Coluna do Gerson Nogueira – 29.05.17

29 de maio de 2017 at 6:09 pm Deixe um comentário

Um líder com méritos

O Papão fez contra o Inter seu jogo mais consistente na temporada. Firme na marcação, não permitiu espaços para os avanços de jogadores habilidosos, como Pottker, e alcançou a vitória aproveitando uma das raras oportunidades surgidas. A atuação confirma a evolução da equipe
Cabe lembrar que, ao longo do ano, o time tem padecido de oscilações, por vezes fazendo bons começos e depois caindo de rendimento, ou ao contrário. No sábado, mesmo sem três peças importantes (Leandro Carvalho, Bergson e Diogo Oliveira), o Papão soube jogar.
Contra o grande favorito da competição, o time foi maduro e estratégico. Não se expôs exageradamente na busca do gol e nem permitiu que o Inter se distribuísse em campo. Melhor que isso: foi crescendo na partida ao observar (e atacar) os pontos vulneráveis do Colorado.
Depois de um primeiro equilibrado, o Papão veio mais sólido na defesa e rápido nas triangulações ofensivas. O Inter já não conseguia sair com a mesma constância e o gol surgiu nesse momento de indefinição. Uma rápida troca de passes iniciada na esquerda terminou nos pés de Fernando Gabriel, que arrematou da entrada da área, aos 15’. Um golaço.
Ante a pressão colorada, falou mais alto a sobriedade dos zagueiros bicolores e a segurança na marcação – já com Capanema no lugar de Recife. Sem sobressaltos, o Papão conduziu a partida até o final, comemorando a inédita liderança na era dos pontos corridos.
O fato é que ninguém é líder por acaso.

Um empate com sabor de derrota

Nem o fraco árbitro acreano superou o time do Remo em incapacidade técnica, ontem à noite, no Mangueirão. O empate frente ao Cuiabá, que irritou a pequena torcida presente, foi um achado. Pelo que não jogou, o time azulino saiu no lucro.
Os visitantes nem precisaram ser brilhantes para levar a melhor sobre o cambaleante meio-campo formado por Labarthe, João Paulo, Mikael e Danilinho, cuja dificuldade no aspecto físico se somou às muitas deficiências no trato básico com a bola.
Mesmo tocando melhor a bola e com maior aproximação, o Cuiabá falhava na marcação, principalmente pelo lado esquerdo da defesa. Foi por ali que Danilinho, em sua única jogada na partida, aos 19 minutos, chegou à linha de fundo e cruzou rasteiro para Mikael completar para o gol após Nino Guerreiro dividir com o goleiro Henal.
O gol poderia ter dado ao time a tranquilidade necessária para costurar melhor as manobras e tentar surpreender o Cuiabá, que partiu em busca do empate. Nada disso ocorreu. O Remo, desorganizado no meio-campo, perdia bolas fáceis na disputa direta com os adversários. Vinícius se virava e salvava o time de situações perigosas. Acabou como melhor em campo.
Ao explorar as limitações do lateral Daniel Damião, por onde caía sempre um lateral e o atacante Elias, o Cuiabá achou o caminho das pedras. Foi por essa avenida que, aos 22 minutos, Rafael manobrou e lançou Elias na área. Ele encobriu o goleiro Vinícius e empatou.
Do lado azulino, só nervosismo e ligação direta. Era um chutão atrás do outro. Sem alternativas pelo meio, a bola era esticada para Edgar, que não conseguiu jogar por estar vigiado por Léo Salino e Bruno Moura. João Victor entrou, mas também acabou vítima de solidão no ataque.
A última tentativa remista foi digna de comédia pastelão. Imitando o célebre Potita, Rony perdeu boa chance ao aplicar uma rosca na bola, que saiu pela linha de fundo. Um lance patético, que espelha bem o nível dos “reforços” que o Remo contratou para a Série C.

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

Coluna do Gerson Nogueira – 28.05.17 Coluna Bola Pra Frente – Claudio Guimarães – 30.05.17

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: