Coluna do Gerson Nogueira – 14.05.17

14 de maio de 2017 at 4:32 pm Deixe um comentário

Batalha de leões

 

O Remo do Campeonato Paraense abre espaço para um outro time, quase completamente remodelado. Além das mudanças na escalação, passa a ter novo eixo criativo. Se antes dependia muito dos alas, agora concentra sua força no meio-campo. Com a entrada de Labarthe, João Paulo, Danilinho e Mikael, o novo Leão busca ter aquilo que tanta falta fez durante o Estadual: jogo inteligente e trabalhado na meia-cancha.

A dúvida é se esta formação conseguirá ter qualificação na ligação entre ataque e defesa. Por filosofia, o técnico Josué Teixeira sempre preferiu o esquema de transição rápida. Disse várias vezes que não gosta de perder tempo na meia-cancha com jogadas muito elaboradas. Pragmático, prefere que seu time defenda e ataque com intensidade.

Para que tal estratégia dê certo, é fundamental que o sistema defensivo seja sólido e que a ligação seja operada por especialistas. O ideal é que os volantes saibam passar e lançar, virtudes que faltavam a Marquinhos, Elizeu e Renan, do time que disputou o Parazão.

O equilíbrio de forças na Série C exige que os times mostrem mais que transpiração. Devem ter recursos técnicos para superar a forte marcação, que é característica do torneio. O novo Remo já enfrentará esse desafio no confronto de hoje à noite contra o Fortaleza.

Ao contrário da edição de 2016, quando foi facilmente superado no Mangueirão, o Fortaleza de agora tem um projeto bem delineado de busca pelo acesso. Investiu alto na contratação de reforços e foi buscar Paulo Bonamigo, um técnico que estava inativo há alguns anos e que já mostrou qualidades quando dirigiu o Remo nos anos 90.

É um confronto sem favoritos, mas o time de Josué Teixeira entra em campo sob o peso de três fracassos no começo da temporada. Perdeu a vaga na Copa do Brasil, foi eliminado vexatoriamente na Copa Verde e perdeu o título estadual para o maior rival. A torcida exige respostas e normalmente não tem paciência para esperar que os reforços se adaptem.

Resta saber se a carga de cobranças será bem assimilada pelos novos jogadores (sete estreantes) e até que ponto essa pressão irá se refletir no desempenho do time. Todos os setores da equipe foram reformulados, o que pode representar um desafio extra: a falta de entrosamento.

Quando encarou uma competição de nível apenas mediano como o Campeonato Paraense, Josué manteve sempre o esquema de três atacantes, com Gabriel Lima flutuando entre a linha ofensiva e o setor de marcação. Agora, com dois atacantes avançados, Edgar e Nino Guerreiro, Mikael ficará com o papel de meia-atacante. Terá que mostrar a mesma desenvoltura e velocidade da jovem revelação.

Como a Série C não permite vacilos aos mandantes, cabe ao Leão não brincar em serviço. Mesmo sem favoritismo, tem totais condições de se impor em casa, diante de seu torcedor.

 

 

Bola na Torre

 

Guilherme Guerreiro volta ao comando do programa. Giuseppe Tommaso e este escriba de Baião integram a bancada de debatedores. Começa às 21h, na RBATV.

 

 

As voltas que a bola dá

 

Rogério Ceni sente as labaredas da rejeição beijarem seu pescoço. Tri-eliminado (Paulistão, Copa do Brasil e Sul-Americana), o maior ídolo da torcida são-paulina começa a ser fritado e já ganhou algumas vaias depois do tosco empate com o modesto Defensor y Justicia, quinta-feira.

Uma experiência inédita para quem ajudou a puxar o tapete de tantos técnicos no tempo de jogador e amigo de dirigentes no Morumbi.

Entry filed under: Uncategorized.

A Bola no Bola – Giuseppe Tommaso – 13.05.17 Papo do 40º – Ronaldo Porto – 15.05.17

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: