Coluna do Gerson Nogueira – 31.01.16

31 de janeiro de 2016 at 3:02 pm Deixe um comentário

A força dos emergentes

O Parazão começa neste fim de semana, trazendo as expectativas iniciais de uma temporada que pode ser bastante lucrativa para o futebol paraense, sob todos os pontos de vista. Um campeonato que estabelece com clareza o confronto entre capital e interior. De um lado do ringue, os dois grandes de Belém. Do outro, oito representantes interioranos, dos quais pelo menos cinco com chances concretas de fazer boa figura.
Será uma batalha interessante de ver, principalmente no turno, quando as forças estão bem mais parelhas. Com reforços que ainda estarão se adaptando ao clima e aos gramados, a dupla Re-Pa deve enfrentar dificuldades na primeira metade da disputa. No returno, tudo tende a favorecer o maior entrosamento dos times de Belém, que levam a vantagem de contar com elencos mais numerosos e homogêneos.
De todo modo, o Parazão deixou de ser uma competição de final previsível, como ocorria até 2010. Ao longo de décadas, Leão e Papão se revezavam nas conquistas, dando pequenas brechas para a Tuna, que volta e meia beliscava um título.
Depois que a competição se tornou estadualizada e Independente e Cametá derrubaram o muro de Belém, a competição continuou deficitária, mas adquiriu um perfil mais atraente.
Os emergentes perderam o respeito e passaram a arrancar resultados dentro da capital enfrentando. Sem recear a força das torcidas da dupla Re-Pa, equilibraram de vez o confronto e hoje ninguém pode afirmar que exista um favorito absoluto ao título.
O Papão desponta como o time mais preparado para a refrega. Manteve o técnico Dado Cavalcanti e contratou muito (18 jogadores). Conta ainda com remanescentes da campanha na Série B do ano passado. O investimento revela o grau de importância que o clube dá ao campeonato, que não vence há duas temporadas.
Com aquisições mais modestas, o Remo vem em segundo lugar no grid. A principal novidade está no comando técnico: o mineiro Leston Junior estreia no Parazão sob o olhar ainda desconfiado do torcedor azulino e correndo os riscos que o torneio costuma oferecer a treinadores forasteiros.
Dos interioranos, cinco se destacam: Independente, Cametá, Tapajós, São Francisco e Águia. Pelas boas campanhas recentes dos quatro primeiros e o histórico do clube marabaense, o grupo tem potencial para criar muitos problemas para os dois rivais da capital.
É bom lembrar que, apesar do triunfo do Remo em 2015, Independente e Parauapebas se posicionaram logo atrás, reservando ao Papão um incômodo quarto lugar.
Apesar de alertados para a evolução dos times do interior, Leão e Papão costumam facilitar em alguns momentos da disputa, principalmente quando se envolvem com competições paralelas – Copa do Brasil e Copa Verde neste ano. E é justamente aí que mora o perigo.
Logo na estreia, hoje, diante do Águia no Mangueirão, o Remo deve sentir na pele o grau de dificuldades que encontrará na caminhada em busca do tri. Sem esquecer que no ano passado, também com um técnico importado (Zé Teodoro), o Leão foi surpreendido pelo franco-atirador Parauapebas. É bom não facilitar.

Incrível! A Primeira Liga pode dar certo

Bem ao contrário do que se imaginava, a Liga Sul-Minas-Rio pode se consolidar como um movimento de libertação dos clubes brasileiros. Ainda é algo em gestação, mas a causa tende a crescer em volume e significado. Os clubes envolvidos mostraram musculatura política ao bancar a competição mesmo depois de uma portaria extemporânea produzida pela CBF, sem a assinatura do presidente em exercício, coronel Antonio Carlos Nunes.
Depois de superar esse embate inicial, a Primeira Liga tem tudo para ganhar consistência e arrebanhar mais clubes. A ausência dos paulistas é até agora o principal ponto de vulnerabilidade, mas já há ensaio de participação de Corinthians e Palmeiras em 2017. Não por acaso, na sexta-feira, a CBF avisou que “apoia” a iniciativa, comprometendo-se a incluir o torneio no calendário nacional.

Papão obtém atestado de boa conduta

Na Assembleia Geral Ordinária do Papão, na última sexta-feira, o presidente do Conselho Deliberativo, Ricardo Gluck Paul, informou que o clube obteve o certificado de regularidade perante o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). O documento é um atestado de boa conduta.
Fato inédito na história alviceleste, a certificação junto ao FGTS comprova o acerto e a seriedade do grupo Novos Rumos, que assumiu o poder há três anos com a eleição de Vandick Lima. A proposta era de colocar o Papão no trilho e as atitudes comprovam isso.
Prometeu e está cumprindo.

Luz acesa e CT na mão

No Remo, além de mandar religar a energia no ginásio Serra Freire, André Cavalcante começa a cumprir metas de campanha. O ato mais ousado até aqui é a parceria encaminhada com um empresário dono de um complexo esportivo em Águas Lindas, que dispõe de nove campos de futebol, quadras, academia, salas para o departamento médico e piscinas.
O espaço será usado como centro de treinamento do futebol profissional e das divisões de base a partir de março, quando o estádio Evandro Almeida já estará sob reforma. Como os estatutos do clube não permitem um contrato maior que o mandato do presidente, o acordo terá duração de nove meses.
A vantagem é que a área já está semi-pronta, permitindo que o elenco de futebol possa se preparar adequadamente para as quatro competições agendadas para 2016 – Parazão, Copa do Brasi, Copa Verde e Brasileiro da Série C. Pela primeira vez, em muito tempo, o Remo pode dizer que tem um CT para chamar de seu – mesmo que sob empréstimo.

Bola na Torre

Sob o comando de Guilherme Guerreiro, a bancada do programa terá Valmir Rodrigues, Giuseppe Tommaso e este escriba de Baião. Em debate, a rodada inicial do Campeonato Paraense. O programa começa logo depois do Pânico, por volta de 00h10.

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 29.01.16. A Bola no Bola – Giuseppe Tommaso – 31.01.15

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: