Coluna do Gerson Nogueira – 22.07.15

22 de julho de 2015 at 1:12 pm Deixe um comentário

A batalha de Salvador

Há uma semana, no estádio Jornalista Edgar Proença, o Papão derrotou o Bahia por 3 a 0 e mostrou musculatura para avançar na Copa do Brasil. Depois de um primeiro tempo parelho, a equipe paraense cresceu na etapa final e construiu a vitória folgada que lhe permite entrar em campo hoje podendo administrar a condução do jogo.
A vantagem estabelecida em Belém é de grande importância, mas não garante tranquilidade plena. Sempre é difícil enfrentar um adversário de tradição, que mobiliza uma torcida apaixonada, jogando em seus domínios.
Para apimentar a situação, o lance do pênalti que originou o terceiro gol do Papão no Mangueirão deu aos baianos o argumento que precisavam para transformar o confronto desta noite em uma revanche.
O árbitro realmente errou na marcação da penalidade, mas em nenhum momento isso pode ser configurado como má fé ou parte de um esquema para prejudicar o tricolor baiano. A crer nessa hipótese, seria justo levantar também a quantidade de vezes que o próprio Bahia tem sido beneficiado por arbitragens polêmicas.
Na própria Copa do Brasil, há o episódio do jogo com o Nacional (AM), eliminado na primeira fase por força de um gol assinalado em completo impedimento na Arena Nova.
Como a questão extracampo não pode ser administrada, resta ao Papão se concentrar no que importa. Terá que jogar com a cabeça no regulamento, mas atento à pressão que o Bahia prepara para os primeiros momentos da partida.
Exemplos não faltam de reversão de resultados em mata-mata. No ano passado, o Atlético-MG se especializou em viradas aparentemente impossíveis, contra Flamengo e Corinthians. O próprio Bahia se agarra à espetacular virada sobre o Vitória da Conquista na decisão do certame baiano. Perdeu na ida por 3 a 0 e devolveu na volta por 6 a 0.
Dado e seus comandados também devem se espelhar no que ocorreu com o Remo na Copa Verde, quando chegou à Arena Pantanal com 4 a 1 de vantagem e terminou levando de 5 a 1. No futebol, ao contrário do que ocorre no processo histórico, nem sempre as coisas se repetem como farsa.
Cabe ao Papão jogar o seu jogo, manter serenidade e buscar fazer pelo menos um gol, explorando a previsível pressa do adversário em reverter a diferença.

Sport de Durval desafia previsões

Há uma interessante novidade neste incipiente Brasileiro da Série A. O Sport se mantém, valentemente, entre os quatro primeiros na tabela, depois de uma sequência duríssima, enfrentando Atlético-MG, Palmeiras e São Paulo. O rubro-negro pernambucano tem 27 pontos e é o time que menos perdeu na competição, uma vez apenas. Tem o segundo ataque mais positivo, 25 gols. Perde apenas para o do líder Galo, que marcou 28 vezes.
E é do Sport o zagueiro menos faltoso da competição. O veterano Durval, após 14 rodadas, cometeu apenas uma falta. Façanha digna de menção se levado em conta o próprio histórico do jogador. Ao mesmo tempo, significa que o time está bem ajustado em todos os setores. Joga bonito e tem tudo para ir longe na competição.
Curiosamente, a mídia do Sudeste só tece loas ao Corinthians, que ocupa o segundo lugar com uma campanha que valoriza a defesa, bem ao gosto do técnico Tite. Tem a defesa menos vazada, com oito gols. Em compensação, só ganha por 1 a 0 e 2 a 1, aparecendo com o pior ataque dos sete primeiros colocados, com apenas 16 gols.
Saudar times que sofrem poucos gols não é coisa da essência do futebol brasileiro. Pelo menos, do futebol brasileiro que vale a pena ver.

Heranças de Minowa travam gestão remista

Nem bem era encaminhada a negociação de Ameixa com o Corinthians, por um valor em torno de R$ 500 mil, eis que outra notícia ruim caiu como bomba no Evandro Almeida, ontem. Banpará, Funtelpa e Federação Paraense de Futebol receberam um ofício da 13ª Vara da Justiça do Trabalho, informando que os repasses destinados ao Remo estão bloqueados até que toda a dívida do clube junto à JT seja quitada.
O surpreendente é que a Justiça do Trabalho está apenas fazendo cumprir um acordo assinado pelo presidente Pedro Minowa em janeiro deste ano, concordando com o bloqueio integral dos repasses. Minowa se encontra licenciado do cargo até dezembro.
São petardos de efeito retardado deixados pela caótica gestão de Minowa, em tudo parecida com a do antecessor. Fontes da diretoria revelam que os problemas se avolumam à medida que documentos deixados pelo dirigente licenciado são descobertos.
A decisão judicial tirou parte do entusiasmo com o negócio envolvendo Ameixa, joia do clube, 19 anos, revelação do último Parazão e que era trabalhado para vir a ser um dos grandes nomes da equipe na temporada.
Acontece que a situação financeira desesperadora não permitiu que esses planos fossem levados a cabo. A essa altura, a entrada de dinheiro é fundamental para cobrir as pendências e garantir uma boa campanha na Série D.
Ao contrário do ocorrido com Roni, cujo dinheiro da venda até hoje não foi contabilizado na tesouraria do clube, a ida de Ameixa para o Corinthians já rendeu até um adiantamento para o Remo, permitindo sanar débitos mais urgentes.

Uma data muito especial para a nação bicolor

Há exatamente 70 anos, o Papão derrotava o Remo por 7 a 0 em jogo no estádio Evandro Almeida, cravando uma página histórica na rivalidade entre os dois grandes clubes. Obra do Esquadrão de Aço bicolor, até hoje festejado pelo excepcional feito.

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 22.07.15 Coluna do Gerson Nogueira – 27.07.15

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: