Archive for fevereiro, 2010

TUDO DENTRO DOS CONFORMES! (Carlos Castilho)

Comendo pela beira, sem muito alarde, o Remo vai conseguindo todos os seus objetivos na temporada 2010. No Parazão o primeiro ugar já está inteiramente garantido, isso depois de conseguir a classificação para as finais desde a sétima rodada contra o Indepedente de Tucurui. Na Copa do Brasil, o Leão está com meio caminho andado para chegar a próxima fase e trazer para a torcida paraense o Santos, com todos os craques: Robinho, Ganso, Giovanni e Newmar, já que conseguiu uma grande vantagem com a vitória de 2 x l contra o campeão capixaba.
Muita gente está surpresa com a campanha azulina. Eu não estou. Mesmo com contratações modestas, dentro das possibilidades do clube, a responsabilidade pelo sucesso é pela base montada no período de vacas magras, quando andou que nem time mambembe, excursionando pelo interior, em campos de má qualidade.
Certo que há algumas carências (principalmente na defesa), mas a perfomance merece os maiores elogios.
Agora, o Remo joga contra o Águia, com a antena ligada nos outros jogos, pois pode até mesmo escolher o adversário para as semi finais.
Como se vê, tudo dentro dos conformes.

25 de fevereiro de 2010 at 10:17 pm 2 comentários

AGORA VAI? (Carlos Castilho)

Para a torcida bicolor a vitória contra o Potiguar pode ter sido o início da reabilitação do Papão no Parazão. Mesmo que o time não tenha feito uma boa exibição, os 3 x 1 podem ter dado o impulso necessário para que o futebol mostrado até então seja inteiramente mudado.
Como o evento Potiguar já era, o que se pensa na Curuzu é numa grande vitória em Santarém e a garantia de presença nas finais do campeonato O desafio não será fácil, pois o campeão da série D quer também se reabilitar no campeonato e perante a sua torcida. Confesso que não vejo favoritismo para nenhum dos lados no jogo de domingo. Só que para o São Raimundo a partida praticamente nada vale em termos de classificação para o G4, mas é uma demonstração de que pode haver recuperação para o segundo turno.
Outro fator que desperta muito interesse para a fiel é uma possível quebra de tabu, pois o Paysandu continua devendo uma vitória fora de casa.Por tudo isso a rodada de domingo tem seu jogo mais importante no Barbalhão.

25 de fevereiro de 2010 at 10:04 pm 2 comentários

COMO SERÁ O AMANHÃ? (carlos Castilho)

A galera do Papao começou a perder a paciência com o seu time. Até agora a campanha bicolor no campeonato tem sido decepcionante: Duas vitórias (dramáticas) e quatro empates. Muito pouco para um time caro e que teve praticamente todos seus jogadores contratados por indicação do treinador.
Claro que todos sabiam que o Papão estava jogando na loteria quando resolveu de uma hora para outra mudar tudo e partir para a formação de uma nova equipe para a temporada 2010. Porem, a expectativa era que no máximo no meio do primeiro turno a base estivesse definida e os resultados alcançados positivos. Nem uma coisa, nem outra.
Agora, com apenas uma rodada faltando para acabar a fase classificatória do prmeiro turno, o Paysandu depende de si e dos outros para não ficar fora da decisão. Sinceramente que não acredito que isso vá acontecer, mas só a simples ameaça desse desastre já faz a fiel ficar desesperada.
A partir de hoje todos os bicolores ficarão ligados nos jogos de Águia, Indepedente e Cametá, os verdadeiros espantalhos para o Papão.
Outra questão que vem deixando a galera com a pulga atrás da orelha é sobre a capacidade do técnico Luiz Carlos Barbieri em dar um padrão de jogo ao time. Até a agora neca,neca.Finalmente a última constatação: Sandro é meio time na Curuzu. Sem ele as coisas estariam bem piores. É só ver o que ele fez nos dois jogos em que o Paysandu venceu.

23 de fevereiro de 2010 at 12:30 am Deixe um comentário

HOJE É O DIA. (CARLOS CASTILHO)

O Remo faz aniversário duas vezes no ano, em 5 de fevereiro e em 15 de agosto, mas hoje, 19 de fevereiro de 2010, será o dia D para o futuro do clube no século 21. À noite os conselheiros remistas vão tomar ma decisão histórica, vender ou não vender o Estádio Evandro Almeida, o popular Baenão. Inaugurado em 1917, alcança portanto a invejável idade de 93 anos, quase a própria idade do clube.
A pergunta que não quer calar é se o transação imobiliária é boa ou não para o clube. Confesso que acho a venda um bom negócio, levando-se em cnsideração a situação financeira do Leão Azul. Em circunstâncias normais de temperatura e pressão talvez pudesse ser tentado um outro tipo de negociação, mas olhando o problema com olhos isentos e vendo a imensa dificuldade de administrar uma instituição que deve muito e arrecada pouco, tendo praticamente todo seu faturamento, produto das arrecadações dos jogos e patrocínios, confiscados pela Justiça trabalhista não vejo outra solução.
Claro que essa é uma opnião de quem não tem qalquer vinculo com o clube a não ser a admiração e o respeito que um clube centenário merece de todos os paraenses.
Creio que os conselheiros designados para fazer a análise técnico-financeiro da proposta, todos eles com muita história no clube, tiveram condições de emitir um parecer que dará aos conselheiros restantes a possibilidade de decidir sem um futuro arrependimento.
Vejo a questão também por outra ótica: recusando a proposta do consórcio Agra-Leal Moreira estará o clube, quer queiram ou não os conselheiros, irremediavelmente deixando que o bem seja levado mais tarde a hasta pública e da mesma maneira que aconteceu com a sede de Benfica arrematada por um preço vil. Se o valor oferecido está dentro dos padrões, não tenho como responder. Uns dizem que sim, outros que não. Só mesmo uma situação é bem real: ou vendem por bem ou vendem por mal!

19 de fevereiro de 2010 at 11:41 am 5 comentários

ATÉ QUANDO? (CARLOS CASTILHO)

Novamente o Paysandu foi salvo pelo gongo em Marabá no jogo com o Águia. O empate em 2 x 2 só foi conseguido no período de acréscimo, quando tudo parecia definido em favor do time de Marabá.
Para os torcedores bicolores a dúvida continua: quando é que o Papão vai conseguir quebrar o tabu e alcançar uma vitoria fora de casa. Há muito tempo que o clube não consegue se impor jogando fora de seus dominios. Agora, com tantas contratações feitas o time continua com o seu aspecto doméstico, ora tomando a iniciativa do jogo, ora se escondendo do adversário. O tempo vai passando, o primeiro turno quase chegando ao final e a equipe sem convencer.
Na partida em Marabá houve a estréia de Enilton e com ele as esperanças de gols que dessem tranquilidade ao time e a condição de se impor fora de casa.
Isso no entanto não aconteceu e a classificação ainda está na dependência dos dois últimos jogos, um na Curuzu contra o Cametá e outro fora de casa em Santarém contra o São Raimundo.
É por isso que a galera fiel continua a se perguntar: até quando?

19 de fevereiro de 2010 at 2:07 am 2 comentários

JOGO CHAVE (Carlos Castilho)

O Paysandu faz um jogo chave em Marabá contra o Aguia. Até agora o Papão só passou confiança no clássico contra Remo. Falta regularidade e até mesmo confiança na equipe. A fiel continua acreditando, mas sente uma certa apreensão na partida contra o time marabaense , que cresceu na competição e tem contratado reforços para melhorar ainda mais a qualidade do elenco.
O que pesa contra o clube bicolor é seu histórico muito ruim em termos de conquistas fora de casa. Há muito tempo não acontece uma vitória e isso precisa ser mudado o mais rápido possível afirma o técnico Luiz Carlos Barbieri.
Para o Águia, que começou muito mal a disputa, o jogo também é decisivo para continuar brigando para chegar às semi finais. O poderio aumentou, mas ainda não existe segurança por parte da torcida no poder do time.
Por tudo que escrevi já se vê que hoje não chora ninguém.
Aliás Papão x Águia já virou um clássico no Pará.

18 de fevereiro de 2010 at 1:34 am 2 comentários

OTACÍLIO, O HOMEM QUE FALTAVA! (Carlos Castilho)

A chegada de Otacílio deverá acrescentar muita qualidade ao meio campo azulino. Depedendo do estado físico do jogador, que formou com Alex Oliveira, Beto. Jeci e Xavier um compartimento muito elogiado na temporada nacional de 2006, quando o time dirigido por Giba fez uma das maiores arrancadas de sua história escapando do rebaixamento para a série C, ele logo. logo será titular na equipe remista.
Otacilio é jogador criativo e vai se juntar a Gian, Welber, Danilo, Ramon, Marlon e Fabricio Carvalho num meio campo que vem dando o que falar. Há muita gente achando que o setor já está congestionado, mas é só ver a rotatividade que domina o setor para ver que contratar e contratar bem não faz mal a ninguém.
Para quem tem pretensões de ganhar o título regional, aliás bem justificado pois é lider do campeonato e já tem sua vaga garantida para as semi mfinais, o Remo fez um bom negócio.Agora é só esperar e cobrar eficiência em todas as disputas. Dá pra acreditar.

18 de fevereiro de 2010 at 1:22 am Deixe um comentário

Posts antigos


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.