Arquivo por Autor

A Bola no Bola – Giuseppe Tommaso – 24.06.17

BOLA NA TORRE

 

Neste Domingão na RBATV – Canal 13 o Bola na Torre vai ao Ar no Horário de 21:00 horas, antes do Pânico na Band. Destaque para a Cobertura das participações de Paysandu (Série B) e Remo (Série C) e ainda a Serie D com São Francisco e São Raimundo. Estarei no comando e na Bancada estarão Gerson Nogueira. Mande a sua pergunta Antecipadamente  Participe pelo @bolanatorre ( Twitter e Instaram ) e Pelo ZAP 984752441

ENDURANCE… É grande a expectativa em torno do “Amazônia Endurance”, evento de triatlo que vai reunir mais de Duzentos Atletas Profissionais e Amadores de 19 Estados de todo o Brasil em Barcarena, neste domingo, dia 25 de junho, inclusive os Atletas Olímpicos do Brasileiros de Triatlon. Os jornalistas Erik Coser da revista AllTriNews e Rafael Farnezi, da MundoTri – as duas maiores do segmento do país – estarão em Barcarena  para fazer a cobertura do evento. Outro fato interessante será os mais de 40 mil em premiação. A equipe Sprint do Rubinho Campos estará lá…    CARTA DA CBB… Enfim, o dia 21 junho de 2017 chegou e todos nós, amantes do basquete brasileiro, tivemos a notícia mais aguardada e a primeira grande meta alcançada pelo time Transparência, ou seja, a Federação Internacional de Basketball (FIBA) anunciou o fim da suspensão aplicada, devido a falhas administrativas gestão anterior, a Confederação Brasileira de Basketball (CBB). Trata-se de um dia a ser comemorado, pois recoloca o Brasil em evidencia positiva e nos dá a chance de fazer ainda mais ações em prol do crescimento e desenvolvimento do esporte que tanto amamos. Gestão de Guy Peixoto a cada dia vai recuperando a credibilidade do nosso Basquete. Parabéns!!!   LIVRO DO “NEGÃO” Recebendo Convite para o grande Lançamento do Livro do Alcino ( Negão Motoroa ), do Jornalista Mauro Tavernad e que vai acontecer no próximo dia 27, terça-feira na Sede Social do Clube do Remo as 19 horas. Só lembrando que a  Apresentação (4° capa) é feita pelo Marcos Eduardo Neves, autor do livro do Heleno de Freits, que virou filme estrelado por Rodrigo Santoro. A orelha é do Carlos Castilho e prefácio de Ferreira da Costa. Ficou Show!!!  TEMPERO… Apesar da derrota para o Botafogo da Paraíba na última rodada o Remo hoje entre em campo contra o Moto Clube com várias mudanças e um novo tempero no ataque. Torcida azulina quer ver Pimentinha na sua estréia com a camisa azulina e formar a velha dupla do Sampaio com Edgar. Cobertura total da Rádio Clube e 99 FM.

24 de junho de 2017 at 12:36 pm Deixe um comentário

Coluna do Gerson Nogueira – 23.06.17

Uma aposta na ousadia

 

A notícia surpreende positivamente: setoristas do Remo informam que Oliveira Canindé vem escalando Eduardo Ramos e Flamel no time titular. Todos lembram que, na semana passada, o treinador disse que ambos não poderiam atuar juntos, por terem supostamente características parecidas. É uma mudança de conceito que pode vir a beneficiar o Remo com a formação de meia-cancha mais qualificada.

Flamel ainda se recupera da longa inatividade, mas, em forma, será peça de grande valia para aumentar o poder de fogo do ataque. Canindé não disse, mas deve ter observado que Ramos e Flamel não se anulam jogando juntos. Pelo contrário, ambos se complementam.

Ramos fica na organização, enquanto Flamel se encarrega da aproximação com o ataque, preferencialmente pela direita em triangulações com o lateral (Léo Rosa) e o homem de frente (Pimentinha). Dependendo do jogo, podem trocar de função, sem prejuízo para a evolução do time.

Quanto à outra preocupação de Canindé – o enfraquecimento da marcação –, cabe observar que a qualificação do meio-de-campo leva ao aumento da posse de bola. E, com mais tempo de domínio, o time naturalmente diminui a pressão adversária.

De mais a mais, há que observar a questão do custo-benefício. O Remo já vinha atuando com uma peça a menos no setor de armação. Além de não marcar e de apoiar pouco, Mikael não tem os recursos de Flamel para jogadas de bola parada ou arremates de média distância.

Caso a intenção se confirme, o Remo sai ganhando, a começar pelo perfil do treinador, que revela um aspecto raro na atividade: a capacidade de se corrigir e mudar de ponto de vista.

 

 

Quem tem amigos (de verdade) nunca está sozinho

 

Depoimentos comoventes continuam a chegar à Rádio Clube, saudando a volta da emissora líder, após breve interrupção de sua programação. As manifestações partem de todos os cantos do Estado, comprovando a tradição regionalista e unificadora da emissora fundada por Edgar Proença há 89 anos, sob o slogan matador “a rádio que fala e canta para a Planície”.

Ninguém cala uma instituição, ainda mais quando esta tem fé pública – como poucas coisas neste Pará tão avacalhado – e incontáveis serviços prestados ao povo. Para milhares de paraenses, é impossível imaginar a vida sem Rádio Clube, vigoroso exemplo de resistência àquilo que dizem ser o crepúsculo do rádio AM.

Seus poderosos transmissores fazem com que as ondas da eterna PRC-5 invadam os lares há tantas décadas, tratando com intimidade os donos da casa e passando de geração a geração sem perder a magia.

Nós, operários do ofício radiofônico, devemos exprimir gratidão pelos que nos ouvem todos os dias, sem nunca deixar de confiar na sinceridade de nossos propósitos. É um privilégio sem igual falar para a grande confraria radioclubina – sim, a Clube não tem audiência, tem amigos.

O episódio da suspensão serviu para confirmar essa verdade. Afinal, é nos momentos de dificuldades que os verdadeiros amigos se manifestam.

 

 

Contra velho conhecido, Papão tenta reabilitação

 

Melhor adversário não poderia haver para o Papão do que este CRB que vai muito mal na Série B, desde já sob risco de rebaixamento (é o 17º colocado). Contratou Dado Cavalcanti para tentar mudar o ritmo da prosa, principalmente dentro de seus domínios. O Papão também vive fase difícil, com resultados negativos nas últimas cinco rodadas – três derrotas e dois empates em casa –, mas pode explorar o desespero do anfitrião.

Rogerinho, mantido no comando enquanto a diretoria procura técnico, tem nova oportunidade de mostrar seu valor. Uma vitória fora de casa pode alavancar a reação e – de quebra – respaldar o interino.

23 de junho de 2017 at 12:33 pm Deixe um comentário

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 23.6.17

PITACO – Sócios-abnegados do Remo, Evaldo Sobrinho e Válber Costa (foto) à frente de grupo que trabalha na revitalização do Baenão, com  plano de reabrir no Parazão 2018. Na torcida!

Lá e Cá

CRB e Paysandu se enfrentaram 18 vezes, 8 vitórias do Galo da Pajuçara (18 gols), 5 do Lobo (15 tentos) e 5 empates.

Rodrigo Andrade saiu do time bicolor e este não ganhou mais. Ele será banco hoje. Ayrton, Jonatnhan e Bérgson confirmados na onzena desta noite pelo Rogerinho.

Queda do Campeão dos Campeões passa também pelas saidas de Leandro Carvalho e Fernando Gabriel. Com certeza!

Técnico Marquinhos Santos no Papão passou a ser o que foi sem nunca ter sido. Ou Não? Aguardemos!

Wellington Jr (reserva hoje) e Peri (titular) atuaram no CRB. Peri é alagoano de Palmeiras do Índios e jogou todas a 9 partidas do Lobo nesta Série B. O único!

Alfredo já vem aí pelo Luverdense dia 1.7, para enfrentar seu ex-clube, o Paysandu, na Curuzu.

Remo e Moto jogaram em 58 oportunidades, 28 vitórias do Leão (104 tentos), 12 do Papão Maranhense (68 tentos) e 18 empates.

Nova escalação assim: Vinícius, Léo Rosa, Igor João, Leandro Silva e Gérson, João Paulo, Ilailson, Flamel e Eduardo Ramos, Edgar e Pimentinha.

Como diz o aplaudido comentarista Carlos Castilho, “pimenta no clube dos outros é refresco”. Henrique deverá ser relacionado; Betinho descartado, sendo Reinaldo Alagoano o atacante da vez.

Livro “Alcino, o Negão Motora” custará R$ 49,90 e jornalista Mauro Tavernard cogita lançamento também no interior.

No jogo de domingo onde só a vitória interessa, São Francisco terá retorno do goleiro Labilá e os ingressos a 15 reais.

Última rodada da 1ª fase do Brasileiro Feminino A2, dia 28.6, Pinheirense x JV Lideral, aqui e, Viana x Tuna, no Estádio Nhozinho Santos, em São Luis-MA.

General virtualmente classificado no grupo e 2ª vaga entre Tuna, Viana, Tiradentes e JV Lideral.

Hoje estarei no jantar de 20 anos da APBM, no restaurante Panoramique, da AP. Depois um pulo na festa junina do clube.

23 de junho de 2017 at 12:33 pm Deixe um comentário

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 22.6.17

PITACO – Zagueira Lorena (foto), 18 anos, aqui de Belém, atleta da Tuna, convocada para Seleção Brasileira Sub 20. Sucesso!

Lá e Cá

Rádio Clube- PRC 5, patrimônio do povo do Pará. Amor de 89 anos não se rompe nunca!

Atacante Betinho, ex-Paysandu e campeão paraense, reforço do Remo a pedido de Oliveira Canindé que o comandou no Santa Cruz-PE; meia atacante Magno de volta; Mikael vai sair.

Constrangedora situação do Remo em ralação ao técnico Josué Teixeira: sem receber e sem poder trabalhar!

Eduardo Ramos completará, sábado, 100 jogos oficiais no Remo e merece homenagem. Fez 24 gols e nunca foi expulso.

Legalizando Pimentinha, Betinho e Magno, Remo terá ainda 7 inscrições para Série C. Prazo até 14.7.

Frase antológica de Dadá Maravilha: “nunca aprendi jogar futebol porque perdi muito tempo fazendo gol”.

Impressionante como tempo passe e o Paysandu não acerta se planejar visando a Série A. Trouxe executivo que não tem acesso a clubes grandes de SP-RJ-MG e RS. Improdutivo até agora!

Lobo surpreendeu no começo com aproveitamento de 83% em 4 partidas e, despecou nas últimos 5 jogos, aproveitamento de apenas 13%.

Depois do CRB, fora, Papão pegará dois LEC em Belém: Luverdense Esporte Clube (1.7) e Londrina Esporte Clube (8.7), ambos na Curuzu.

Rogerinho continuará técnico do Lobo contra o CRB, este lutando para sair da zona. Vai enfrentar Dado, de quem foi auxiliar.

Por sinal, Rogerinho Gameleira defendeu ontem TCC da graduação em Educação Física. Merece aplausos!

Técnico Marquinhos Santos bombardeado pela torcida bicolor nas redes sociais: é recordista em demissões por onde passou!

Spal Ferrara, vencedor da Série B italiana e de volta à elite depois de 49 anos, interessado em Iago Pikachu, paraense do Vasco. Spal Ferrara revelou Fábio Capello, hoje técnico.

Hoje, eleição na centenária Assembleia Paraense, com os associados escolhendo entre Afonso Lobato, Carlos Reis e Sérgio Napoleão. Como faço há 38 anos vou lá ciumprir meu dever.

Na 6ª Taça Cidade de Belém da ABPM (Ferreira da Costa campeão), Wilsinho foi o cestinha somando 171 pontos e nas marcacões de 3 pontos o melhor foi Ronaldo com 19. Amanhã, na AP-Panoramique, jantar festivo dos 20 anos da entidade.

 

 

 

 

22 de junho de 2017 at 12:31 pm Deixe um comentário

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 21.6.17

PITACO – Jornalista Mauro Tavernard (foto) vive a expecativa da realização de um sonho, o lançamenbto do livro “Alcino, Negão Moto”, dia 27.6., na sede do Remo. Resgate de um ídolo!

Lá e Cá

Mauro Tavernard, por sinal, é bisneto do saudoso remista Cincinato Tavernard, irmão de Antonio e Simeão Tavernard.

Antonio Tavernard foi o autor do hino do Remo e Simeão, um dos grandes goleiros do Remo, Paysandu e Seleção Paraense.

Base do CRB que dobrou ABC no Frasqueirão e receberá o Lobo:  Juliano, Marcos Martins, Adalberto, Gabriel e Diego, Adriano, Yuri, Rodolfo e Chico, Ítalo e Zé Carlos. Técnico Dado Cavalcanti.

Base do Moto, que enfrentará o Remo, sábado: Márcio Arantes, Bebeto, Michel, Lula e Lorran, Diogo Oliveira, Vitinho, Felipe Dias e Válber, Rafamar e Raí. Técnico Leston Jr.

Ex-bicolor Julio Santos (zagueiro do Boa) reencontrou a Curuzu depois de 13 anos ; Alfredo de volta ao Luverdense.

Paysandu reforçado para próxima regata da atleta Camila Serrão, paraense do Botafogo-RJ.

Parecem-me sinceras as palavras de dona Ângela Carvalho, mãe de Leandro Carvalho, em defesa do filho de mais esta acusação de indisciplina no Lobo.

Papão teve novo empate de 0x0 (ontem com o Boa), nem Rogerinho deu jeito e 4º jogo sem marcar um golzinho. Fato: futebol mal planejado e plantel bem limitado. Despenca!

Paysandu fechando com meia Maylson e técnico Marquinhos Santos; destino do ex-bicolor Sobralense deverá ser o Ceará.

Odisséia do São Raimundo para chegar a Gurupi-TO: sai na próxima madrugada de avião de Santarém, via Belém-Brasília- Palmas, de onde alcançará destino final de ônibus (214km).

Sérgio Napoleão tem pesquisa apontando chapa AP do Sócio como a preferida dos assembleianos. Por outro lado, Aperfeiçoar-Afonso Lobato vem sendo dada como a favorita.

Ponta de Pedras vai ter time na Segundinha Paraense.

Léo Rosa desaprendeu, enquanto João Paulo e Mikael precisam ser apresentados à bola. Eduardo Ramos e Flamel podem jogar juntos sim no Remo e o “maestro” tem sido um lutador.

Oliveira Canindé vai mexer no time azulino; sete jogadores deverão ser dispensados; Pimentinha liberado pelo Sampaio e sendo legalizado para sábado.

21 de junho de 2017 at 12:30 pm Deixe um comentário

Coluna do Gerson Nogueira – 20.06.17

Podia ter sido pior

 

Para quem levou um gol aos 3 minutos do primeiro tempo, perdeu um jogador aos 21 minutos e tomou outro gol a um minuto da etapa final, o Remo até que não se saiu tão mal ontem à noite em João Pessoa-PB. Na verdade, saiu foi no lucro. O desastre que se desenhou em cores agudas no começo do 2º tempo foi parcialmente contido, o time conseguiu descontar e ainda teve chance de empatar nos instantes finais.

A derrota por 3 a 2 retratou o que foi o jogo. O Remo nem teve tempo de se distribuir em campo e já sofreu um gol. Falha da zaga, com destaque para Igor João, que tocou a bola para as redes azulinas.

Quando buscava se reequilibrar para partir para o empate, outro baque. Aos 21 minutos, depois de a jogada ter sido interrompida pelo árbitro, Tsunami acertou um adversário e mereceu o cartão vermelho direto. Aliás, foi o jogador mais elogiado por Oliveira Canindé nos treinos justo por encarnar o espírito de raça e destemor. Parece haver entendido tudo errado.

Sem combate no meio de campo, pois João Paulo apenas cerca e distribui passes laterais, o Remo ficou à mercê das investidas do Botafogo, com Rafael Oliveira puxando as manobras de ataque.

No final do 1º tempo, cruzamento de Eduardo Ramos bateu na mão de um zagueiro que estava caído e o árbitro deu pênalti. Deu a impressão de compensação pela expulsão sumária (e merecida) de Tsunami. Nino Guerreiro bateu e o Remo empatou, para surpresa geral àquela altura.

Canindé finalmente resolveu recompor a marcação trocando Mikael por Ilailson. Nem bem a bola rolou e o Remo repetiu o apagão do início da partida, cedendo o desempate logo a 1 minuto do segundo tempo.

Veio então um domínio total botafoguense, que culminou com o gol de Roger Gaúcho ampliando para 3 a 1. Rafael Oliveira ainda mandou uma bola na trave azulina, mas o Botafogo parecia satisfeito e acomodado.

O castigo viria logo a seguir com Igor João redimindo-se da falha anterior. Com 3 a 2 no placar, o Remo foi buscar o empate. Só não conseguiu porque a desorganização falou mais alto. Além disso, seu principal jogador, Eduardo Ramos, estava extenuado e Edgar havia sido substituído.

Apesar dos problemas, aos trancos e barrancos, o empate esteve ao alcance da mão. Aos 42’, após escanteio, o zagueiro Leandro Silva escorou livre na pequena área, mas o cabeceio saiu à direita. Era a bola do jogo.

Com situações tão atípicas, a confusa atuação remista não pode nem ser debitada na conta do técnico estreante. Quando mexeu na equipe, acertou a mão – mais do que vinha fazendo seu antecessor. Pesou muito também contra o Remo a má jornada de Léo Rosa, Igor, João Paulo e Mikael. Tirando prós e contras, o resultado nem foi tão ruim assim.

 

 

Reação nas mãos de Rogerinho, de novo

 

Sempre que Rogerinho Gameleira assume o leme no Papão as coisas costumam melhorar, antecipando reações positivas em meio à turbulência. Foi assim nas últimas três ocasiões em que ficou como interino, substituindo técnicos que deixaram o clube.

Da última vez, comandou a vitória mais emblemática do time na Série B 2017, superando o Criciúma por 3 a 0 dentro da casa do adversário. Uma atuação digna de uma equipe bem estruturada, revelando os méritos de um comandante que muitos insistem em achar que não está pronto ainda.

O fato é que poucos conhecem tão bem as entranhas do Papão quanto o ex-volante. Grande vencedor como jogador do clube, Rogerinho vem se preparando para responsabilidades maiores. E tem em seu favor números que permitem acreditar em nova guinada importante, tirando a equipe de uma sequência extremamente negativa na competição.

De uma coisa todos têm certeza: com Rogerinho, os melhores (ou menos piores) do elenco serão escalados.

20 de junho de 2017 at 7:30 pm Deixe um comentário

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 20.6.17

PITACO – No Mangueirão, encontro do 1º presidente da ACLEP, Carlos Estácio e o atual, o elegante Getúlio Oliva (foto).

Lá e Cá

Paysandu e Boa farão hoje 5º jogo na história, 2 vitórias do Lobo(4 gols), 1 do Coruja (1 gol) e um empate. Meia paraense Reis, cria remista, uma atrações dos mineiros.

Muitos no Paysandu querem a efetivação do técnico Rogerinho Gameleira (gostaria também). Nas 7 vezes que já assumiu interinamente, ganhou 7 na estreia e empatou dois jogos.

Sem contar o amistoso em Macapá, que o Chamusca não foi com o Papão e ele deu conta: 1×0 no São Paulo.

Marcelo Chamusca dirigiu o Paysandu em 35 jogos, 16 vitórias, 9 empates, 10 derrotas, aproveitamento de 54%.

Dos ex-técnicos bicolores que chegaram a ser especulados e descartados, o de melhor aproveitamento é Mazolla Jr (64%), 56 jogos, 30 vitórias, 17 empates, 9 derrotas, 110 gols a 58 contra.

Givanildo Oliveira é o de mais jogos (200) em 7 passagens no clube: 101 triunfos, 51 empates, 48 derrotas, aproveitamento de 59%.

Fernando Gabriel desligado do Paysandu (foi compensado) e vai para o exterior; Pablo não sai mais para o Marítimo de Portugal.

Leilson, meia que veio pelo Juventude-RS, esteve no Águia em 2014, levado pelo João Galvão, grande descobridor de valores.

Sábado, bicolores reencontrarão Dado Cavalcanti (CRB) e, dia 29.7, Marcelo Chamusca, que virá aqui se ainda estiver no Ceará.

Gabrielly Gonçalves e Letícia Araujo, além de Bicolindas se destacam nas regatas como remadoras do Paysandu.

Chapa Muda AP (Carlos Reis-Julio Lobato) festejando pesquisa do Instituto HC Travassos que a põe definitivamente no páreo.

Dia 27.6, de 19 às 21:30h, na sede do Remo, o lançamento do livro “Alcino, o Negão Motora”, do jornalista Mauro Tavernard.

Tsunami é o jogador dos olhos de Oliveira Canindé, no Leão. Entrega do atleta lembra muito o técnico quando jogava.

Azulinos reencontrarão sábado ex-técnico Leston Jr (Moto Clube); sobre liberação de Pimentinha, nada até agora.

Dr. Ricardo Ribeiro doou ao DM do Remo 2 aparelhos (Accutrend) para dosagem do lactato, glicose, colesterol e triglicerídios. Já sendo utilizados. Parabéns!

20 de junho de 2017 at 7:28 pm Deixe um comentário

Posts antigos


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.