Coluna do Gerson Nogueira – 22.04.14

22 de abril de 2014 at 3:12 pm Deixe um comentário

Nos detalhes, a diferença

Nos três atos do jogo de ontem, pode-se dizer que o Paissandu decepcionou no primeiro, mas foi vibrante e guerreiro nos instantes finais do segundo. Preservou as esperanças de conquista até a série de penalidades, quando as incertezas e tensões acabaram prevalecendo. O Brasília levantou a taça com méritos e um futebol às vezes surpreendente.
Mazola Junior entrou com um time cauteloso demais, preso à marcação e esfriando até o ânimo da torcida alviceleste, em maioria no Mané Garrincha. Confiando na vantagem do empate, o Papão não saía do joguinho de enceradeira no meio-campo e travava nas subidas ao ataque.
Mais ainda: deixava de explorar as fragilidades de marcação do adversário. Com o passar do tempo, o Brasília se posicionou melhor em campo, avançou Mateuzinho e Fernando, pressionando as laterais do Papão. Providência de duplo efeito: ganhou campo e oportunidades seguidas de cruzamento, além de inibir as subidas de Djalma e Aírton.
No caso de Djalma, o prejuízo do Papão era maior, pois a ele caberia botar em ação a velha dupla com Pikachu, responsável por inúmeras vitórias conquistadas pelo corredor direito. Ambos, por sinal, jogaram muito abaixo do que costumam mostrar.
Teve ainda a jogada isolada em que Zé Antonio recebeu livre pela esquerda e desperdiçou a chamada bola do jogo – talvez do título. Bateu sem direção, diante do goleiro, tendo Pikachu e Lima a esperar o passe na pequena área.
O segundo ato do espetáculo começou com a expulsão de Charles e o gol (de Gilmar, de pênalti, aos 39 minutos). O lance nasceu de desatenção total da defesa e da saída estabanada do goleiro Mateus, driblado pelo atacante Clécio.
Quando veio o segundo tempo, ainda com a zaga desarvorada pela ausência de seu melhor beque, o time começou fraquejando. Uma arrancada sensacional de Fernando pela direita entortou dois marcadores – Aírton levou uma finta de treino – e a bola chegou limpa para a conclusão tranquila de Alekiton, desmarcado à altura da marca do pênalti.
Só com a entrada do moleque Leandro Carvalho foi possível ver em campo a velha flama bicolor. Mesmo isolado pela esquerda, criou situações perigosas, quase sempre levando a melhor sobre a dura marcação do Brasília.
Os donos da casa buscavam controlar o jogo e desperdiçaram dois bons lances de área, mas, em raro contra-ataque, Lima poderia ter mudado a história da final com o gol anulado pelo bandeirinha, aos 33.
No final, quando tudo parecia perdido, Leandro acertou um disparo rasteiro e sem defesa, recolocando o Papão na disputa. Por oito minutos seguintes, o Brasília se arrastou em campo, mas os bicolores preferiram administrar e aguardar as penalidades.
Na série de cobranças, os erros dos bicolores podem ser avaliados como acidentes de trabalho. Lima parece ter errado a passada ao avançar para a bola, indicando ao goleiro onde iria botar a bola, e Héliton bateu no canto errado. Acontece.
Grande jogo, com momentos heróicos, como deve ser uma decisão.

Direto do blog

“Dentro das limitações foi um jogaço, desses em que as duas torcidas têm que aplaudir ao final. Eu achava que o Brasília iria fazer 3×0, mas o Paysandu superou minhas expectativas. Quando Lima pegou a bola e se preparou, sério, eu falei pra minha esposa – tá muito nervoso, e ela – quem não está? Quando ele partiu sem velocidade e deu aquela paradinha estranha, certamente não treinada, eu disse – ih, perdeu! Não deu outra. Os caras do Brasília correram sempre atrás nos pênaltis e controlaram os nervos. Parabéns pra eles. Amigos bicolores, encarnação faz parte. como diz o Claudio, isso é apenas futebol. E vamos todos nos unir e torcer pelo mesmo time daqui a quarenta dias, onde a decepção e o choro podem ser infinitas vezes maiores!”.

De Maurício Carneiro, bicolor naturalmente triste mas sem perder a ternura jamais.

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

Papo do 40° – Ronaldo Porto – 21.04.14 BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 22.04.14

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: