BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 30.8.15

30 de agosto de 2015 at 9:19 am Deixe um comentário

Entrevista com Prócion Klautau, o maior artilheiro do Pará do antigo futebol de salão ou futebol da bola pesada, hoje futsal, nos anos 50-60.

Quantos anos jogou futebol de salão e em que clubes passou?
Nove anos (1956-1965): Bancrévea, Tuna, Paysandu e Landi.

Quantos títulos conquistados?
Cinco campeonatos seguidos pelo Bancrévea, dois pelo Paysandu, um no Landi e um vice-campeonato pela Tuna. Além de vários torneios.

Jogou na Seleção Paraense? Quantos títulos também?
Joguei na Seleção Paraense nos nove anos que atuei nos clubes, mas não conquistamos títulos.

O que mudou do futebol de salão do seu tempo para o futsal de hoje?
Dribles (jogadas individuais). Hoje é mais mecanizado (acho feio).

Jogo mais importante da carreira e gol inesquecível?
Todos os jogos foram importantes. Gol inesquecível foi numa decisão Bancrévea x Tuna (1960). Marquei o primeiro gol do Bancrévea aos cinco segundos de jogo e fomos campeões. E a jogada foi combinada antes da partida por mim, Jaime Pereira e Sucupira. Deu certo!

Qual o melhor quinteto que formou e de que clube?
Cito três quintetos: no Bancrévea, Passarinho, Jaime, Odir, Sucupira e Eu. No Paysandu, Zacca, Maneca, Dedé, Sirotheau e Eu. No Landi,
Nelson, Marcílio, Nelson Chaves, Jaiminho e Eu.

Que artilheiros rivalizavam com você?
Nunca me preocupei com artilheiro, pois virou rotina ser o Prócion o maior goleador das competições. Claro que tinha o Sálvio Miranda (Paysandu), mas ele mesmo dizia que infelizmento jogou no meu tempo.

Cite 3 craques da bola pesada do seu tempo?
Jaiminho, Jaime Pereira e Sirotheau.

Lembra dos nomes das quadras ou ginásios que jogava?
Lembro dos Ginásios do Remo (Serra Freire), Paysandu (Moura Carvalho) e quadras do SESI, da FEIJ, São Domingos (Davino Carvalho) e Caixaparah (na frente da Praça da República).

Quais o melhor técnico daquela época?
Jaime Pereira. Antes atleta e depois técnico.

Lembra quantos gols marcou?
Média de 60 por temporada nos nove anos que competi. E eram menos jogos que hoje.

É concenituaso médico. Qual sua especialidade?
Sou médico anestesiologista em atividade.

Ainda pratica esporte?
Sim. Continuo fazendos meus golzinhos no futebol de campo na Assembléia Paraense disputando Super Sênior (tem gente invejosa que chama Sub 100). Fui campeão ano passado na Portuguesa e agora estou no Marajoara. Como tenho 74 anos anos levo a vantagem de só sair de campo se quiser. É do regulamento para quem tem mais de 70.

Para quem tira o chapéu do futebol de salão da sua geração?
Tiro o chapéu para o saudoso Jaime Pereira. Também para o Jaiminho, que formou uma dupla infernal comigo no Landi.

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

A Bola no Bola – Giuseppe Tommaso – 30.08.15 PAPO DO 40º – Ronaldo Porto – 31.08.15

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: