BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 20.12.15

20 de dezembro de 2015 at 6:33 pm Deixe um comentário

Entrevista com o Coronel Maroja candidato a presidente do Remo, disposto a mudanças radicias se eleito para colocar o Leão nos eixos.

Ligação com o Remo?
Fui nadador e sou sócio desde 1970. Meu tio Rainero Maroja foi presidente, meu pai Adalberto Maroja Neto bi de basquete e avô Alcebiades Gama de Moraes octa de remo. DNA de família.

Funções ocupadas no esporte?
No Remo adjunto do Departamento de Futebol 3 vezes e ex-diretor de segurança. Na FPF, diretor técnico e presidente da CEAF.

Como surgiu sua candidatura?
Incentivado por muitos amigos que não aceitam como se brinca com um clube da grandeza do Remo. Topei a parada por gostar de desafios.

Quem lhe dá apoio?
Raimundo Conde, Sílvio Garrido, Rainero Maroja Filho, além de conselheiros, beneméritos e grandes beneméritos que prefiro não citar.

Pontos a colocar em prática imediatamente se eleito?
Sindicância onde necessário e auditoria geral (inclusive no tocante à derrubada de parte do Baenão), proprocionar benefícios imediatos aos sócios remidos e proprietários (não têm nada), tornar o sócio proprietário quite sorcio-torcedor gratuitamente e o remido também, mas com custo de 50% do ST.

Assustado com a dívida anunciada de 27 mihões?
Nem um pouco. Até porque sei que essa dívida é muito maior. Não há balanço há 10 anos. Mas o clube é grande, tem muito patrimônio, remistas inteligentes e bons gestores.

Como vê possíveis fusões de chapas?
Com estranheza pelo que ouvia de alguns cadidatos. Mas…

Que acha da idéia de Paulo Mota dos candidatos participarem da montagem do time já que um será o presidente?
Concordo. Agora, montagem tem de ser avaliada e conversada com candidatos a presidente, indicados ao Departamento de Futebol, executivo e técnico, ninguém mandando mais que outro.

Para ser presidente do Remo precisa ser rico?
Tem é de pensar no clube em primeiro lugar e não fazer dele trampolim político. Proporcionar ações de marketing, trazer marcas importantes e parcerias, além de colocar gestores de competência reconhecida.

Recado ao Fenômeno Azul?
Caso eleito com Cláudio Pontes planejar verdadeiramente o clube para tirá-lo do atraso que se encontra. Vou trabalhar para o Remo e pelo Remo.

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

A Bola no Bola – Giuseppe Tommaso – 20.12.15 Coluna do Gerson Nogueira – 20.12.15

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: