriosas com a camisa alvinegra, a única que honrou ao longo da longeva carreira, Nilton tem no currículo o mérito de haver cuidado de Mané Garrincha no Botafogo.

Nilton recomendou sua contratação pelo clube e depois assumiu a missão de guardião, mistura de pai e irmão mais velho, do irrequieto ponteiro de pernas tortas. O Brasil deve à Enciclopédia o fato de Mané ter se tornado um jogador profissional.

De minha parte, aprendi a amar o Botafogo a partir de Nilton, Mané, Quarentinha e Didi, embora o fantástico lateral esquerdo já estivesse na fase declinante da carreira quando comecei a acompanhar futebol mais a sério.

É de Nilton a frase que resume meu amor pela Estrela Solitária: “Se for para falar mal do Botafogo, por favor nem entre”, avisava aos visitantes a placa na entrada de seu sítio no interior do Rio.

Por isso tudo, só posso dizer: obrigado, mestre Nilton!

Enfim, a Copa Verde saiu do papel

A CBF anunciou hoje de forma oficial a realização da Copa Verde, reedição ampliada da finada Copa Norte, agora com a participação de clubes do Nordeste e do Centro-Oeste. Representantes do Para, Paysandu enfrentara na primeira fase o Princesa do Solimoes-AM, Remo tera como adversario o Nautico-RR e o Paragominas pegara o Santos-AP.O torneio começa no dia 12 de fevereiro e ira ate 09 de abril, sendo disputado no sistema de mata-mata. O campeao tera vaga na Copa Sul-Americana de 2015.

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 28.11.13 BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 29.11.13

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: