Bola pra Frente – Claudio Guimarães – 17.01.16

17 de janeiro de 2016 at 3:51 pm Deixe um comentário

Entrevista com André Cavalcante candidato a presidente do Remo, tendo como companheiro da chapa a juventude de Fábio Bentes.

 
Quanto tempo no clube como sócio e cargos ocupados?
Sócio proprietário desde 2004. Em 2014 ocupei a Diretoria Jurídica e fui eleito conselheiro. Em junho de 2015 assumi a Nação Azul (Sócio-Torcedor) e em novembro passei a integrar a Comissão de Futebol.

 
Como surgiu sua candidatura?
De forma natural. Nossa defesa intransigente em prol dos interesses do clube no CONDEL e na Nação Azul foram fundamentais para consolidação.

 
Quem lhe apóia diretamente?
Ubirajara Salgado, Paulo Mota, Jô Ferreira, José Severo, Heitor Freitas, Aline Porto, Paulo Mota Filho, Fábio Salgado, Paulo Cesar Alves, Dirson Medeiros, Rodrigo Salim, Raimundo Sodré, entre outros.

 
Quatro candidaturas é uma boa opção para os sócios ou preferiria menos concorrentes?
Disputa poralizada facilita comparação de propostas. Quatro candidaturas é uma prova do bom momento do clube que volta a ser discutido.

 
Cinco pontos a implemenar imediatamente no clube se eleito?
Elaboração de Plano Estratégico (5 anos) e Orçamento Anual ao CONDEL; Diagnóstico e Reestruturação Administrativa e Financeira; Implantação de Práticas Administrativas; Criação do Portal da Transparência; Valorização e Resgate dos Sócios Remidos e Proprietários.

 
Chegou a ser convidado para unir chapa?
Tentamos trazer todos os candidatos para a administração e escolher um nome para conduzir o clube até eleição geral de novembro-2016 e não deu certo. Depois uma chapa nos procurou mas não houve acordo.

 
Qual sua opinião sobre a divisão de base azulina de futebol?
Dizer que o Remo tem base é ser muito condescendente com o tema. Não tem nem o básico. Vamos reestrututar e vincular ao Futebol Profissional.

 
É a favor de muitas contratações de fora ou tem de haver um limite?
Sou a favor da contratação de bons jogadores, mas temos que partir para valorização da prata da casa.

 
Vai dar prioridade a alguma competição ou todas são iguais?
Temos a obrigação de ser protagonistas em todas as competições pela própria história do clube.

 
Como vai ser o relacionamento do clube com a FPF?
Respeitoso e profissional, principalmente agora com a assunção de Adelson Torres, profissional de grande categoria.

 
É a favor da profissionalização dos Departamentos do clube, ou seja com executivos remunerados à frente?
Sou a favor do profissionalismo. Se for necessário o trabalho de profissionais faremos isso para o bem desse gigante Remo.

 
Um recado ao Fenômeno Azul?
Esperança de um Remo organizado e vencedor. Precisamos da união de todos e que o Fenômeno Azul faça de novo a diferença.

Entry filed under: Uncategorized.

A Bola no Bola – Giuseppe Tommaso – 17.01.16 Coluna do Gérson Nogueira – 17.01.16

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: