Coluna do Gerson Nogueira – 24.01.16

24 de janeiro de 2016 at 9:28 am Deixe um comentário

A eterna malandragem

O futebol mundial anda de pernas para o ar, e não é de agora. Ocorre que a cada semana surgem novas e surpreendentes provas de que há algo de fora de ordem na geopolítica mundial da bola. Com exceção de clubes realmente ricos, com patrocínios consolidados e presença garantida nos principais torneios do planeta, a maioria segue atirando a esmo, catando aqui e ali ex-jogadores em atividade e se submetendo a maracutaias articuladas por empresários e agentes espertos.
A tal esperteza dos operadores da máquina de dinheiro que move o futebol se manifestou com extrema agressividade nesta semana, buscando colocar o atacante Alexandre Pato no Chelsea. Notícias plantadas em jornais e sites alimentaram a negociação, que começou a ruir quando o clube londrino se apercebeu do tamanho do prejuízo que estava prestes a contrair.
Pato surgiu como um jogador futuroso, apontado como candidato a suceder Ronaldo Fenômeno no escrete nacional e teve todas as chances para isso. Foi convocado seguidas vezes, mas aos poucos foi mostrando o que realmente era. Apenas um bom jogador de nível mediano, longe do super craque que o marketing tentou inventar.
Apesar disso, não pode se queixar da sorte. Rodou por grandes clubes e, mesmo jovem ainda, acumulou bom dinheiro. Depois de ficar por algum tempo no Milan, passar boa parte do tempo lesionado, acabou adquirido pelo Corinthians e depois foi repassado ao São Paulo, onde não conseguiu se firmar nem mesmo competindo com Luís Fabiano e Alan Kardec.
O Chelsea surgiu no horizonte como a chance de redenção do inconstante avante. A ideia era perfeita, pois permitiria alçá-lo de novo ao pelotão dos jogadores que rendem fortunas em negociações, mesmo quando em baixa. Mais ou menos como ocorre com o espanhol Fernando Torres, outro que não faz gol e nem encanta, mas segue enganando maravilhosamente e a fazer a alegria financeira de seus empresários.
Pelo que se noticiou nas últimas horas, o negócio murchou no nascedouro. A tal proposta de R$ 52 milhões para os investidores e para o Corinthians até agora não passa de miragem.
Mas Pato não é a única moeda desvalorizada em oferta na bolsa de apostas dos clubes de segundo escalão. Robinho, que foi jogar na China por não ter mais vez no mercado ocidental, ameaça se transferir para o Grêmio. Prova insofismável de que os dirigentes – mesmo os elogiados gaúchos – costumam não ter muita coisa na cabeça.
Depois de umas dez voltas ao futebol brasileiro, sempre para o Santos, Robinho segue insistindo – e faturando. Atravessou períodos altamente favoráveis no Real Madri, no Milan e no Manchester City, mas não jogou mais nada depois que suas pedaladas caíram em desuso. Na Seleção desfrutou de todas as oportunidades possíveis e imagináveis.
Robinho e Pato nunca foram pernas-de-pau, são apenas jogadores razoáveis, dentro da média. Estão sobrevivendo no futebol ainda às custas de uma mídia esportiva que baba ovo para qualquer indício ou resquício de craque. Não têm culpa disso. A estrutura do futebol é que precisa urgentemente tomar juízo e separar o shoyu do trigo.

Bruno Veiga: nova chance com Dado

A recepção foi digna dos grandes reforços. Sócios torcedores do Papão foram até a sede social na sexta-feira à tarde aplaudir o retorno do atacante Bruno Veiga. Um desfecho inesperado depois que o jogador saiu meio à francesa no começo do Brasileiro da Série B 2015, insatisfeito com as poucas chances no time titular. Foi jogar no Mogi Mirim, um dos times rebaixados à Série C. Ao falar com os jornalistas, aparentando surpresa com o carinho dos torcedores, Bruno reconheceu o mau passo e desmentiu contatos (que aconteceram) com o rival Remo.
A partir de agora, ele é mais uma opção para o ataque do Papão no Campeonato Paraense. Tem características que o habilitam a jogar ao lado de Leandro Cearense, mas tudo vai depender dos desenhos que Dado Cavalcanti vem montando nos treinos. É preciso lembrar que foi justamente sob o comando de Dado que Bruno fracassou no começo do ano passado.
Para ter êxito nesse recomeço, terá que mostrar as qualidades que exibia naquele ataque do time que conquistou o acesso em 2014 sob a batuta de Mazola Jr. Ao lado de Ruan, Bruno transfigurou o Papão na reta final da competição, quando muitos não acreditavam mais.

E a montanha pariu um rato…

O propalado grito de liberdade de alguns dos grandes clubes brasileiros resultou em tremenda frustração, como a coluna antecipou há alguns meses. A Primeira Liga (ex-Liga Sul-Minas-Rio) teve que se submeter às rígidas leis do mercado, o que significa aceitar sem reclamar o que a Globo oferecia pelos direitos de transmissão – cerca de R$ 5 milhões.
Para que o fiasco não fosse ainda maior, seus dirigentes precisaram pedir arreglo à Federação do Rio, que disponibilizou duas datas. A CBF, inimiga de primeira hora da ideia, nem precisou fazer muito esforço para atrapalhar.
A verdade é que a cartolagem de Grêmio, Inter, Flamengo, Fluminense e Atlético-MG nunca acreditou nas próprias palavras. Aquele papo empolado de independência e ruptura visava apenas encobrir a criação de um torneio de começo de temporada para faturar um dinheirinho.

Bola na Torre

O programa terá Guilherme Guerreiro no comando, com Tommaso e este escriba de Baião na bancada. O convidado da noite será o dr. André Cavalcante, novo presidente do Remo, eleito neste último sábado, que pela primeira vez dará entrevista sobre seus planos para administrar o clube.

Atorres vai à praça

Neste domingo, na banca do Alvino na Praça da República, haverá sessão de autógrafos do livro “Leão, Papão e Outros Bichos”, de mestre Atorres, a partir das 8h.

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

Bola pra Frente – Claudio Guimarães – 24.01.16 Coluna do Gerson Nogueira – 25.01.16

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: