Coluna do Gerson Nogueira – 20.08.15

20 de agosto de 2015 at 4:50 pm Deixe um comentário

A primeira batalha

Será uma batalha, como toda disputa eliminatória, mas desta vez as diferenças não são tão acentuadas. O Fluminense, da Série A, recebe o Papão, da Série B, mas não se pode dar ao clube carioca amplo favoritismo, apesar de levar a vantagem natural por jogar diante de seus torcedores. O fato é que nas condições atuais a partida é mais equilibrada do que se poderia imaginar algumas semanas atrás.
Mesmo com seus medalhões Ronaldinho Gaúcho e Fred, o Fluminense tem pontos fracos e nos últimos jogos mostrou deficiências gritantes, principalmente no setor defensivo. Sofre com a entrada súbita de uma estrela no time, com o agravante de ser uma estrela que não marca ninguém e que só recebe as chamadas bolas boas.
Ao lado de Fred, Ronaldinho precisa que os demais companheiros corram e marquem por ele. Essa nova feição que o Flu adquiriu desde a sua chegada responde por alguns tropeços recentes e tornou o time menos ágil e vibrante como antes.
No fim de semana, contra o Figueirense, o Tricolor teve sérias dificuldades para chegar à vitória, de virada, por 2 a 1. Durante boa parte do jogo, o alvinegro catarinense foi superior, criando boas oportunidades.
Vem daí a expectativa positiva quanto ao comportamento do Papão na partida desta noite. Com a formação bem próxima daquela que empreendeu a sequência de oito jogos invictos no começo da Série B, o time tem condições de fazer uma apresentação convincente, sem se expor em demasia e procurando explorar os espaços que o Flu pode oferecer.
A opção por Leandro Cearense e Aylon, anunciada ontem pelo técnico Dado Cavalcanti, é a saída mais coerente que podia haver para a formação do ataque bicolor. Foram os atacantes que atuaram maior número de vezes, tendo naturalmente mais entrosamento que os demais.
Além disso, Cearense é o principal artilheiro do Papão na Série B, atravessando um bom momento depois dos gols marcados contra o Oeste no sábado passado. Boleiros precisam de confiança para render bem e, com o apoio dos torcedores depois da boa apresentação na última rodada, Cearense volta a se sentir importante para o time.
Quanto aos demais setores, Dado escala jogadores que já vinham atuando tanto na Copa BR quanto na Segunda Divisão, o que é garantia de entendimento entre os escalados. Na proteção à zaga, Capanema ganha a companhia de Augusto Recife, substituto de Fahel, suspenso, e de Jonathan. Particularmente, aprecio mais a leveza e o dinamismo desse trio de marcação, com a vantagem que a presença de Jonathan representa quanto ao apoio às subidas de Pikachu.
Carlinhos volta à meia-cancha em substituição a Valdívia, que não pode atuar porque já defendeu outro clube na competição. Dos armadores disponíveis na Curuzu, Carlinhos foi o mais utilizado até agora, embora sem ter mantido regularidade. Ganha nova chance em jogo de grande importância para o Papão.
Promessa de um bom espetáculo no Maraca e que o Papão não se deixe levar pela tentação do recuo excessivo, que normalmente é a porta de entrada para derrotas fora de casa.

A saga do renegado Val Barreto

Ninguém entendeu ainda, nem o clube se preocupou em explicar, a razão de tanta resistência à reintegração do jogador Val Barreto ao elenco do Remo. É como se o atacante tivesse cometido um crime imperdoável quando defendia a bandeira azulina, o que soa estranho porque, como atleta, ele sempre mostrou empenho e luta pelas cores do clube.
Agora, depois de decisão da Justiça Trabalhista obrigando o Remo a reintegrá-lo, surgem notícias quase diárias de dirigentes que até se recusam a cumprir a determinação judicial.
Com base em exemplos recentes, de jogadores que acintosamente desrespeitaram o clube e foram depois recontratados, soa no mínimo estranho que o centroavante não seja bem recebido na volta ao Baenão. O veto chama ainda mais atenção pela flagrante carência que o Remo tem de um jogador do perfil de Barreto, que sabe brigar dentro da área e é bom no cabeceio. Por sinal, Cacaio já teve até que adiantar Eduardo Ramos como forma de compensar as fragilidades ofensivas do time.
Fundamental na campanha remista no Parazão deste ano, cabe lembrar ainda que ele foi um dos poucos a se salvar do fiasco na final da Copa Verde, em Cuiabá. Entrou nos 15 minutos finais e marcou o único gol azulino naquela fatídica noite. Talvez por isso mesmo seja adorado pela torcida e hostilizado por parte da cartolagem.

Prêmio merecido a um grande baluarte

O amigo azulino Hélio Mairata, mestre e economista de grande prestígio, acaba de ser distinguido com mais uma justíssima homenagem pelos seus muitos predicados profissionais. Ele será homenageado com o título de Profissional Economista de 2015 no encerramento da sessão especial alusiva ao Dia do Economista, prevista para hoje, às 14h, na Assembleia Legislativa. A honraria será concedida ao professor pelo Sindicato dos Economistas do Pará. Além de grande desportista, sendo inclusive um dos fiéis 27 baluartes da coluna, Mairata é um incansável defensor das causas libertárias e dos pleitos democráticos. Parabéns.

Mudança de rumos e atitudes

A decisão que a direção da Rádio Clube do Pará oficializou ontem, determinando que os repórteres setoristas não mais utilizem as salas de imprensa dos clubes de Belém, pode ser o ponto de partida para tornar a cobertura esportiva ainda mais independente e transparente. Ao mesmo tempo, passa a priorizar informações referentes ao futebol, evitando citações e destaques a dirigentes. Providência salutar e condizente com os princípios do bom jornalismo. Melhor para todos.

Entry filed under: Uncategorized.

Coluna do Gerson Nogueira – 19.08.15 BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 20.8.15

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: