Coluna do Gerson Nogueira – 31.07.14

31 de julho de 2014 at 11:15 am Deixe um comentário

Douglas continua firme no gol, apesar da boataria sobre sua saída. Pikachu segue no ataque, ao lado de Ruan. O técnico, pelo planejamento esboçado, decidiu prestigiar o time que entrou jogando e perdeu por 3 a 0 em Campina Grande. Deve ter sido o único a ficar satisfeito com o que viu.

Além das falhas pontuais do goleiro, as falhas de posicionamento da dupla de zaga, Charles e Reiniê, continuam a atormentar a equipe, mas aí não há muito o que fazer, pois os dois ainda são os melhores zagueiros existentes no elenco.

A partir da meia cancha, porém, o técnico parece ter decidido apostar em Marcos Paraná, Rafael, Pikachu e Ruan. Chama atenção sua insistência em utilizar Pikachu avançado, depois que reiteradas vezes o jogador já demonstrou que não é por ali que se sai melhor.

O papel de ala avançado sempre foi o preferido do próprio Pikachu. Depois que Lecheva começou a escalá-lo na frente, considerando que falhava na marcação, os demais treinadores seguiram a mesma linha de pensamento, afastando cada vez mais o atleta de sua posição de origem. Com a ausência de Djalma por contusão, Pikachu ficou ainda mais isolado. E o Papão só perdeu com isso.

Para hoje, contra um Coritiba que deve poupar suas principais peças (incluindo o meia Alex), imaginava-se um time fisicamente mais forte no ataque. Como Ruan e Pikachu jogam abertos, a tendência é que falte jogada pelo centro da área. Dênis, que vai na suplência, poderia ser uma boa opção.

Um duro castigo para Roni

A novidade do Remo para o jogo de sábado contra o Interporto (TO) é a ausência do atacante Roni da lista de prioridades do técnico Roberto Fernandes. Titular nos dois primeiros jogos da Série D, falhando muito nas finalizações, o jogador foi rebaixado à condição de terceiro reserva.

Mesmo que se deva respeitar a avaliação do treinador, soa como punição rigorosa demais a barração de Roni. Grande destaque do time campeão estadual, com atuações empolgantes nos jogos decisivos contra o Papão, ele não desfrutou da mesma tolerância que já foi dada a jogadores bem mais experientes do elenco.

Roni não foi omisso nos dois jogos. Pelo contrário. Correu muito e se empenhou, mas teve a infelicidade de perder dois gols contra o Moto Clube e outro contra o River. Leandro Cearense passou a temporada passada desperdiçando gols e jamais teve o mesmo tratamento.

Seu afastamento terá finalidade prática se for aproveitado para repassar orientações quanto a posicionamento e definição de jogadas. Do contrário, será apenas uma medida excessivamente dura para um garoto que – como Leandro Carvalho, do Papão – ainda tem muito a aprender e crescer.

A fé não pode falhar

O papa Francisco está virando um talismã do futebol argentino. A confirmar a convicção dos torcedores, o San Lorenzo, seu clube de coração, confirmou ontem à noite a classificação para disputar a final da Copa Libertadores. Perdeu por 1 a 0 para o Bolívar, mas havia vencido com folga (5 a 0) no jogo de idade. O certo é que El Ciclón disputará uma decisão continental pela primeira vez em sua história.

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 31.07.14 Coluna do Gerson Nogueira – 04.08.14

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: