Coluna do Gerson Nogueira – 15.09.14

15 de setembro de 2014 at 3:01 pm Deixe um comentário

Susto e redenção em Bragança

O Remo buscou o gol ao longo de toda a partida, até conseguiu fazer, mas tomou também, permitindo o empate de maneira quase infantil. No segundo tempo, açoitado por contra-ataques perigosos do River, deu uma tremenda sorte de achar o gol nos acréscimos. Como jogo, foi um exercício de emoção para os torcedores. Como resultado, excelente vitória, que assegura antecipadamente a classificação à fase de mata-mata da Série D.

A estratégia esboçada pelo técnico Roberto Fernandes foi correta, botando o time para jogar do jeito que todos vivem pedindo. No ataque, com ousadia. O problema é que o meio-de-campo ficou vulnerável demais, pois atacar se tornou prioridade absoluta no jogo.

O mais interessante é que a tarde começou perfeita, com um gol logo de cara. Reis, de cabeça, aproveitou a chance entre os zagueiros piauienses. Ao invés de se organizar e esperar o adversário, o Remo se lançou em busca de mais gols, afoitamente. Quase conseguiu fazer, mas abriu demais seu setor defensivo, cedendo o empate ainda na metade da primeira etapa. Os contornos dramáticos da tarde foram coroados com a penalidade, que o River terminou desperdiçando.

Para o segundo tempo, o Remo voltou novamente agressivo e chegou ao gol muito cedo, com o volante Michel. Mas Negreti falhou e Warley igualou tudo de novo. Aí o jogo virou roleta russa. Para substituir Dadá, lesionado, Fernandes optou por Val Barreto. Com isso, tornou o ataque mais poderoso, porém abriu de vez sua retaguarda, que era acossada o tempo todo pelos contragolpes do River.

Com a força ofensiva, impulsionada por Levy e Roni na direita, o Remo era incansável na perseguição ao gol, mas falhava no arremate final. E justo quando os sustos na zaga começavam a indicar que o técnico havia errado em botar Val Barreto na vaga de um volante, eis que o centroavante irrompe na área e faz o gol libertador, aos 47 minutos.

Caprichos do futebol. De suas incertezas e imperfeições nasce o encanto.

Competitivo, Papão traz empate precioso

O jogo valeu pelo segundo tempo na Arena Castelão, tanto pela maneira mais decidida do Fortaleza em procurar o gol quanto pelo empenho do Papão em assegurar o bom empate. No fim das contas, prevaleceu a firme disposição do time paraense, que não repetiu a boa atuação do jogo com o Botafogo em João Pessoa, mas foi resoluto em se resguardar nos momentos mais complicados.

Diferentemente do alvinegro paraibano, o Fortaleza preferiu esperar pela iniciativa do Papão no primeiro tempo, embora desfrutando de chances para abrir o marcador. Seguiu assim no restante da partida, arriscando-se um pouco mais apenas nos minutos finais. Não dava campo aos bicolores, mas também não tomava conta do jogo.

No Papão, um sintoma das dificuldades foi a baixa produtividade do ataque. Pikachu deu o primeiro chute a gol aos 37 minutos de partida. Aliás, quando Djalma saiu na etapa final, Pikachu perdeu sua escolta e o time ficou sem a velocidade de que tanto precisava nos contra-ataques.

Sem chances de matar o jogo, o Papão optou por segurar o 0 a 0. Fez bem essa tarefa, até pela belíssima atuação do zagueiro Charles, o melhor da equipe. Além dele, Ricardo Capanema e Augusto Recife (antes da expulsão) deram conta das peças mais perigosas do adversário, como Robert, Marcelinho Paraíba e o paraense Tiago Cametá.

O giro não terminou 100%, mas o Papão traz quatro pontos preciosos desses dois compromissos fora de casa, exibindo um sentido competitivo que não tinha antes do retorno de Mazola Jr. Volta a brigar diretamente pelo G4 e tem boas chances de obter a classificação nas partidas que fará na Curuzu.

Remo pode enfrentar amazonenses

O cruzamento na segunda fase da Série D pode colocar frente a frente o Remo e o Princesa do Solimões (AM). Pela classificação atual do torneio, os confrontos seriam os seguintes:

1-Confiança x 16 Central

2- Londrina x 15 Penapolense

3- Tombense x 14 Estrela do Norte

4- Remo x 13 Princesa do Solimões

5- Rio Branco x 12 Moto

6- Jacuipense x 11 Brasil-RS

7- Ituano x 10 Luziânia

8- Brasiliense x 9 Porto

Direto do blog

“Bando de vagabundos que se vestem de homem quando estão no meio dos outros marginais, mas, quando acuados, ficam que nem uma galinha. Esses são os culpados pelo fracasso do futebol paraense. Esses marginais são responsáveis por fazer com que o verdadeiro torcedor se distancie do estádio, com medo de brigas.”

Do Anderson, torcedor do Remo, injuriado com os baderneiros que conspiram contra o futebol do Pará há anos e que voltaram a aprontar em Bragança, ontem.

Águia abandona a zona maldita

Em sua desesperada batalha contra o rebaixamento, o Águia conseguiu um grande feito ontem. Derrotou o Crac por 2 a 1, em Marabá, e saiu da zona. A três rodadas do fim da primeira fase, o Azulão chegou aos 15 pontos e precisa de pelo menos duas vitórias para permanecer na Série C. Apesar disso, o Treze joga hoje e pode recuperar a oitava posição.

O gol de Charles logo aos 5 minutos abriu o caminho para a vitória, mas as falhas de marcação acabaram dando brecha para o Crac empatar ainda no primeiro tempo. Disposto a tudo para vencer, o Águia voltou para o tempo final atacando, mas aí passou a enfrentar outro adversário: a falta de pontaria de seus atacantes. Até Palhinha, o melhor do time, errava nas finalizações.

O gol salvador só veio aos 42 minutos, quando o volante Esdras apareceu na área e desviou do goleiro Donizetti.

Entry filed under: Uncategorized.

A Bola no Bola – Giuseppe Tommaso – 14.09.14 PAPO DO 40º – Ronaldo Porto – 15.09.14

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: