BOLA PRA FRENTE – Claudio Guimarães – 22.07.14

POSITIVO – Quatro paraenses defendendo o Brasil no Sul-Americano de Boliche no Panamá, até 26.7. São eles Dayse Silva (principal), Zeca Miranda, Germano Leão e Maurício Schustter (escrete B). Sucesso!

NEGATIVO – Tenebroso o domingo para o futebol paraense. Pior é a má qualidade da maioria dos contratados. E ainda temos de aturar desculpas e argumentos descabidos dos treinadores. Como tem bobo por aqui!

Lá e Cá

No Paysandu atacante Gabriel Barcos iniciou mostrando o faro do gol e marcando, enquanto goleiro Douglas se mostrou hesitante como os demais. Aliás, último guarda-metas de confiável na Curuzu foi Alexandre Fávaro.

No Remo meia Danilo Rios agradou, mesmo fora de ritmo. O mesmo não se pode dizer de Michel Smoller. Para domingo em Teresina contra o River baixa será Levy e viagem sexta feira, demorando 8 horas para chegar à capital piauiense.

Técnico Roberto Fernandes quer dois laterais, mas para isso terá de indicar a saída também de outros dois. Quanto ao ataque azulino penso ser Rony e Val Barreto a dupla ideal; pelos feitos de River e Moto na primeira rodada, Leão não poderá vacilar em Teresina.

Pikachu cotado para voltar a ser curinga no Paysandu (de novo?). Viagem para Recife amanhã. Sport e Papão já se enfrentaram 31 vezes, 14 triunfos rubro-negros (50 gols), 6 bicolores (34 tentos) e 11 empates.

Gabriel Barcos, Jéferson Maranhense e Raul já atuaram na Copa do Brasil e não poderão defender o Paysandu na quinta contra o Sport-PE. Mas, para domingo, na Série C, contra o Treze de Givanildo Oliveira estão aptos.

Dr. Alberto Maia não se entrega, mas Copa Verde cada vez mais some pelo ralo, a cada posicionamento da CBF. Paysandu vai até o fim e não se sente derrotado. Novo julgamento possivelmente dia 28.7; contra o CRAC jogo será de portões fechados em Castanhal e se der Curitiba (Copa BR), aí sim, na Curuzu e pago.

Campeonato Sub 17 será iniciado em agosto. Até agora, Paysandu ganhou Sub 15 e Remo o Sub 20. Por sinal, Copa Norte Sub 20, em Belém, confirmada no período de 23 a 31.8.

Desde de 9.6 que a troca do gramado do Mangueirão vem se realizando e, agora, já na segunda etapa passa por nivelamento com máquina a laser.

Águia não perdia em Marabá há 4 anos e última vez tinha sido para o ABC. Mas, não comungo da possibilidade dos nossos três representantes estarem na Série D em 2015, como muitos já apregoam na internet.

Prefeito de Viseu Cristiano Vale e vereador Júnior Mandi anunciando e convidando para inauguracão do Complexo Poliesportivo de Vila do Japim, dia 26.7, às 18h.

HOMENAGEM – Antonio Lélio Feio, o Guará, ex- meia esquerda do juvenil ao profissional da Tuna, inclusive integrando o grupo campeão estadual de 1970. É representante comercial.

22 de julho de 2014 at 2:31 pm Deixe um comentário

Coluna do Gerson Nogueira – 21.07.14

Remo decepciona na estreia

O Pará não podia ter um recomeço pior de temporada nos torneios nacionais. Foi apenas um ponto conquistado em nove disputados. Duas derrotas e um empate, sendo este em casa. Paissandu, Remo e Águia demonstraram fragilidades e limitações diante de adversários de nível apenas razoável.

Com a bola mostrada ontem pelos nossos três representantes, o cenário mostra-se dos mais desanimadores. Fica difícil acreditar em acesso e é cada vez mais visível o fantasma de rebaixamento, pelo menos no caso do Águia, que permanece em último lugar no grupo A da Série C.

Em Bragança, com atuação cheia de altos e baixos, o Remo escapou de uma derrota frente ao Moto Clube logo na estreia. No começo do jogo, Danilo Rios e Robinho conseguiram criar boas situações de ataque, mas o último arremate era sempre defeituoso.

Mas, aos 32 minutos, no primeiro deslize da defensiva azulina, nasceu o gol maranhense. Ao contrário dos atacantes remistas, Fabiano não desperdiçou a oportunidade diante do goleiro Maick Douglas e disparou para as redes, marcando 1 a 0.

A vantagem deu ao Moto a confiança necessária para continuar insistindo e buscando mais gols, aproveitando-se do nervosismo que passou a dominar a equipe de Roberto Fernandes.

Veio o segundo tempo e o Remo continuava cambaleante. Empurrado pelos torcedores, ia à frente, mas esbarrava sempre na retranca do Moto ou na imperícia de seus próprios atacantes. A situação só mudou com a entrada de Val Barreto no lugar de Roni.

De estilo agressivo, Barreto passou a levar perigo dentro da área e acabou responsável pelo gol de empate já nos acréscimos. Depois de falta sobre Leandro Cearense dentro da área, aos 49 minutos, Barreto pegou a bola e converteu a penalidade.

Muito pouco para um time que se preparou desde o final do Campeonato Paraense e tem a Série D como prioridade máxima na temporada. A competição está apenas começando, mas Fernandes terá que trabalhar muito para arrumar a casa.

Papão cai na Arena Pantanal

Na estreia oficial de Vica como técnico, o Papão sucumbiu ao Cuiabá, sofrendo gols em sequência, não tendo força e organização para reagir em busca do empate. O primeiro tempo foi muito ruim, com excesso de passes errados e poucas jogadas de perigo.

O Cuiabá entrou mais resoluto na etapa final, aproveitando o incentivo da torcida e chegou ao gol logo aos 8 minutos. Marcelo Toscano subiu mais que os zagueiros e desviou para as redes.

A pressão continuou e dez minutos depois veio o segundo gol. Careca, ex-bicolor, aproveitou rebote de Douglas e marcou.

Em rápida subida ao ataque, nasceu o primeiro gol alviceleste. O atacante Ruan bateu forte da entrada da área, abrindo perspectivas de uma reação. Ocorre que o Cuiabá nem deixou o Papão se animar.

Com boa saída para o ataque, o time mato-grossense explorava os contragolpes, sempre com chegada forte na área bicolor. Aos 39, Gilsinho ampliou o marcador com um chute que encobriu o goleiro Douglas.

De cabeça, Gabriel Barcos ainda marcaria o segundo gol paraense, aos 43 minutos. O Papão insistia, com cruzamentos seguidos, mas o setor defensivo do Cuiabá funcionou bem, não dando oportunidades para uma reação final.

Águia desaba em Marabá

A mais desastrosa atuação paraense na rodada aconteceu no estádio Zinho Oliveira, em Marabá, onde o Águia foi dominado pelo CRB e permaneceu na lanterna do grupo com apenas quatro pontos.

A partida foi confusa na maior parte do tempo, com o Águia tendo pouco espaço e quase nenhuma criatividade para manobrar na intermediária alagoana. Depois de um contra-ataque, aos 42 minutos do primeiro tempo, o volante Gleydson abriu o placar.

O Águia tentou buscar o empate, com Aleílson mais avançado, mas foi o CRB que acabou se dando bem no segundo tempo. Aos 30 minutos, o ex-bicolor Alex William marcou o gol da vitória.

Uma novela cheia de especulações

A boataria em torno do novo técnico da Seleção Brasileira tomou conta do noticiário esportivo no fim de semana, superando em grau de relevância a chinelada sofrida pelo lanterninha Flamengo em Porto Alegre, mais uma corrida zicada de Felipe Massa e até a acachapante derrota da seleção de vôlei para os EUA na Liga Mundial.

Será engraçado se as previsões da Jovem Pan, da Placar e do Extra se revelarem furadas amanhã, por ocasião do anúncio oficial do técnico da Seleção pelos dirigentes da CBF. Já há uma segunda versão indicando que Leonardo poderia ser o novo comandante, embora a aposta em Dunga seja mais forte até o momento.

Muito além do retrocesso que uma eventual volta de Dunga representa, tal escolha deixaria a Seleção Brasileira numa espécie de círculo vicioso entre quatro treinadores, todos unidos pela presunção e a falta de reciclagem: Parreira (1994 e 2006), Zagallo (1998), Felipão (2002 e 2014) e Dunga (2010).

Será que o futebol brasileiro não consegue revelar novas cabeças?

21 de julho de 2014 at 5:04 pm Deixe um comentário

PAPO DO 40º – Ronaldo Porto – 21.07.14

REMO MAL E PAYSANDU PIOR AINDA

Até os 49 minutos do 2º tempo o Remo perdia o jogo para o Moto Clube de São Luiz do Maranhão pelo escore mínimo, quando aconteceu o penal no Paty, o que poderia ser a salvação e evitaria a vitória maranhense. Val Barreto pegou a bola e converteu, estreando o Leão Azul dentro de casa ou em Bragança com um empate que teve sabor de vitória. Segundo os comentários, o Remo foi um time com altos e baixos, ainda desentrosado, precisando ter um estilo de jogo, pois agora vai sair para pegar dia 27 o River e no dia 02 de agosto o Interporto. É necessário construir vitórias para não precisar se agoniar lá na frente. Essa situação criada por marginais que se infiltram nas torcidas de Remo e Paysandu, só fazem complicar ainda mais a situação financeira dos clubes. Ontem o Remo jogou em Bragança no Diogão, com um público pagante de apenas 4 mil 800 pessoas. Se tivesse jogado aqui em Belém, pelo menos o público seria dobrado. E a agonia vai continuar por mais três partidas, em duas punições distintas. Tal e qual o Remo, o Paysandu está padecendo do mesmo mal. Até quando?

ALTA TEMPERATURA

E o Paysandu voltou a jogar na série C, foi à Arena Pantanal e dançou de novo, perdendo por 3×2 para o Cuiabá, na estréia do técnico Vica. Bem que o Papão tentou reagir depois dos 2×0, mas em vão. Com isso o quadro bicolor ficou em sexto lugar com seus oito pontos, tendo a obrigação de vencer sua próxima partida lá fora, caso queira ainda tentar o G4 na próxima rodada. Já o Águia, coitado, é o lanterna do grupo com apenas quatro pontos.

BAIXA TEMPERATURA

Essa enrolação da CBF com o STJD no caso Paysandu/Brasília/Copa Verde, deixa um cheiro de arrumação no ar. Não tem o que se fazer mais, os quatro jogadores do time candango estavam irregulares, a CBF já disse isso uma vez e ratificou novamente, mas o STJD parece que julga conforme seus próprios interesses. Tem que reverter o título, que será do Paysandu e pronto. Porque tanto enrolação, isso é o dedo de quem?

NO TERMÔMETRO

Encontrei semana passada em uma Célula o ex-árbitro Alonso Andrade, que teve o seu auge na década de 70. Alonso relembrou fatos do passado e mandou um grande abraço para a turma da latinha daqueles tempos. /// O técnico Roberto Fernandes ao final do 1º tempo, quando o Remo perdia por 1×0, fez rasgados elogios ao time do Moto Clube e no final disse que tem 14 campeões estaduais disputando a 4ª divisão. Sim, tudo bem, mas vamos nos preocupar com isso somente agora? /// O empate conseguido pelo Remo nos acréscimos, teve sabor de vitória. Rafael Paty sofreu o penal e Val Barreto cobrou, aliviando a barra do time remista. /// Danilo Rios bastante elogiado pelo 1º tempo que fez, porém, talvez pela falta de preparo físico, caiu na segunda etapa. /// O Águia de Marabá se complicou e ainda não ajudou o Paysandu, com a derrota de ontem dentro de casa por 2×0 para o CRB de Alagoas. Do jeito que vai o time marabaense acabará na lanterna e, por conseguinte, vai ter que achar espaço na série D no ano que vem. /// Porque o Massa me acorda cedo e faz esses papelões? Melhor deixar o despertador tocar e esquecer, pois a era Senna, Piquet, Fittipaldi ficou pra trás. É perda de tempo. /// O vôlei masculino do Brasil pelo menos chegou mais perto, porém é nítida a decadência. Depois de passear contra a Itália na semifinal, ontem fomos derrotados pelos Estados Unidos por 3×1, ficando com o vice da Liga Mundial. Pelo menos já estivemos várias vezes no alto do pódio. /// Depois do fiasco na Copa do Mundo, a CBF resolveu trocar de técnico e escalou de novo o Dunga pra ser comandante do Escrete Canarinho. Não vou me pronunciar sobre isso, mas acho um absurdo não chamarem o Muricy Ramalho para lhe dar uma chance ou até o Tite, que ganhou a maioria dos títulos que disputou, inclusive o de Campeão do Mundo pelo Corinthians. /// Se não acenderem o sinal vermelho no Remo e principalmente no Paysandu, sei não, vamos ter que comprar máquinas calculadoras como todos os anos. /// Uma boa semana a todos e viva Jesus.
E-mails: rporto@supridados.com.br

21 de julho de 2014 at 5:00 pm Deixe um comentário

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães – 18.7.14

POSITIVO – Todos os jogadores de Remo, Paysandu e Águia que dependiam do BID da CBF para domingo estão liberados. Então, técnicos, mãos à obra!

NEGATIVO – Associado reincidente quase empanou brilho do Fórum Popular Azulino. Agora, não escapará da eliminação do quadro social.

Lá e Cá

Fred Carvalho, executivo do futebol da Tuna, meu entrevistado Bola Pra Frente de domingo; amanhã estarei no Caeté, próximo de Capanema, no 2º Encontro da Família Guimarães e, domingo, em Bragança (Remo x Moto, para Rádio Clube).

Meia Danilo Rios com dois treinos (ontem e hoje em Bragança) inteiramente escalado no Remo. Vaga ainda em aberto está entre Robinho, Jonathan e Reis para decisão de Roberto Fernandes.

Com a chegada hoje de Alvinho, Remo não pode se queixar de atacantes. Além dele, Val Barreto, Jardel Buiu, Paty, Rony e Leandro Cearense, sendo os dois últimos os atuais titulares.

Até ontem mil ingressos vendidos em Bragança e 502 em Belém. Diretoria azulina acredita de 8 a 10 mil torcedores no Remo x Moto. Na Pérola do Caeté bilhetes no Hotel Marujo’s.

Arena Pantanal, que abrigou 4 jogos da Copa, será a segunda praça do torneio mundial a receber o Paysandu. Diretoria do Cuiabá confirma venda de 5.500 ingressos antecipados e aposta em 15 mil.

Alberto Maia presidente e Sérgio Serra de novo vice: chapa da situação do Paysandu à próxima eleição; Papão vai mesmo de Jeferson Maranhense, Gabriel Barcos e Ruan, no ataque, em Cuiabá.

Meia Leílson vem entusiasmando Comissão Técnica do Águia. Diego Palinha, Mael e Tiago Furlan à disposição de Everton Goiano e goleiro Bruno Colaço voltou ao DM.

CRB para enfrentar o Águia: Julio Cesar, Paulo Sérgio, Gabriel, Daniel Marques e Gleidison Souza, Gleidison Almeida, Olívio, Clebinho e Alex William, Diego Rosa e Marcelo Macedo. Técnico Ademir Fonseca (ex-PSC e Remo).

Moto para pegar o Remo: Ruan, Luiz Fernando, Fagner e Fernando Fonseca, Diego Renan, Puruca, Kléo, Felipe e Jéferson Abreu, Henrique e Fabiano. Técnico Edson Porto.

HOMENAGEM – Ângelo Jéferson Ferreira de Assis, o Ita, ex- centro avante do Expressinho do Paysandu (campeão) e Sport Belém nos anos 80. É fiscal da SESAN.

18 de julho de 2014 at 5:05 pm Deixe um comentário

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães -17.7.14

POSITIVO – Autor Aloísio Moraes lançará dia 23.7, na Livraria Fox (Dr. Moraes 584), o livro “Sócrates: O Filósofo da Bola”. Contará vida gloriosa do paraense, médico e jogador, inclusive infância em Belém e Igarapé Açu.

NEGATIVO – Ideia do Paysandu jogar em Manaus e Macapá, se não reverter punição do STJD parece devaneio, pois não há patrocinador disponível. Tem de ir é para o interior ao encontro do seu torcedor!

Lá e Cá

Dia 24.7, na praia da orla de Portel, luta de boxe peso leve entre o paulista Samuel Vieira e o nativo Elias Portel. Mais um evento da Academia Zezé do Boxe.

Situação terá um destes candidatos a presidente do Paysandu: Roger Aguilera, Ulisses Sereni, Sérgio Serra e Alberto Maia. Aliás, Dr. Maia faz plantão no RJ e ontem se alegrou com informação da CBF ao STJD (CV).

Papão precisa ter todo cuidado com cartões vermelhos, na Série C, daqui pra frente. É nesse quesito do regulamento que perde atualmente a 4ª colocação para CRB. Viagem a Cuiabá, sábado, 5:20 h, chegando 14 h.

Técnico bicolor Vica deverá ter domingo Ruan e Denis no ataque, com opção para Gabriel Barcos (atenção hoje ao BID). Quanto a Jeferson Maranhense será o 3º homem da ligação.

DM do Águia de Marabá liberou jogadores Diogo, Analdo, Lineker e Bruno Colaço. Reforços para o técnico Everton Goiano; no Remo contusão que não sara poderá fazer Ratinho parar de jogar.

No “Fórum Popular Azulino”, avaliando o Remo e projetando o futuro, ontem, na sede, sócios e torcedores debateram com diretores Henrique Custódio, Tiago Passos e técnico Roberto Fernandes.

Caminhão levou ontem para Bragança o banco de reservas móvel do Baenão e equipamentos de treinamento. Delegação azulina viajará hoje logo após o café. Jogo domingo contra o Moto, 15:30h.

Torcida para meia Danilo Rios (chegou ontem) constar hoje do BID a fim de estrear em Bragança. É que no mês de julho FPF e CBF não funcionam às sextas. Danilo Rios, Marcinho e Régis na comitiva à Pérola do Caeté.

Imprensa sendo convidada para almoço de lançamento do GP de Atletismo , em Belém, dia 24.7, no Salão Karajás, do Hilton Hotel.

HOMENAGEM – Raimundo Nonato Beltrão Rosas, o Barata, ex-remador bicampeão como proa do 4 com e 8 gigante do Paysandu (81-82), vice universitário (84) e campeão máster no Chile (2001). Engenheiro da SESAN.

17 de julho de 2014 at 5:09 pm Deixe um comentário

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães -16.7.14

POSITIVO – Na Curuzu aceleradas obras para entrega no prazo. Trabalhos dia e noite, até 22 h, além de fins de semana. Drenagem pronta, sendo agora colocadas camadas de areia e seixo para receber a grama. Ótimo!

NEGATIVO – Embora sobreviva com 50% de receita oriunda do Paysandu, FPF não move uma palha para ajudar o clube no caso da Copa Verde, diferente da entidade brasiliense. Tudo pela briga dos presidentes. É duro!

Lá e Cá

Na 3ª peneirada do Sport do Recife, aqui, ao comando do Joao Maradona e supervisão do Davi Leal foram aprovados volante Matheus Brito e lateral esquerdo Leonardo Silva que viajarão até o fim do mês.

Remo e Moto já se enfrentaram 56 vezes, 28 vitórias azulinas e 102 tentos, 11 motenses e 65 gols, além de 17 empates.

Cuiabá e Paysandu ficaram frente à frente em 2 oportunidades, 1 vitória bicolor e 3 gols, 1 empate e um tento dos mato-grossenses.

Águia e CRB já fizeram 2 partidas, uma vitória de cada lado, 2 gols do Azulão e 3 dos alagoanos.

Se não reverter a recente punição do STJD, o Paysandu deverá jogar também em Bragança de portões pagos (mais de 100 km), dia 3.8, frente ao CRAC; 16.8 contra o CRB e, 31.8, diante do Salgueiro.

16.8 é um sábado e seria antecipação, porque o Remo já atuará lá dia 17.8, pegando o Guarany de Sobral. É aguardar e conferir!

Alex Ruan voltando à lateral esquerda do Remo é sinal que técnico Roberto Fernandes não gostou na utilização de Rodrigo Fernandes. Dadá e Michel na proteção, Rony e Leandro Cearense no ataque são imexíveis.

Diretoria do Cuiabá fazendo marketing para lotar Arena Pantanal domingo contra o Paysandu e ingressos custarão 20 reais arquibancada e 10 a meia.

Nunca o Governo Estadual (pela área pertinente) paga conforme acertado os professores que trabalham nos Jogos Estudantis Paraenses. Já surge reclamação de novo.

Pinheirense, Redenção, Desportiva e Abaeté fora da Segundinha. Apareceu proposta para uma só fase preliminar no Parazão, em 2015.

HOMENAGEM – Alcindo Carvalho Mendes, o Alcindo, ex- pivô do basquetebol do Paysandu (78-79-80, sendo bicampeão), Remo (81-82, foi campeão) e Seleção Paraense. É Administrador de Empresas.

16 de julho de 2014 at 5:47 pm Deixe um comentário

BOLA PRA FRENTE – Cláudio Guimarães -15.7.14

POSITIVO – Admirável o trabalho do professor Antonio Carlos Alves da Costa, na comunidade Caratateua (Bragança), no projeto “Bom de Bola, Bom de Escola”, categorias Sub 12, 15, mista e principal. Merece apoio!

NEGATIVO – Preocupantes certas contratações de Remo e Paysandu: Alvino ou Alvinho (Leão Azul) um eterno reserva e, Lenine (Papão) não joga desde o ano passado e estava curando contusão no Bahia. É duro!

Lá e Cá

Remo vai ter mesmo de cumprir 4 jogos em Bragança (são dois processos), contra Moto, Guarany de Sobral, Interporto e River. Houve equívoco na informação do vice presidente azulino ontem.

Meia Danilo Rios confirmado como reforço do Remo. Quando estava no Nacional-AM conversou com dirigentes do Leão Azul, mas preferiu o Fortaleza. Lá não teve espaço.

Falar em falta de oportunidade, bom goleiro Jader está mesmo deixando o Remo por entender que no Baenão não vai crescer, pois a preferência é por Miki Douglas e o veterano Fabiano. Nem rodízio acontece. Está certo!

Advogados Alberto Maia e Itamar Cortes, do Paysandu, estão sentindo cheiro de esquema CBF-STJD-Brasília, no caso da Copa Verde. Entidade forneceu dados aos Brasília que não constavam quando o Paysandu pediu.

Documento do BID entregue pelo time candango ao STJD, a pedido dos advogados bicolores será periciado e o assunto voltará à baila dentro de 15 dias.

Por sinal, Papão levou outra ferrada no STJD perdendo mando de mais 3 jogos e multa de 30 mil pelos rojões no jogo contra o Fortaleza. Cabe recurso.

Ulisses Sereni confirmou interesse em se candidatar na eleição do Paysandu, mas abrirá mão para o Dr. Alberto Maia.

Ex-bicolor Lima estreará no líder Ceará na Série B, hoje, em Fortaleza, contra o vice líder Joinville. Enquanto isso, artilheiro Gabriel Barcos, 26 anos, 1,88 m, craque do Certame Paranaense 2014 chegou para o Papão.

Hoje eu cumprimento e abraço o netinho Caetano pelo aniversário. Dia e dele!

HOMENAGEM – Amílcar Carvalho Mendes, o Amílcar, ex- remador da Tuna (1980), Paysandu (campeão como centro do oito gigante em 1981) e vice nacional universitário (1982). É geólogo e pesquisador do Museu Emílio Goeldi.

15 de julho de 2014 at 4:35 pm Deixe um comentário

Posts mais antigos


Clube no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.