Coluna do Gerson Nogueira – 15.02.15

15 de fevereiro de 2015 at 11:02 am Deixe um comentário

Barrados no baile?

A dupla Re-Pa corre o sério risco de ficar fora da decisão do primeiro turno. Há duas décadas, tal situação era inimaginável, tamanho era o desnível técnico entre os grandes da capital e os emergentes interioranos. O tempo passou e a realidade mudou, instaurando uma nova ordem, mais equilibrada. As diferenças se reduziram drasticamente, a tradição já não pesa tanto e o que ainda garante fôlego aos dois clubes centenários é o orçamento mais polpudo.
Neste campeonato, depois de uma pré-temporada mais longa, os dois velhos rivais se dedicaram como sempre à velha mania de sair contratando. O Remo trouxe mais de 10 jogadores. O Papão dobrou esse número, até porque precisava repor mais peças no elenco.
Para comandar os times foram trazidos dois técnicos de currículo respeitável na chamada zona intermediária do futebol brasileiro. Zé Teodoro, mais experiente, tem boas passagens pelo futebol nordestino, principalmente o do Ceará.
Sidney Moraes é mais jovem, rodou e venceu menos, mas adquiriu fama de profissional de visão moderna e arejada. Foi justamente o que atraiu o interesse dos dirigentes do Papão.
Ocorre que o campeonato é curto, mais do que nos outros anos, e não há muito tempo para ajustes. Qualquer correção de rota precisa ser feita com o avião em pleno voo. Talvez aí resida a dificuldade para os dois neófitos em Campeonato Paraense.
Poucos torneios estaduais são disputados sob um inverno tão rigoroso quanto o nosso, o que compromete diretamente a agenda da preparação física. Como alguns jogadores chegaram no final da pré-temporada, os problemas se acumulam e o entrosamento fica mais difícil de ser atingido. Há, além disso, a pressão natural por resultados que ronda toda grande agremiação.
Ambos parecem acostumados a isso, principalmente Zé Teodoro, mas talvez não tivessem ideia do acirramento da rivalidade em Belém e da histórica falta de paciência das duas torcidas. Zé Teodoro perdeu duas, não ganhou nenhum ponto, mas vive uma trégua por ter vencido o Rio Branco pela Copa Verde. A depender do resultado contra o São Francisco, em Santarém, poderá ser bombardeado por críticas novamente.
Sidney Moraes vai passar um Carnaval mais reflexivo. Apesar de ter acumulado três pontos no turno, já perdeu duas vezes e também só alcança a semifinal com muita sorte. O pior é que recebeu vaias estrepitosas depois da derrota para o Cametá e começa a ser pintado injustamente como o único responsável pelo mau começo do Papão.
As cobranças são normais e compreensíveis, mas pedir a cabeça dos dois técnicos é atitude precipitada e pouco inteligente. Caso tenham coragem e força para segurar a onda, os dois presidentes – ambos recém-eleitos – irão manter seus técnicos, conscientes de que o trabalho está apenas começando. Por outro lado, quem conhece o futebol local sabe que poucos dirigentes conseguem assimilar (e suportar) a cobrança raivosa do torcedor.

O carnaval dos interioranos

No outro extremo do ringue, os interioranos estão à vontade, rindo para as paredes. Dependem de seus próprios passos para chegar à decisão do turno. Cametá, Tapajós, São Francisco, Parauapebas e Independente estabeleceram excelente vantagem nas três primeiras rodadas do turno, deixando para trás os tradicionais titãs da capital.
De certa forma, a situação remete à temporada 2012, quando o Cametá venceu o Águia na decisão do primeiro turno. Daquele triunfo, o Mapará partiria para conquistar o campeonato em confronto extra com o Remo, vencedor do returno.
Naquela ocasião, o Remo ainda chegou a disputar a semifinal do primeiro turno, perdendo para o Águia, mas agora há a possibilidade real (e inédita) de ausência da dupla Re-Pa até das semifinais do turno.
Para isso, bastará que no grupo A1 Independente e Parauapebas empatem na próxima rodada. Já no grupo A2, o Cametá (com 7 pontos) já não pode ser superado pelo Papão e o Tapajós só depende de um empate e uma vitória em três rodadas.
Por tudo isso, técnicos menos badalados, como Cacaio (Cametá), Lecheva (Independente), Léo Goiano (Parauapebas) e Victor Hugo (Tapajós) devem curtir um Carnaval bem mais frenético que seus colegas da capital.

Barça troca o passe pelo ataque vertical

O Barcelona fez uma transição importante em menos de um ano. Deixou o estilo de troca incessante de passes no meio-campo, sob a batuta de Xavi e Iniesta, pelas jogadas em alta velocidade em direção ao gol, principalmente quando consegue encaixar contra-ataques.
Luis Henrique está conseguindo só agora impor sua filosofia, à custa de muitas críticas e até boatos de uma possível demissão no final de 2014. O time está longe de deslumbrar o mundo, como nos tempos de Guardiola, mas é evidente que constrói um novo padrão, até mais intenso e vibrante.
O noticiário diário dos jornais Marca, do Ás e do El País indica que Luis Henrique está aposentando Xavi e Iniesta, antigas vacas sagradas do Camp Nou, e optando por treinos específicos para acertar a saída de bola em benefício exclusivo de seus atacantes.
Aos que ainda preferem o antigo estilo tic-tac do Barça, cabe a pergunta: o que você faria se tivesse à disposição três dos melhores atacantes do mundo? Com o trio MSN (Messi, Suarez e Neymar), Luis Henrique não tem como fugir ao destino que se abre à sua frente.
Detalhe: jogando assim, o trio ofensivo marcou 22 gols em 10 partidas e se consolida como a grande sensação do atual campeonato espanhol, ameaçando superar até a poderosa armada do Real Madri.

Bola na Torre

Giuseppe Tommaso apresenta, com Valmir Rodrigues e este escriba de Baião na bancada. Futebol paraense em debate, com a presença de Alberto Maia, presidente do Papão. Começa por volta de 00h10, depois do Pânico na Band.

Entry filed under: Uncategorized.

A Bola no Bola – Giuseppe Tommaso – 15.02.15 PAPO DO 40º – Ronaldo Porto – 16.02.15

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: