Coluna do Gerson Nogueira – 17.08.15

17 de agosto de 2015 at 12:15 pm Deixe um comentário

A 35 pontos do acesso

A vitória veio em boa hora, após três rodadas negativas, mas o Papão quase complicou um jogo que se desenhava relativamente fácil. Fez 1 a 0 merecidamente, através de Leandro Cearense, que voltou a ser um jogador fundamental para o time. O problema é que a vantagem trouxe um certo relaxamento. Gols foram desperdiçados e a equipe terminou por ceder o empate logo no começo da segunda etapa.
A partir daí, o que era tranquilo se tornou tenso. Por sorte, Cearense aproveitou o providencial escorregão de um zagueiro e testou para as redes, desempatando a partida por volta dos 25 minutos. Edinho fechou a contagem com um belo chute no ângulo esquerdo do gol do Oeste.
No geral, o Papão cumpriu uma boa jornada. Foi decidido ao ataque desde os primeiros movimentos e contou com um centroavante ativo e participante. Leandro Cearense mostrou-se incansável. Colocava-se sempre livre para receber passes e conseguia proteger bem a bola mesmo sob pressão da defensiva adversária.
Além do empenho, o atacante estava em tarde muito inspirada. As bolas que chegaram até ele em condições de arremate foram bem aproveitadas. É verdade que tem lá seus problemas, às vezes tropeça nas próprias pernas, mas ainda é disparadamente o mais regular homem de ataque à disposição de Dado Cavalcanti. E olha que o Papão tem mais nove atacantes no elenco.
Falta ao time, porém, uma estabilidade entre seus setores. A defesa e o setor de marcação até funcionam bem. Os dois zagueiros são firmes e bons no cabeceio – embora vacilem às vezes na antecipação, como no lance do gol do Oeste. O trio de volantes passa segurança. O bicho pega a partir do setor de criação, onde normalmente os adversários levam vantagem sobre os jogadores do Papão.
Valdívia, o novo titular da armação, tem muitas oscilações. Em determinados momentos, acerta o pé. Noutras, desaparece e a equipe afunda. Não é muito diferente de Carlos Alberto e Carlinhos, os outros armadores normalmente usados por Dado.
Para complicar as coisas diante de um fechado Oeste, o técnico do Papão voltou a incorrer em seu já conhecido hábito de retardar substituições. Quando Cearense fez o segundo gol, os visitantes já começavam a se assanhar acreditando na vitória. Tudo em face da hesitação de Dado em executar mudanças que se mostram necessárias.
Welinton Jr. visivelmente não aguentava mais manter a correria do primeiro tempo e poderia ter saído já no intervalo. Além de Cearense, cabe destacar a atuação de Edinho, que entrou muito bem e fez sua mais objetiva partida no Papão. João Lucas também teve desempenho acima de sua média habitual e Pikachu foi bem mais participativo.
Papão fecha o primeiro turno com 30 pontos ganhos e na sétima colocação. Um pouco acima das expectativas iniciais e abaixo do que fez supor nas dez primeiras rodadas. De todo modo, uma campanha decente e que permite crer em bom desempenho no returno. Faltam 35 pontos para obter o acesso e 18 pontos para garantir permanência na Segunda Divisão.

Para o Leão, vitória é uma obrigação

O Remo precisa dos três pontos em Roraima para continuar com o primeiro lugar geral da Série D, condição que permite vantagens nas fases de mata-mata como jogar em casa a partida de volta e enfrentar adversários de pior campanha. O Crac-GO alcançou no sábado 13 pontos e assumiu a dianteira. Com 10, o Leão terá que dobrar o Náutico e retomar a posição.
Independentemente desse aspecto da classificação, o Remo tem obrigação de superar o Náutico, que é o pior do grupo A1 e talvez um dos mais fracos do campeonato. Não é possível que o time de Cacaio jogue como na estreia em Vilhena. Cauteloso em excesso, recuou quando podia ter agredido e aceitou no segundo tempo a pressão do time da casa. Por fim, sofreu o empate como merecido castigo.
A exemplo do que fez em Manaus contra o Nacional, é fundamental que o setor de armação do Remo funcione com presteza, municiando o ataque e pressionando a defesa dos donos da casa. Com essa proposta, torna-se ainda mais importante o papel a ser desempenhado por Eduardo Ramos, principal jogador do time. Na Arena Amazônia, saíram de seus pés as jogadas mais lúcidas, incluindo o passe perfeito para o gol de Levy.

Zaga sem porteira arrebenta com o Fla

Com uma zaga mais despoliciada do que a periferia de Belém, o Flamengo entregou ontem ao Palmeiras uma vitória que estava quase garantida. E olha que os periquitos se atrapalhavam com a própria sombra. Mas, na reta final do jogo, quando os dados rolaram, o Verdão mostrou mais vontade e determinação, enquanto os comandados de Cristovão Borges tratavam de entregar o ouro.
A partida foi até interessante, movimentada e cheia de gols. Só não me acostumo com esse horário de quermesse, tão ao gosto do público paulistano e estranho para quem vive cá no outro Brasil. O horário matinal atende a interesses de quem marcha contra o governo e clama pela volta do regime militar, o que torna tudo ainda mais esquisito.

Para João e José

A coluna de hoje tem dupla e feliz dedicatória. Para o infante João Gerson, que festeja 14 anos de idade, e para o meu pai José, que amanhã aniversaria também. A ambos, vida longa e saudável – em todos os sentidos.

Águia segue ladeira abaixo

E o Águia, como mais ou menos previsto, perdeu outra. Com um gol logo no começo – Frontini aos 8 minutos – como virou marca registrada do time nesta Série C. Agora, com 6 pontos e na lanterna, o Azulão só se salva se vencer cinco dos seis jogos restantes. Detalhe: não venceu nenhuma partida até aqui.

Entry filed under: Uncategorized.

Coluna do Gerson Nogueira – 14.08.15 PAPO DO 40º – Ronaldo Porto – 17.08.15

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: