Archive for agosto, 2011

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 31.08.11

POSITIVO – Essa idéia de Albany Pontes da aquisição de cadeiras cativas por conselheiros e GB do Remo é uma solução emergencial bem plausível. Como também abrir vaga ao suplente quem não aparece às reuniões.

NEGATIVO – Série D: Comercial-PI 0x3 São Raimundo-PA, 146 torcedores; Plácido de Castro-AC 0x0 Penarol-AM, 289 pagantes e árbitro de SP. Pelo jeito CBF quer levar mesmo os menores à falência!

Lá e Cá

Público de Paysandu 2×3 Salgueiro, ano passado, foi de 16.320 torcedores. Domingo passado era praticamente o tinha. Depois de Mendes (Águia) na rodada passada, agora foi Sidny (PSC) que entrou na Seleção da Série C.

Marcelo Victor (passagem nas seleções de base do Brasil) a maior atração do Remo que está na Liga Nacional de Voleibol, em Saquarema – RJ, até dia 3.9. Na chefia da delegação a diretora Vera Maria Fragoso Alves.

Aplausos para Raimundo Feliz pela estrutura para toda imprensa na Curuzu e ao Satoshi Sato pelo bom gramado de jogo da praça de esportes bicolor. Fernando Caranga (Bragantino) na mira do Papão.   

No Remo se comenta o interesse em atletas do Luverdense. Ano passado o mesmo se falou de jogadores do Salgueiro e não veio nenhum. TJD vai ter galeria de ex-presidentes e FPF não apoiará Copa Oeste do Pará.

Samuel Cândido de volta à Tuna. Foi seu primeiro clube como treinador profissional, em 1996. José Jorge lá com ele.

Câimbras de Potiguar, Rafael Oliveira e Sidny dando o que falar, embora com justificativas do fisiologista José Carlos Amaral. CBF não vai mudar horário do jogo em Rio Branco-AC e Papão que se dane. Alô, FPF!

América PV empatou de 2×2 com Fluminense da Cidade Nova. No campeonato do Grêmio Português, os artilheiros são Artur (Nacional) e Ripardo (Sporting) com 5 gols. Lá palavrão dá expulsão!

Águia precisa saber administrar seus jogos. Perdeu em cima da hora para o Paysandu e Rio Branco. São Raimundo espera lotar Barbalhão segunda contra o Trem-AP para encaminhar classificação.

O Clássico das Américas Brasil x Argentina (agora Taça Nicolas Leoz) quando Copa Roca foi jogado 23 vezes, 10 vitórias para cada lado e 3 empates. No primeiro, 27.9.14, na Argentina, Brasil 1×0, gols de Rubens Sales.

Time canarinho: Marcos Mendonça, Píndaro e Nery, Lagreca, Rubens Sales e Pernambuco, Millon, Osvaldo Gomes, Friedenrich, Bartô e Arnaldo. Até jogo em Belém coluna dará todas as escalações do Brasil na taça antiga.

Paysandu não vence no Acre desde 1991. Hora do grupo de Roberto Fernandes quebrar mais um tabu. Vereador Pio Neto ajudando na ida da Tuna ao Amazonas para jogo da Copa do Brasil.

Não tem mais nenhum invicto na Série C. Paysandu, Brasiliense (melhor defesa- 1 gol), Chapecoense e Joinville só perderam uma. Melhor ataque é do Ipatinga (11). 

HOMENAGEM – Gilberto Félix, o Gilberto, ex-goleiro do Sport, Náutico, São Paulo, Santos, Remo (campeão 2004), 7 de Setembro-PE e CSA. É treinador de goleiros dos juniores do Náutico.

Anúncios

31 de agosto de 2011 at 4:09 pm Deixe um comentário

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 30.08.11

POSITIVO – Comprovado: Sandro não tem como sair mais desse time do Paysandu, enquanto Robinho e Potiguar podem sim jogar juntos. Qualquer alegação contrária estará jogando futuro do Papão ao vento!

NEGATIVO – Constatação: estádio da Curuzu é ótimo para capação de renda ou realmente não tem capacidade para 15 mil torcedores. Qualquer pessoa que tenha noção espacial entenderá minha colocação!

Lá e Cá

Três atletas da FEIJ brilharam no Pan e Sul-Americano de Tritalhon, em Vila Velha-ES: Wendel Cruz, 13 anos, 2º no Sul-Americano; Claudiane Santos, 5º no Pan adulto e Ânderson Silva, 15 anos, 5º no Pan Infantil.

Ricardo Teixeira, além dos protestos contra ele em todo Brasil, perdeu ontem de enfarte seu maior cabo eleitoral do Nordeste, Carlos Alberto Oliveira, presidente da Federação Pernambucana.

Internauta kppes@yahoo.com.br descobriu que nos jogos do Brasil no RJ nas eliminatórias passadas foram respeitados os direitos dos idosos, deficientes e menores.

Artilheiro Fernando Caranga continua mandando ver no ataque do Bragantino na Segundinha. Bem também Nenê Apeú, pelo São Raimundo, na Série D.

Dr.Flávio Freire, que vai dar apoio na área médica ao Bragantino, submeteu Alexandre Carioca (PSC) a tratamento de PRP no ligamento colateral do joelho direito.

A partir dos confrontos diante Argentina (caso do de Belém), Band também vai transmitir jogos da Seleção Brasileira, após acordo fechado com a Rede Globo.

CBF paga despesas da Copa Brasil de Futebol Feminino e não dá bolas para Séries C e D. Só aparece para entregar o troféu. No nosso grupo, na C, se todo mundo fizer o dever de casa acho que Papão e Azulão passarão.

Gostei muito do uniforme vermelho da Tuna com a faixa diagonal ver

de usado pelo time feminino na Copa do Brasil. Futebol profissional cruzmaltino vai continuar.

Se CBF mantiver critério de mesmo horário de jogos nas duas últimas rodadas de casa fase, Paysandu corre risco de atuar 15 h contra o Rio Branco-AC a uma sensação térmica de 14 h.

Programação do Remo marca dois coletivos esta semana. Observo novos dirigentes do futebol cobrando tudo do presidente, mas entendo que devem igualmente procurar fórmulas de ajuda financeira.

Amistosos: Piratas 3×0 Mapuera, Pumas 9×2 Cotapem, Barca Furada 2×0 Andiroba e Bangu 4×2 Urucubarca. No Campeonato das Concessionárias a Eurocarr se classificou: 3×3 contra Grande Belém. Albrás ganhou os Jogos Municipais do SESI na modalidade de futebol de campo de novos.

HOMENAGEM – Eliézer Girard, o Eliézer, ex-meio campo da base do Paysandu e titular do Bragantino nos anos 90. É presidente da Liga Esportiva de Bragança e auxiliar técnico do Tubarão.

30 de agosto de 2011 at 5:35 am Deixe um comentário

PAPO DO 40º – Ronaldo Porto – 29.08.2011

PAPÃO SUOU, MAS GANHOU.

Poderia ser de outra maneira, sem sofrimento, mas o Paysanduderrotou a Luverdense ontem na Curuzú e assumiu a liderança da chave, já que o Águia deu vexame e perdeu em Rio Branco. O time bicolor parecia sem alma dentro de campo e nas poucas oportunidades que criou, acabou perdendo a chance. Somente no segundo tempo é que, de tanto tentar, o Paysandu acabou fazendo o gol da vitória, marcado pelo zagueiro Wagner, escorando de cabeça um escanteio cobrado por Tiago Potiguar. O gol deu a vitória e a liderança ao bicola, que agora vai folgar na próxima rodada. Poderia ter sido mais fácil, mas Roberto Fernandes teimou em deixar Robinho no banco, escalando Luciano Henrique, em tarde nada inspirada. P’ra completar, o meio não criava nada. O gol de Wagner foi um prêmio para torcida que lotou a Curuzú. Valeu, Papão!

ALTA TEMPERATURA

Entre altos e baixos, Robinho quando entrou incendiou o jogo, mas a contusão de Jean ajudou o treinador bicolor, que trouxe Sandro Goiano do banco para arrumar o meio que estava horrível. Sandro organizou, deu belos passes e bateu duas faltas perigosas e uma delas só não entrou porque o goleiro da Luverdense espalmou na trave. Sandro Goiano, o nome do jogo, sem medo de errar.

BAIXA TEMPERATURA

O final de semana estava caminhando só para vitórias do futebol paraense, mas o Águia não conseguiu suplantar o Rio Branco e, mesmo tendo empatado, entregou o ouro no final da partida. O Rio Branco teve um penal que Lei transformou em gol. Mesmo assim, o Águia continua na faixa de classificação e tem tudo para assumir a liderança, que hoje é do Paysandu, bastando vencer o Araguaína em casa na próxima rodada.

NO TERMÔMETRO

Um torcedor bicolor no final da partida reclamou que saiu do estádio no intervalo, para tomar umas cervejas, e quando voltou foi barrado. Acabou culpando o presidente LOP que nada tem a ver com isso. /// Roberto Fernandes sentiu o peso da torcida e acabou colocando Robinho no intervalo; era para entrar também com Helinton. Com Robinho o time partiu p’ra cima e o gol saiu. /// Galvão, seu time não pode levar gol aos 45 do 2º tempo da maneira que tomou, de pênalti. Faltou calma e experiência à sua zaga. Poderia o Águia, com o empate, sair de Rio Branco líder da chave. /// Conheci ontem a sala de imprensa do Papão, mostrada pelo Feliz. Coisa de 1º mundo, havendo até separação entre rádio e TV. É assim que a imprensa esportiva deve ser tratada pelos dirigentes dos nossos clubes. /// O Paysandu vai folgar na próxima rodada, mas tem o jogo da sua vida, da classificação, diante do fraco Araguaína. Todos na Curuzú devem ficar ligados nessa partida, caso contrário a vaca pode ir para o brejo. /// São Raimundo acordou na série D e enfiou uma goleada do Comercial do Piauí e agora está com a faca e o queijo na mão para se classificar; o mesmo fez o Independente, ao vencer o líder Sampaio Correa. Rodada boa para nossos clubes da série D. Só o Águia não conseguiu bom resultado na série C. /// Tá na cara que Robinho tem que ser titular nesse time do Paysandu; tá na cara que Sandro é o homem certo para controlar o meio campo bicolor; e também tá na cara que Helinton já merece uma chance no ataque. /// Tá pintando uma parceria entre a RBATV e a Federação de Remo para uma homenagem mais do que justa do esporte ao grupo de comunicação mais popular do Pará. É esperar p’ra ver. /// Uma boa semana a todos e viva Jesus!

E-mails: rporto@supridados.com.br

29 de agosto de 2011 at 3:18 am Deixe um comentário

A Bola no Bola – Giuseppe Tommaso – 28.08.2011

“JOELHO OPERADO”

Vem a 7ª Edição da Copa de Futebol Society do Joelho
Operado que é organizado pelo médico ortopedista Erick
Nunes. As inscrições estão abertas e já passaram dos
120 atletas inscritos. A competição que acontece numa manhã
festiva, esta programada para o dia 24 de setembro na Arena
dos Campeões. Como sempre no final uma grande
churrascada. Tô dentro…

BOLA NA TORRE

Como acontece todos os domingos o Bola na Torre na RBATV
Canal 13 vai ao ar hoje, às 22h. Tudo do jogão de bola
entre Paysandu e Luverdense na curuzú. Os gols dos
Brasileiros das Séries “C” e “D” e da segundinha do
paraense e prêmios pra galera. Nosso convidado deste
domingo será o meia Rodrigo Pontes do Paysandu.

É  HOJE…

Começa o Campeonato de Futebol do Grupo Y Yamada
na Granja 3 Corações, com jogos no Masculino da Série A,
Feminino, Mirim e Seniores. A competição terá o patrocínio
da LG e a coordenação de Alberto Serique. No próximo
domingo, 4 de setembro começam os jogos da Série B.

BASQUETE

Depois de 20 anos o Pará volta a ser manchete no cenário
nacional com a participação no Campeonato Brasileiro Sub 19
realizado em Anápolis, Goiás. Seleção Paraense sob o
comando do competente Adriano Geraldes conseguiu chegar
as semifinais, perdendo a vaga para a Seleção de São Paulo.
Na decisão do terceiro lugar vitória do Pará sobre Santa
Catarina. Marcel Caetano foi um dos destaques da
competição. Parabéns a garotada…

RECONHECIMENTO

Primeiro a classificação do Pará da categoria Sub 17 para
divisão especial, agora a terceira colocação da categoria Sub
19 no Campeonato Brasileiro em Anápolis. Fruto de muito
trabalho da equipe, mas com a competência do técnico
Adriano Geraldes, que foi trazido ao Paysandu pelo Grupo
Horizonte, aposta de Guy Peixoto e Marcelo (Pará) Souza.
O Basquete do Pará agradece…

“COPA”

Bola rolando a partir deste domingo para a “Copa Coca Cola
de Futebol”, competição para adolescentes em comunidades
de todo o País. O torneio é realizado em mais de 20 países e
pela primeira vez terá uma edição nacional disputada em 27
cidades com mais de 10 mil jovens de 564 equipes. O Pará já
tem garantido o “Centro Esportivo Dom Bosco” do Benguí. Do
Pará 16 equipes selecionadas participam do torneio de
classificação. Lançamento foi na Academia Pelé e o Torneio
vai de setembro a dezembro com apoio da Federação
Paraense de Futebol.

DECISÃO…

Neste domingão, a partir das 9 da manhã, o futebol vai
movimentar a sede do Caixaparah com as decisões do
primeiro turno dos campeonatos internos. Pela categoria
novos, a decisão é entre Cascavel x Boca Juniors. Já na
categoria supermaster, a final será Sócompadre x Barcelona.
Galera promete colorir a bonita Sede Campestre do
Caixaparah, o presidente da APCEF/PA, Isan Guimarães, e o
diretor de Esportes do clube, Edilson Andrade estarão
presentes.

28 de agosto de 2011 at 8:01 am Deixe um comentário

Bola pro Matos – Clayton Matos – 27.08.2011

Vai uma  oxigenada aí?

Pelo histórico, não dá para levar fé no aproveitamento de sequer um jogador campeão sub-20 no México na seleção de Mano Menezes, mas por justiça pelo menos uns três deveriam ser aproveitados ao menos para pegar cancha e experiência. Aí, quem sabe, dariam belos trunfos no banco em 2014. Oscar (meia do Inter), Henrique e Bruno Uvini (atacante e zagueiro do São Paulo) seriam boas indicações.

Boa parte dessa tropa poderá ser vista em ação em Londres, ano que vem, nos Jogos Olímpicos. Um baita vestibular, e aí sim poderemos ver se essa galera tem ou não condições de barrar Fernandinho, Luis Gustavo, Lucas Leiva e outras bombas que sempre estão nas listas do ex-treinador do Timão.

 A história não recomenda apostar alto na presença de um ou outro em 2014. Nas quatro conquistas anteriores, pela categoria, pouca gente vingou. No primeiro título, em 1983, os destaques daquele time eram Dunga, Bebeto e Jorginho. Por coincidência, todos foram campeões nos Estados Unidos na Copa de 1994, 11 anos depois. Em 85, na segunda conquista, brilharam Taffarel e Muller, ambos também campeões do mundo em 94. Nota-se um hiato gigantesco, tempo talvez suficiente para o amadurecimento de quem daria bons frutos.

No tri, em 93, pontificaram promessas como o goleiro Dida, o meia Adriano e os vascaínos Gian e Yan. O primeiro chegou à seleção principal, já os demais ficaram pelo meio do caminho. Yan sumiu e Gian só conseguiu ser ídolo aqui, no futebol paraense. Os atacantes Jardel e Catê eram outras grandes apostas. O cearense fez um senhor sucesso na Europa, mas nunca na seleção, e Catê deu uma enganada aqui no Remo já no final da carreira. Em 2003 a coisa mais feia. Jefferson, Kerlon Foca, Nilmar e Dagoberto eram os astros do tetracampeonato. Um ou outro foi lembrado para a seleção principal.

O tempo vai dizer se a geração campeã na Colômbia vai dar caldo. Valeria muito a pena arriscar. No mínimo são ótimas opções para quem chegou prometendo renovação total a partir do fiasco na África do Sul.

 

********************

Essa de jogar toda a culpa no gramado como desculpa para a surra que levou em Marabá não desce nem com 10 litros de água. Para uma Série C, o campo do Zinho Oliveira é considerado um tapete, e os alvicelestes deviam era baixar a bola e reconhecer os méritos do adversário. E hoje não se admite sequer um placar magro diante do Luverdense na Curuzu. Qualquer vitória por 3 gols de vantagem é mais do que a obrigação. O mínimo que a torcida espera de um time montado para ser o campeão da Terceirona, e não simplesmente um dos 4 que irão para a Série B ano que vem.



Clayton Matos
Editor executivo do DIÁRIO

27 de agosto de 2011 at 11:52 am Deixe um comentário

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 26.08.11


POSITIVO – Pelo que se observou ontem na Curuzu a voz da torcida pesa.
Potiguar e Robinho treinaram juntos no Paysandu e até Camilo foi testado
na defesa. Criteriosa escalação será fundamental no jogo da vida bicolor!

NEGATIVO – Capinzal por trás de uma das balizas do CEJU se contrapõe ao
bom gramado de jogo. Parece falta de cuidado!

Lá e Cá

Ricardo Teixeira deu motivo e o cerco se fecha: oito advogados paulistas
denunciaram o homem à Comissão Suprapartidária Contra Corrupção do
Senado, com cópia à OAB, CGU, CNBB e ABI.

Paraguaio Nicolas Leoz (presidente da COMENBOL) estará pela 1ª vez em
Belém, dia 28.9, para entregar o troféu que leva seu nome ao ganhador
dos confrontos Brasil x Argentina.

Billy e Bryan estrearão domingo no Time Negra; artilheiro Ronaldo,
bom valor do Tiradentes; Cassiano dispensado do Trem-AP; Bragantino
contratou experiente meia Rodrigo e zagueiro Onildo (ex-Náutico-PE).

Presidente LOP escalou seu time preferido: Fávaro, Sidny, Vágner, Márcio
Santos e Jean, Rodrigo Pontes, Charles Wagner, Potiguar e Luciano
Henrique (gosta dele também), Rafael Oliveira e Josiel. Comparemos com
o de Roberto Fernandes no domingo!

No Remo, dirigente Hamilton Gualberto, peremptório: “agora a
coisa mudou e primeiro os interesses do clube, depois dos atletas e
empresários”. FGTS dos jogadores azulinos todo recolhido.

Tuna vai pegar o Iranduba-AM na sequência da Copa Brasil de Futebol
Feminino. Primeiro jogo em Manaus, no estádio do SESI.

Ferreirinha, presidente do Águia, meu entrevistado de domingo no Bola
Pra Frente, do Bola (Diário). No Bola na Torre (RBA e Rádio Clube do Pará)
o convidado é o volante bicolor Rodrigo Pontes.

Sampaio com salário em dia e viajou de ônibus 978 km, com 30 pessoas,
tendo chegado esta madrugada em Tucuruí. Luverdense já em Belém com
Régis e Álan escalados como substitutos de João Paulo e Robinho.

Futebol pelada amanhã: Vila Teta x Chelsea da Marambaia e Primus Social
x Amsterdam City, no Aqua Park (Curuçambá).

Estiramento grau dois na coxa direita tirando William Santos por 20 dias
do time do Águia. Uma senhora perda contra Rio Branco e Araguaína.
Torcedor santareno se dividirá domingo nos jogos dos dois santos
(Raimundo e Francisco).

Entre os ganhadores da RECOPA Sul-Americana um ex-bicolor: Ivan,
goleiro do Paysandu em 1993, é o auxiliar técnico de Dorival Jr, no Inter.
Domingo, pelo menos Potiguar deverá começar diante do Luverdense

HOMENAGEM – Suélio Lacerda, o Suélio, ex-volante do São Paulo
(campeão da Libertadores e Mundial), Puebla do México, Botafogo,
Paysandu (1995) e Ponte Preta. É técnico do Campinense-PB.

26 de agosto de 2011 at 3:59 am Deixe um comentário

RITMO DO JOGO ( JOÃO CUNHA )

É PLENAMENTE POSSÍVEL
Logo após a 6ª rodada do Campeonato Brasileiro das séries C e D, as equipes paraenses continuam em posições antagônicas. Enquanto Águia e Paysandu dividem as primeiras posições na segunda divisão, na terceira, Independente e São Raimundo vão “mal das pernas”, estando na penúltima e ultima posições da tabela.
Não foi surpresa a vitoria aguiana sobre os bicolores. Cada um “fez o dever de casa”. Surpreendentes foram as reações do Presidente Alvi-Azul. Após o empate em Lucas do Rio Verde, que manteve o clube em 1º lugar como um dos únicos invictos da competição, “invadiu” o vestiário fazendo fortes cobranças, o que “quase demite” o técnico da equipe. Já em Marabá, diante de uma derrota que levou o Papão para a 2ª posição e acabou com sua invencibilidade, pensou-se que o mundo viria abaixo! Ledo engano! Luiz Omar Pinheiro se manteve calmo, consciente e tranqüilo quanto ao grupo. Chato foi perceber que este virou toda a sua ira para o “gramado” do Zinho Oliveira, principal “desculpa” para a derrota bicolor. Quando o Paysandu ganhou do Cametá no Parque do Bacurau, não se viu tanto destempero. Hoje se fala em protestos e processos de parte a parte. Um pretendendo “lucrar” algo no caso e os outros desejando, no mínimo, um pedido de desculpas.
Continuo a afirmar que o resultado foi o melhor para o nosso futebol. Estamos com duas equipes na frente e só dependemos de nós para chegarmos lá! Em vez do “duelo” interno desgastante, deveríamos estar 100% ligados nos nossos próximos jogos e adversários. O Papão no Luverdense, com quem joga na Curuzu, no próximo domingo. Uma vitória nos deixaria com 11 pontos, segurando o “Tourão” nos 7. Todos deveriam tranqüilizar os jogadores, encontrar a melhor escalação e montar um plano de jogo confiável, com estratégias definidas que é o que o grupo precisa neste momento. Ao Águia que atuará no Acre diante do Rio Branco, o empate será suficiente para também chegar aos 11 pontos com os acreanos indo a 8. Como na rodada seguinte o Rio Branco encara o Luverdense, terão que “se comer” por lá. Um empate seria ideal para nossas pretensões mas, até se houver vencedor, não será o fim do mundo, pois o Águia joga em casa com o Araguaína, podendo chegar aos 14 pontos e o Paysandu, que descansa na rodada, continuará bem posicionado. Desesperar jamais! Um bom papel nos jogos de casa levará os dois à próxima fase. É plenamente possível!
Na serie “D” o empate entre Trem e Comercial manteve acesa a esperança de, pelo menos, um dos nossos se classificar. Por incrível que pareça, o nosso maior problema não está nas ultimas posições na tabela nem nos 9 pontos do Sampaio e sim na instabilidade apresentada pelo Independente e o exagero nas mudanças do São Raimundo, que já está de técnico novo. O “velho” Lucio Santarém assume, mais uma vez, o comando do Pantera. Assim fica bem mais difícil vencer o Sampaio Corrêa em casa, o que o manteria onde está e elevaria a equipe de Tucurui a 8 pontos o recolocando na disputa. A situação dos santarenos é bem mais difícil pois terão de vencer ao Comercial dentro do Piaui. Para isso a recuperação terá que ser total. As combinações não estão nada fáceis. Temos toda confiança na “C” e muita desconfiança na “D”. Como no futebol e na vida tudo pode acontecer, vamos dar tempo ao tempo, torcer por melhorias e rezar muito. Se a esperança é a ultima que morre, tudo é possível! Não podemos perder a fè!

25 de agosto de 2011 at 1:13 pm Deixe um comentário

Posts antigos


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.